PUBLICIDADE
Topo

Fefito

Zé Pedro terá bloco eletrônico e engajado para celebrar o feminino

Zé Pedro comandará bloco engajado - Divulgação
Zé Pedro comandará bloco engajado Imagem: Divulgação
Fefito

Fernando Oliveira, conhecido como Fefito, é formado em jornalismo e pós-graduado em direção editorial. Teve passagens pela IstoÉ Gente, Diário de S. Paulo, iG, R7. Atuou como apresentador do Estação Plural, da TV Brasil, Mulheres, da TV Gazeta, e Morning Show, da Jovem Pan.

05/02/2020 16h34

Resumo da notícia

  • DJ terá mulheres vítimas de violência na comissão de frente
  • Trio sairá no dia 29, no circuito da Hélio Pelegrino
  • Bloco vai misturar músicas brasileiras com batidas eletrônicas

Um dos maiores DJs da noite paulistana, Zé Pedro vai estar à frente de um bloco no Carnaval feito para celebrar o feminino. Marcado para o dia 29, entre 12h e 17h, no circuito da Hélio Pelegrino, o produtor musical pretende promover uma folia engajada - e divertida - com o "Eu Gosto de Ser Mulher". "Nunca essa frase ganhou tantos sentidos como aqui, em 2020. Quis fugir dessa pira de protagonismo, porque hoje em dia, com as redes sociais, todo mundo é protagonista. Quero celebrar o coletivo, chega de fazer coisas na primeira pessoa", conta o DJ, um dos maiores conhecedores do repertório musical feminino do país. "Já tenho uma gravadora só de cantoras, sempre vivi rodeado por mulheres."

O bloco terá uma comissão de frente formado por integrantes do projeto Apolônias, criado pelo dentista Fábio Bibancos com a ONG Turma do Bem, que recuperou o sorriso de mulheres vítimas de violência doméstica. "Acho importante falar do assunto, especialmente nesse momento em que temos um governo anti-mulher", afirma Zé Pedro, que pretende convidar algumas artistas para a brincadeira. "Quero mesmo um carro cheio de mulheres, sem compromisso com a fama. Claro que convidei algumas amigas, mas não é sobre isso, acho esse compromisso com ter alguém famoso cafona."

O repertório contará com a especialidade do DJ, que misturará músicas brasileiras com batidas eletrônicas. "Quero sentir o povo, fazer um Carnaval plural", diz ele, que se apresentará ainda com Jão e Banda Eva neste Carnaval.

A concentração de "Eu Gosto de Ser Mulher" acontecerá na avenida Hélio Pelegrino, a partir das 11:30. E importante: todos os gêneros são bem vindos. "Se existe salvação hoje, é o feminino que vai trazer. Queremos homens com almas femininas. Quando era criança, eu imitava a voz de cantoras e diziam que sofreria muito na vida sendo assim. Quero fazer o povo pensar."

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Fefito