Infomoto

Infomoto

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
ReportagemCarros

Moto mais antiga do mundo pode voltar a ser vendida no Brasil; veja modelo

Fabricada pela Royal Enfield desde 1932, a Bullet é a moto mais antiga do mundo em produção, além de ser uma das mais famosas da marca anglo indiana. Como ainda usava um motor ultrapassado de 500 cc, que não atendia às normas de emissão de poluentes, a Bullet tinha tido sua venda interrompida em vários países, inclusive no Brasil. Mas isso deve mudar.

Afinal, hoje, a Royal Enfield apresentou uma nova Bullet, que ganhou o mesmo motor de outros modelos de 350 cc da marca. Trata-se do monocilíndrico de 349 cm³, que já equipa a Meteor e a Classic, ambas à venda no Brasil, e a Hunter, que deve chegar neste mês ao País.

O desempenho também é o mesmo: produz 20,2 cv de potência máxima a 6.750 rpm e 2,75 mkgf de torque a 4.000 giros. O câmbio tem cinco marchas com transmissão final por corrente.

Além do motor mais moderno, a nova Bullet 350 recebeu o mesmo quadro berço duplo de suas irmãs de 350 cc. A lendária Bullet, porém, manteve seu desenho clássico, com rodas raiadas, um grande banco único e painel sobre o farol.

As rodas raiadas, como na Classic, são de 19 polegadas, na dianteira, e 18, na traseira. A novidade, no caso da Bullet 350, é a adoção do freio a disco em ambas com sistema ABS, pelo menos, nas versões mais caras.

Bullet 350: conheça versões e o preço

A nova geração da Royal Enfield Bullet 350 chegará em breve às lojas da Índia em três versões. Embora todas usem o mesmo quadro e motor, diferenciam-se pelo acabamento e também pelo sistema de freios.

Nova Bullet 350 terá três versões, que se diferenciam pelo acabamento e pelo sistema de freios; preço parte de R$ 10.350, na Índia
Nova Bullet 350 terá três versões, que se diferenciam pelo acabamento e pelo sistema de freios; preço parte de R$ 10.350, na Índia Imagem: Divulgação

Com pintura sólida nas cores preta e vermelha, a Bullet 350 Military custa 173.562 rúpias (R$ 10.360). A versão de entrada usa freio a disco, na dianteira, porém tem tambor, na traseira, sem o sistema ABS.

Continua após a publicidade

Já a versão intermediária, batizada de Standard, usa freios a disco nas duas rodas com ABS de dois canais. Com pinturas marrom e preta, a Standard sai por 197.436 rúpias (cerca de R$ 11.800). Além dos freios, a versão Standard traz emblema em alto relevo e pintura pinstripe no tanque e rodas cromadas.

A versão topo de linha também conta com freios a disco e ABS, mas recebe pintura toda preta no motor e rodas. Chamada de Black Gold, tem pintura em preto fosco com detalhes dourados e custa 215.801 rúpias, o equivalente a R$ 12.845 na conversão direta.

Bullet 350 custa mais do que a Hunter, porém menos do que a Classic 350; modelo deve chegar ao Brasil só em 2024
Bullet 350 custa mais do que a Hunter, porém menos do que a Classic 350; modelo deve chegar ao Brasil só em 2024 Imagem: Divulgação

O posicionamento da nova Bullet 350 a coloca como a segunda moto mais barata da Royal Enfield, na Índia, com preço um pouco inferior à Classic 350. O modelo mais barato da marca indiana, contudo, continua sendo a Hunter 350, que chega ao Brasil agora em setembro.

Embora não tenha confirmado oficialmente a vinda da nova Bullet 350 para o País, tudo indica que o modelo deverá ser vendido aqui, como suas irmãs de 350 cc. A Royal Enfield Brasil tem seguido a estratégia de oferecer todo seu line-up no mercado nacional.

Dessa forma, espera-se que a lendária Bullet 350 chegue por aqui no segundo semestre de 2024. Até lá, além da Hunter 350, a marca deverá trazer a Super Meteor 650 para o nosso mercado.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes