Rafael Reis

Rafael Reis

Siga nas redes
Reportagem

Gol só de perto: como joga Carlos Vinícius, possível reforço do Palmeiras?

Candidato a reforçar o Palmeiras na próxima temporada, Carlos Vinícius é um atacante bem diferente de todas as outras opções ofensivas que atualmente estão à disposição do técnico Abel Ferreira.

Ex-zagueiro que só virou centroavante na reta final da sua passagem pelas categorias de base do próprio clube paulista, o camisa 30 do Fulham é um jogador de muita imposição física, que sabe usar o corpo de 1,90 m e costas largas para ganhar duelos contra os defensores adversários e criar oportunidades de gol.

Em contrapartida, "Vinícius da Pose" (apelido recebido quando jogava em Portugal por conta da sua forma de comemorar gols) tem muito menos mobilidade e capacidade de conduzir a bola que Endrick, Rony, Artur e, mesmo, Flaco López.

Presença de área

Típico atacante que joga próximo do gol adversário, daqueles chamados de "camisa 9 das antigas", o possível reforço palmeirense marcou 24 vezes na soma das quatro últimas temporadas (por Tottenham, PSV Eindhoven e Fulham), desde que deixou o Benfica para tentar a sorte na prateleira mais alta da Europa.

Mas somente um desses gols foi marcado de fora da área. Todos os outros nasceram de finalizações de curta distância, a maioria delas de canhota (seu pé predominante), mas muitas também de direita.

É isso mesmo: apesar de bastante alto e bom no jogo aéreo (na primeira temporada pelo Tottenham, ganhou 47% dos duelos pelo alto que disputou), o centroavante brasileiro quase não faz gols de cabeça. Em compensação, dá muitas casquinhas, ou seja, usa as testadas para ajeitar a bola para seus companheiros darem sequência às jogadas.

Negócio pode sair?

Reserva no Fulham e normalmente usado apenas nos minutos finais das partidas da Premier League inglesa, o atacante de 28 anos tem sim interesse em mudar de clube na janela de janeiro e curte a ideia de um retorno ao Brasil.

Continua após a publicidade

No entanto, o Palmeiras não está sozinho na corrida para contratar Carlos Vinícius. O centroavante também foi sondado nos últimos meses por times de Espanha, Itália, Turquia, França e Alemanha.

De qualquer forma, o Fulham ainda não recebeu nenhuma proposta oficial pelo jogador. No começo da temporada passada, o clube londrino investiu 5 milhões de euros (R$ 26,8 milhões) na compra dos seus direitos econômicos.

Segundo o "Capology", site especializado em folhas salariais dos principais clubes do planeta, Carlos Vinícius recebe atualmente algo em torno de 2,1 milhões de libras anuais, o equivalente a um salário mensal de R$ 1 milhão aqui no Brasil.

Só depende dele

Atual campeão brasileiro, o Palmeiras depende apenas das suas próprias forças para conquistar o título nacional pelo segundo ano consecutivo.

A equipe alviverde tem os mesmos 63 pontos do Flamengo, mas possui uma confortável vantagem de nove gols de saldo para o vice-líder. É essa diferença no critério de desempate que coloca os comandados de Abel em vantagem na corrida pela taça.

Continua após a publicidade

O primeiro dos três compromissos que restam ao Palmeiras nesta edição da Série A será disputado hoje, contra o América-MG, a partir das 21h30 (de Brasília), no Allianz Parque. No domingo, o adversário é o Fluminense, novamente em casa. E, na quarta-feira da próxima semana, o time se despede da temporada frente ao Cruzeiro, em Belo Horizonte.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes