PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Jornal espanhol diz que Luxa chegou ao 'fundo do poço' após saída do Vasco

Vanderlei Luxemburgo durante Vasco e Corinthians - Marcello Zambrana/AGIF
Vanderlei Luxemburgo durante Vasco e Corinthians Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Colaboração para o UOL, em São Paulo

24/02/2021 22h20

O técnico Vanderlei Luxemburgo até se colocou à disposição do Vasco para uma "reconstrução" na Série B após o empate em 0 a 0 com o Corinthians, mas o treinador não está nos planos da diretoria e está de saída do clube. A confirmação do fim de sua passagem pelo time carioca repercutiu até mesmo na mídia europeia. O jornal 'As' classificou a 'demissão' do profissional como 'fim do poço'.

"Luxemburgo atinge o fundo do poço. O ex-técnico do Real Madrid foi demitido do Vasco da Gama após rebaixar o time para a Série B do Brasil", dizia a publicação.

Sua despedida acontecerá na partida de amanhã (25), contra o Goiás, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, quando o Cruzmaltino praticamente irá cumprir tabela.

Com o fim da experiência, Vanderlei deixa para trás seu 23º time como treinador. Desde que começou como técnico, Luxa conquistou 23 títulos e teve passagem até mesmo pela Europa, no Real Madrid. Sua última conquista foi com o Palmeiras, no Campeonato Paulista de 2020.

Em entrevista para a 'Vasco TV', o treinador explicou a saída e confirmou os pontos levantados no decorrer da matéria acima. Confira o pronunciamento na integra:

"Olá, torcedor vascaíno, é um prazer estar falando com vocês novamente, desta vez de uma forma um pouco diferente, de uma maneira triste. Não conseguimos fazer a renovação do meu contrato. O Vasco entendeu que não deveria dar continuidade ao meu trabalho para a temporada que vai começar. A diretoria entendeu que eu não deveria continuar em função da reestruturação que o Vasco vai passar.

Isso faz parte de um processo natural do futebol, o Vasco foi para a segunda divisão, o orçamento diminuiu bastante e a diretoria está fazendo o que precisa ser feito. Entenderam que minha renovação não cabia neste momento para o Vasco da Gama e eu entendo perfeitamente, não saio daqui com nenhuma mágoa, saio feliz com a oportunidade de ter trabalhado no Vasco mais uma vez.

Queria continuar, a diretoria entendeu que não cabia o Vanderlei Luxemburgo neste momento e eu entendo isso. O que eu disse quando cheguei, que só aceitaria salário se ficasse na primeira divisão, eu estou abrindo mão dos dois meses de salário, sou um cara de palavra, não mantive o Vasco na primeira divisão, então não tenho direito de receber nada.

Agradecer o Vasco por ter tentado contribuir, dei meu máximo, infelizmente não consegui e agradeço o torcedor, funcionários e todos pelo carinho. Um grande abraço a todos e a vida continua. Com certeza, estarei de fora torcendo", disse Luxemburgo.

Futebol