Infomoto

Infomoto

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
ReportagemCarros

Invasão indiana: como nova fábrica deve acelerar vinda de motos ao Brasil

Depois que o diretor executivo da Bajaj Auto, Rakesh Sharma, revelou os planos da gigante indiana em ter uma fábrica em Manaus (AM), a Bajaj do Brasil se pronunciou sobre o assunto. Segundo a subsidiária brasileira, a unidade fabril deve começar a operar no segundo semestre de 2024 com capacidade para produzir 20 mil motos por ano.

"A rápida expansão da nossa rede e os bons volumes entregues aliados ao feedback qualitativo dos atuais e potenciais consumidores foram fundamentais para encorajar a Bajaj Auto Limited a passar para a próxima etapa da nossa estratégia", afirmou Waldyr Ferreira, Country Manager da Bajaj do Brasil.

A planta será a primeira unidade produtiva da Bajaj fora da Índia e permitirá que a gigante indiana acelere os planos de expansão da rede de concessionárias no País.

Hoje, existem oito concessionárias Bajaj no Brasil: cinco no Estado de São Paulo, uma em Santa Catarina, outra no Rio de Janeiro e uma recém-inaugurada em Brasília (DF). Até o final do ano, a marca planeja abrir novas lojas em Belo Horizonte (MG) e Salvador (BA), e uma também na região Norte.

Novas motos da Bajaj

Em seu comunicado, a Bajaj do Brasil afirmou que a fábrica própria permitirá ampliar a linha de motocicletas da marca para o mercado brasileiro. Atualmente, a marca indiana comercializa três modelos no País: Dominar 160, Dominar 200 e Dominar 400. Até agora, a Bajaj já vendeu cerca de 2000 unidades, sendo a Dominar 400 o modelo de maior sucesso.

Com nova fábrica, Bajaj pode trazer novos modelos como a custom Avenger Street 160
Com nova fábrica, Bajaj pode trazer novos modelos como a custom Avenger Street 160 Imagem: Divulgação/Bajaj

As motos Bajaj, por enquanto, são montadas pela Dafra em Manaus. Como a fábrica da gigante indiana deve começar a funcionar só em 2024, até lá a montagem continuará sendo feita pela parceira.

"Temos uma parceria estratégica com a Dafra e esperamos continuar atuando em conjunto para complementar nossas próprias operações de montagem", reforçou o diretor-executivo da Bajaj Auto, Rakesh Sharma.

Continua após a publicidade

Entretanto, a parceria impõe limites de produção e dificulta o crescimento da marca. Afinal, regras do Polo Industrial de Manaus limitam a quantidade de motos que podem ser montadas mensalmente, de acordo com os processo produtivos executados.

Além disso, para trazer novos modelos, a Bajaj precisa encontrar "espaço" na linha de montagem da Dafra, que teve o melhor volume de produção dos últimos oito anos em junho passado. Afinal, além de montar seus próprios modelos, a Dafra produz motos da Bajaj, Ducati, KTM e Royal Enfield. Em resumo, para crescer no país, a gigante indiana teria mesmo que ter sua própria fábrica.

Dessa forma, como afirmou a subsidiária a brasileira, podem chegar novos modelos às lojas, como a custom Avenger 160 e a Dominar 250, que já estavam nos planos da marca. Outro modelo cotado é a Pulsar NS 250, uma moto street de 250 cc que viria para rivalizar com Yamaha Fazer 250 e Honda CB 300F Twister.

Scooter elétrica Chetak, que foi atração do estande da Bajaj no Festival Interlagos Motos 2023, também pode chegar ao País
Scooter elétrica Chetak, que foi atração do estande da Bajaj no Festival Interlagos Motos 2023, também pode chegar ao País Imagem: Divulgação

Recentemente, no Festival interlagos 2023, a Bajaj expôs a scooter elétrica Chetak. Segundo Waldyr Ferreira, a primeira moto elétrica da Bajaj também está nos planos da marca para o mercado brasileiro.

Além disso, o Brasil serviria também como base para o desenvolvimento de novos produtos para a América Latina. Afinal, Rakesh Sharma afirmou, no anúncio oficial da vinda da Bajaj ao País, que uma moto trail estaria nos planos da marca.

Continua após a publicidade

Como o chefão da Bajaj também revelou que a planta irá montar as motos KTM, também é provável que novos modelos da marca austríaca cheguem ao País. Entre os mais aguardados está a aventureira 390 Adventure, produzida pela Bajaj na Índia e que teria espaço no mercado nacional.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes