PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2020

Quase rebaixado e adeus à Libertadores: Vasco e Corinthians ficam no 0 a 0

Do UOL, em São Paulo

21/02/2021 17h55Atualizada em 21/02/2021 20h45

Classificação e Jogos

O Vasco está muito perto de ser rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro pela quarta vez em sua história. Na tarde de hoje (21), na Neo Química Arena, o Cruz-maltino ficou no empate com o Corinthians por 0 a 0 e agora precisa de um verdadeiro milagre para seguir na elite do futebol nacional. O Timão, por sua vez, não consegue mais ir à próxima Copa Libertadores.

Agora com 38 pontos ganhos, os cariocas chegam na última rodada do Brasileirão precisando vencer o Goiás a todo custo. Além do triunfo, o Fluminense teria que vencer o Fortaleza. As equipes empatariam em pontos (41 cada), em número de vitórias (10 para cada lado) e a vaga na Série B seria decidida no saldo de gols.

Atualmente, o Vasco tem -20 e o Leão do Pici -8. Ou seja, a diferença é de 12 tentos. O Bahia, com 11 vitórias, não pode mais ser alcançado. A iminente queda seria a quarta do Vasco nas últimas 12 temporadas (o clube carioca caiu em 2008, 2013 e 2015).

Por outro lado, o Corinthians chegou a 50 pontos, mas não alcança mais o Santos. Com o empate com o Fluminense neste domingo, o Peixe foi a 54 e acabou com qualquer chance de o clube do Parque São Jorge ir para a Libertadores na última rodada.

Na última rodada, o Corinthians visita o Internacional, no Beira-Rio. Já o Vasco recebe o Goiás, em São Januário. As duas partidas, assim como todas as outras da 38ª rodada, acontecem na quinta-feira (25), às 21h30.

Gabriel e Fernando Miguel vão bem

Se era dúvida para o confronto de hoje, o camisa 5 do Corinthians reuniu condições para estar presente na Neo Química Arena e levemente se destacou, já que o nível técnico da partida foi bem baixo. Ele se apresentou ao ataque e dominou o setor do meio na hora em que os visitantes tinham a bola. Fernando Miguel, que apareceu bem em chutes de Fagner e Jô, também teve atuação satisfatória.

O pior: Léo Natel

O centroavante do Corinthians não foi feliz neste domingo. Quando acionado, errou quase tudo. A exemplo de um contra-ataque, no primeiro tempo, em que os donos da casa estiveram com cinco jogadores de ataque contra um defensor. Natel carregou, foi fominha, chutou muito mal e desperdiçou uma ótima oportunidade. Depois, ele deu lugar a Jô na etapa final.

Corinthians perde "lado direito" no primeiro tempo

Gustavo Mosquito sentiu o joelho pouco depois dos 30 minutos da etapa inicial e precisou deixar o duelo deste domingo de forma precoce. Gabriel Pereira entrou no lugar do camisa 19, que caiu no gramado e se lamentou muito por conta da contusão. Já perto dos acréscimos, Fagner pediu substituição (aparentemente, com dor muscular). Ele seguiu até o apito do árbitro e foi trocado no intervalo por Michel Macedo. Em 45 minutos, portanto, o Timão perdeu dois titulares importantes na temporada e seu "lado direito".

Criação do Corinthians não funciona

Escalado com Gabriel, Ramiro e Araos, o time de Vagner Mancini não mostrou repertório e praticamente não criou jogadas de ataque no primeiro tempo. A situação fez o técnico sacar Araos já na volta do intervalo, promovendo a entrada de Cazares, mas o cenário não mudou, nem mesmo com a troca de Vital para Otero. Lento, o Alvinegro não conseguiu balançar a rede adversária.

Vasco aguarda muito e quase não agride

A estratégia da equipe de Vanderlei Luxemburgo era clara no primeiro tempo: esperar os mandantes e partir em contra-ataque. Seja pela tensão do momento contra a queda, ou nível técnico baixo, o Vasco ficou muito acuado e ofereceu pouquíssimo perigo a Cássio. Na etapa final, as substituições animaram um pouco o Cruz-maltino, mas não foi o suficiente.

Cronologia do jogo

A melhor chance do primeiro tempo saiu dos pés de Fagner. Ele recebeu em profundidade e obrigou Fernando Miguel a espalmar. Na etapa final, ainda com o domínio, o Timão voltou a assustar com o outro lateral: Fábio Santos. O canhoto pegou sobra e a bola passou raspando a trave. Em seguida, aos 23, Carlinhos errou cruzamento e quase surpreendeu Cássio. A bola encobriu o goleiro e encontrou o travessão. Jô, nos minutos finais, bateu forte e Fernando Miguel novamente apareceu.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 0 X 0 VASCO

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Data: 21 de fevereiro de 2021
Horário: 16h
Árbitro: Anderson Daronco
Auxiliares: Rafael da Silva Alves e Michael Stanislau
VAR: Daniel Nobre Bins
Cartões amarelos: Fagner (Corinthians); Talles Magno, Marcos Júnior (Vasco)

CORINTHIANS
Cassio; Fagner (Michel Macedo), Jemerson, Gil, Fábio Santos; Gabriel, Ramiro, Araos (Cazares); Gustavo Mosquito (Gabriel Pereira), Mateus Vital (Otero) e Léo Natel (Jô). Técnico: Vagner Mancini.

VASCO
Fernando Miguel; Léo Matos, Ricardo Graça, Leandro Castan, Henrique; Bruno Gomes, Andrey (Juninho), Carlinhos (Marcos Júnior), Yago Pikachu (Gabriel Pec); Talles Magno (Ygor Catatau) e Germán Cano (Tiago Reis). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.