Topo

O poder dos alimentos

Seu prato torna sua vida mais saudável


O poder dos alimentos

Tem comido demais nas festas? Veja alimentos que ajudam na digestão

Poder dos Alimentos
Imagem: Gabriela Sánchez/VivaBem

Bárbara Stefanelli

Colaboração para o UOL VivaBem

28/12/2018 04h00

São muitas opções tentadoras servidas nas festas de final de ano. E em meio a tantas delícias salgadas e doces, é comum "enfiar o pé na jaca" e depois ficar com a digestão lenta e pesada, por conta da quantidade de alimento ingerida. O excesso pode provocar azia, dificuldade de dormir e até vômitos, nos casos em que o corpo não dá conta de digerir tanta comida.

A ideia aqui não é se privar dos alimentos típicos das comemorações de fim de ano, mas, sim, saber o que facilita o processo digestivo e também como se alimentar no dia seguinte. Abaixo, listamos alimentos e líquidos que ajudam na digestão (e aqueles que dificultam), assim como algumas dicas do que você deve incluir nas próximas refeições para não sobrecarregar ainda mais estômago.

Para montar essa lista, o UOL VivaBem consultou Clarissa Hiwatashi Fujiwara, nutricionista do HC-FMUSP (Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo); Grazielle Lima, nutricionista e membro da diretoria do IBNF (Instituto Brasileiro de Nutrição Funcional); Sandra Lúcia Fernandes, nutróloga da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia) e Solange Leal, nutricionista do hospital Santa Cruz (SP).

Coloque no prato

iStock
Imagem: iStock

Abacaxi
Um dos sinais de que a digestão está difícil é aquela sensação de estar estufado. Nesses casos, o consumo de abacaxi é recomendado, pois a fruta contém bromelina, enzima que ajuda na digestão de proteínas e gorduras. Coma de uma a duas fatias na sobremesa. Outra dica é já deixar a carne de molho no suco de abacaxi, antes do preparo. Assim, ela fica bem macia e mais fácil de ser digerida.

Getty Images
Imagem: Getty Images

Mamão
Esta fruta também tem uma enzima que ajuda na digestão de proteínas, a papaína. O mamão ainda é rico em fibras, que ajudam no trânsito intestinal. Ameixa, laranja, goiaba e maçã são outras frutas ricas em fibras. Outra dica de ouro para não ficar com o estômago pesado: preste atenção na sua mastigação, pois a digestão começa já nesta etapa.

iStock
Imagem: iStock

Verduras folhosas
Durante a ceia, não esqueça de incluir os vegetais no prato. Eles dão aquela porção de fibra que você agradecerá no dia seguinte por ter ingerido, já que vão facilitar sua ida ao banheiro.

iStock
Imagem: iStock

Chás digestivos
O chá de hortelã é excelente para reduzir gases estomacais e acalmar o sistema digestivo, reduzindo a indigestão. Já o chá-verde contém catequinas que aumentam a atividade da pepsina que, por sua vez, faz a digestão de proteínas no estômago. Beba uma xícara de qualquer um deles, mas sem exageros, pois a ingestão de mais líquido pode deixá-lo ainda mais estufado.

iStock
Imagem: iStock

Gengibre
O gengibre reduz as náuseas e os vômitos e ainda regulariza o movimento gástrico. O chá de gengibre é rico em compostos fenólicos, como o gingerol e shagaol, e outros óleos voláteis que são digestivos, especialmente para refeições a base de carnes.

Getty Images
Imagem: Getty Images

Aveia
No dia seguinte, é hora de começar a desintoxicar o organismo. Se a refeição consumida na ceia foi muito calórica, rica em carboidratos e gorduras, é recomendado consumir, posteriormente, os alimentos que são ricos em fibras, que ajudam no trânsito intestinal. Aveia e grãos integrais, assim como as frutas e verduras, fazem esse papel.

Getty Images
Imagem: Getty Images

Água de coco e bebidas isotônicas
Se exagerou nas bebidas e comidas na ceia, o primeiro passo no dia seguinte é manter uma boa hidratação com água, água de coco ou bebidas isotônicas. Essas últimas, por serem mais completas e ricas em sódio, são boas especialmente para quem passou mal e chegou a vomitar ou está sem apetite.

Melhor evitar

iStock
Imagem: iStock

Carnes e alimentos gordurosos
Na ceia, evite fazer consumo excessivo das carnes típicas, já que elas são ricas em gordura, nutriente mais difícil de ser digerido pelo corpo. No dia seguinte, é esperado que a pessoa não repita o mesmo exagero e planeje refeições menores. Para não desperdiçar as carnes do dia anterior, uma dica é congelá-las. Veja quanto tempo cada alimento pode ficar congelado.

iStock
Imagem: iStock

Frituras
Rabanada? Melhor repensar... Além de serem fritas, também são ricas em carboidrato e açúcar. Ou seja, são uma "bomba" calórica para o estômago. Para facilitar a digestão, opte pelos alimentos assados ou in natura, já que a gordura das frituras dificulta da boa digestão.

iStock
Imagem: iStock

Doces
Se já exagerou no prato principal, deve escolher bem a sobremesa. Sirva-se de uma fatia de algum doce e dê preferência às frutas, como explicado acima. A ameixa, que é uma das frutas típicas do Natal, é conhecida por seus efeitos laxativos.

iStock
Imagem: iStock

Bebida alcoólica e refrigerante
Os líquidos, em geral, ao entrarem no estômago deixarão menos espaço para outros alimentos, causando estufamento. No entanto, álcool e refrigerante são ainda mais prejudiciais, pois irritam a parede do estômago e a mucosa gástrica --o que aumenta o tempo de digestão e esvaziamento do alimento.

VivaBem no Verão

O UOL VivaBem está no litoral paulista com o VivaBem no Verão. Um espaço com atividades para você se exercitar, mas também curtir e relaxar na entrada da Riviera de São Lourenço. Venha nos visitar!

Data: do dia 27 de dezembro de 2018 ao dia 03 de fevereiro de 2019, de quinta a domingo
Horário: das 16h às 00h
Endereço: Avenida da Riviera, ao lado do shopping, na praia de Riviera de São Lourenço
Entrada: gratuita

SIGA O UOL VIVABEM NAS REDES SOCIAIS
Facebook - Instagram - YouTube

Mais O poder dos alimentos