PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Rickson Gracie diz que morte do filho foi pior derrota: 'Você morre junto'

Ex-lutador, hoje com 62 anos, relembrou morte do filho durante o "Conversa com Bial" - Reprodução/TV Globo
Ex-lutador, hoje com 62 anos, relembrou morte do filho durante o "Conversa com Bial" Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

07/10/2021 14h44

Rickson Gracie, considerado um dos maiores lutadores de jiu-jitsu do Brasil, voltou no tempo para falar sobre a morte do filho mais velho, Rockson, ocorrida há pouco mais de 20 anos.

Em entrevista ao "Conversa com Bial", da TV Globo, ele se emocionou ao ver imagens ao lado do primogênito e disse que a perda foi a "maior derrota" de sua vida - o jovem tinha 19 anos à época.

"Foi definitivamente a maior derrota da minha vida, mas eu acho que me deu também uma luz e a capacidade de ganhar felicidade. Quando você perde uma coisa muito importante, você morre junto", iniciou o pai de Rockson, que foi encontrado morto nos EUA, segundo laudo médico, após overdose.

"Não tem como você querer ter uma atitude moral, ou equilibrada, ou racional em cima de uma perda que destrói teu coração. O fato de eu ver essas imagens agora, me fez voltar àquele momento. Mas não representa minha realidade. Eu não penso no Rockson e choro. Eu penso no Rockson e rio, fico feliz porque ele me deixou uma grande mensagem", prosseguiu ele ao programa da emissora.

Hoje com 62 anos, o ex-lutador ainda detalhou parte do período em que ficou sem lutar devido ao abalo psicológico diante da tragédia.

"Em uma média de cinco anos, passei a fase de luto e superar esse processo. Decidi não lutar uma luta importante que eu tinha marcado. Cancelei logo em seguida, seria uma luta milionária. Fiquei recluso à família."

Esporte