PUBLICIDADE
Topo

CCXP estreia edição 100% virtual, mas falhas técnicas persistem no 1º dia

Neil Gaiman no auditório virtual da CCXP Worlds - Reprodução/CCXP
Neil Gaiman no auditório virtual da CCXP Worlds Imagem: Reprodução/CCXP

Eduardo Ribeiro

De Splash, em São Paulo

04/12/2020 22h28

Começou, enfim, a CCXP Worlds 2020! A edição deste ano, por conta da pandemia de covid-19, inaugurou o seu formato com transmissão 100% on-line.

O evento, que vai até domingo (6), abriu hoje com painel de ninguém menos que o mestre Neil Gaiman, o convidado de honra da maior convenção brasileira de cultura pop.

A tecnologia da plataforma dá acesso a um mapa virtual 3D e navegável, por meio do qual é possível acessar os doze mundos diferentes, inspirados nos palcos da própia CCXP tradicional.

Embora o saldo final tenha sido positivo no que diz respeito à curadoria de conteúdo interessante, nem tudo rolou como o esperado na abertura das atrações. Os problemas persistentes na transmissão inauguraram e fecharam o dia: desde a conexão instável na live com Gaiman, até a apresentação de um teaser de "Top Gun 2" interrompida no encerramento.

Rolou até uma tela do Windows durante a live do Neil Gaiman - Reproudção - Reproudção
Rolou até uma tela do Windows durante a live do Neil Gaiman
Imagem: Reproudção

Foi top!

  • Pontualidade
  • Navegação inovadora,
  • Programação firmeza
  • Presença forte e participativa dos fãs

Foi flop...

  • Plataforma instável
  • Sistema de legendas simultâneas atrasou em vários momentos
  • Painéis gravados tiram um pouco da graça da coisa

Problemas técnicos e autor de 'Sandman' na Netflix

O autor de "Sandman", "American Gods", "Princesa Mononoke" e outras tantas obras (algumas que você nem imagina) declarou todo o seu amor por nossa terra.

A entrevista com o Neil apresentou alguns problemas técnicos: durante algum tempo, ficou difícil de compreender o que ele estava dizendo, e rolou até a famosa "tela azul".

Neil Gaiman na CCXP - Reprodução - Reprodução
Neil Gaiman na CCXP
Imagem: Reprodução

Diversos participantes da CCXP foram hoje às redes sociais reclamar das falhas de transmissão na Thunder Arena, justamente o palco mais disputado, e teve muita gente lamentando não conseguir acompanhar tudo ao vivo.

Mas ao menos deu para acompanhar quando ele falou de "Sandman", adaptação dos quadrinhos que logo sairá pela Netflix. O criador afirmou que quem gostou da revista em quadrinhos não deverá se decepcionar com a nova produção.

Problemas técnicos na CCXP - Reprodução/Twitter - Reprodução/Twitter
Tela preta na CCXP
Imagem: Reprodução/Twitter

Santa Tartaruga!

Na sequência, Kevin Eastman marcou presença na Thunder Arena, e falou bastante sobre a sua criação que todos amamos: as "Tartarugas Ninja", que emocionaram o público em uma sessão de nostalgia. O criador das "Tartarugas" também falou sobre o novo filme em animação, que será produzido por Seth Rogen.

O artista Mateus Santolouco e Kevin Eastman no painel da CCXP - Reprodução - Reprodução
O artista Mateus Santolouco e Kevin Eastman no painel da CCXP
Imagem: Reprodução

Teve Nero, Cauã, Raia, Torloni e um time de globais

O painel "Vilões Que Amamos Odiar", do Globoplay, contou com a presença do ator Alexandre Nero e das atrizes Mariana Ximenes e Cláudia Raia, além de Fabiana Karla, que mediou o bate-papo. Nero foi enfático ao opinar que o pior vilão de novela não chega nem perto dos vilões da vida real, que ele afirmou ser "muito mais cruel".

Alexandre Nero durante a CCXP 2020 - Reprodução - Reprodução
Alexandre Nero durante a CCXP 2020
Imagem: Reprodução

Já Claudia Raia, ao ser perguntada sobre qual vilã mais marcou sua carreira, não ficou em cima do muro e escolheu Ângela Vidal, de "Torre de Babel".

Outra atriz experiente, Christiane Torloni se emocionou ao falar dos filhos gêmeos, Guilherme e Leonardo, na CCXP Worlds. O primeiro morreu aos 12 anos em 1991 em um acidente de carro. Ela participou do painel "Qualquer Semelhança Não É Mera Coincidência", que tratou de gêmeos na teledramaturgia.

Cauã Reymond, que voltará a interpretar gêmeos na novela "Um Lugar ao Sol", de Lícia Manzo, com estreia em 2021 na Globo, também participou do painel "Qualquer Semelhança Não É Mera Coincidência". O ator revelou algumas curiosidades. Ele contou, por exemplo, que usa recursos tecnológicos, além de dublê, para dar vida aos irmãos na trama.

Nanda Costa & Milla Jovovich

Nanda Costa contou mais sobre seu primeiro trabalho internacional em um painel acompanhada de Milla Jovovich, Diego Boneta e o diretor Paul W. S. Anderson. Ela disse que treinou até muay thai e MMA antes de partir para as gravações no deserto da Namíbia.

Tanta dedicação garantiu a ela até mesmo uma cena extra no filme, intitulado "Monster Hunter". A brasileira e a ucraniana ainda recordaram com carinho o primeiro encontro delas, já no set. Nanda chegou e o diretor quis apresentá-la à protagonista. Milla estava terminando uma cena dentro de uma caverna e disse que, mesmo naquela situação, ficou encantada com a brasileira, que mandou beijos.

Monster Hunter na CCXP - Reprodução - Reprodução
Elenco de 'Monster Hunter' na CCXP
Imagem: Reprodução

Surpresa!

Surpresa na CCXP! Neve Campbell surgiu em um vídeo para falar do quinto título da clássica franquia de terror "Pânico", que chega aos cinemas em janeiro de 2022. A eterna Sidney Prescott deu o ar da graça logo depois de uma interação do apresentador com a temida voz do assassino mascarado, recriando a lendária cena inicial do longa.

O filme se chamará apenas "Pânico", assim como o primeiro da franquia, lançado em 1996.

Neve Campbell apareceu de surpresa na CCXP Worlds - Reprodução - Reprodução
Neve Campbell apareceu de surpresa na CCXP Worlds
Imagem: Reprodução

'Fear The Walking Dead' com 'World Beyond'?

Outra supresa foi Matt Negrette, criador de "World Beyond", a série que acompanha um grupo de jovens sobrevivendo a um apocalipse zumbi, ter dito no painel "Sextão Terror" que um crossover entre "World Beyond" e "Fear The Walking Dead" é uma possibilidade.

Ele, que apareceu na CCXP na forma de um holograma, ainda falou que a segunda temporada da série vai explorar novos ambientes: "Vamos explorar mundos diferentes e vários aspectos diferentes. Há muita coisa para lhe deixar ansioso."