Topo

Alto Astral


Que livro dá 'match' com seu signo? Veja opções de best-sellers e clássicos

Dá para escolher um título que tenha mais a ver com sua personalidade - eclipse_images/iStock
Dá para escolher um título que tenha mais a ver com sua personalidade Imagem: eclipse_images/iStock

Claudia Dias

Colaboração para Universa

31/08/2019 04h00

Começou na sexta-feira, 30, a 19ª Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, evento que deve reunir mais de 600 mil amantes das letras na cidade carioca. De carona com a Bienal, pedimos indicações de livros clássicos e best-sellers, para cada signo do zodíaco.

Pedimos à astróloga por trás do blog Mundo da Lua, Débora Gregorino, que descrevesse os gostos e perfis das 12 casas astrológicas. O advogado Pedro Pacífico, responsável pelo perfil de indicações de leitura BookSter nas redes sociais, por sua vez, separou dicas de títulos que têm a ver com as preferências dos signos. Boa leitura!

Áries

Arianos preferem leituras dinâmicas ou histórias muito envolventes - fotyma/iStock
Arianos preferem leituras dinâmicas ou histórias muito envolventes
Imagem: fotyma/iStock

Quem nasce na casa de Áries não é muito persistente em relação à leitura. Se o assunto não o prende, logo o livro é deixado de lado. Mas tende a ser ótimo na leitura dinâmica. Para conseguir a sua atenção, a história precisa ser muito envolvente.

  • "Morte no Nilo", de Agatha Christie: famosa pelos seus livros investigativos e pelo personagem detetive Hercule Poirot, a autora é uma referência quando o assunto é livro que prenda o leitor, aguçando sua curiosidade com o que vai acontecer na sequência.
  • "Um estudo em vermelho", de Arthur Conan Doyle: esse é o primeiro livro em que o conhecidíssimo Sherlock Holmes entra em cena para tentar desvendar um caso. Suspense e mistério são os principais ingredientes desse clássico da literatura.

Touro

O nativo de Touro pode ser um leitor persistente, pois não gosta de desistir do que começa. Os temas favoritos têm a ver com finanças e empreendedorismo.

  • "O nome da rosa", de Umberto Eco: romance ambientado em um mosteiro beneditino durante a Idade Média, no século XII. Umberto Eco criou uma obra repleta de intrigas e jogos de poder, que podem ensinar muito para aqueles que têm espírito mais empreendedor.
  • "O homem mais rico da Babilônia", de George S. Clason: é um clássico do gênero de empreendedorismo. Partindo da experiência dos antigos babilônios, que viviam na cidade mais rica do seu tempo, o autor tenta traçar para o leitor lições sobre fracasso e sucesso financeiro, sem a pretensão de ensinar fórmulas mágicas.

Gêmeos

Quem é de Gêmeos pode ter facilidade para ler várias histórias ao mesmo tempo - Morsa Images/iStock
Quem é de Gêmeos pode ter facilidade para ler várias histórias ao mesmo tempo
Imagem: Morsa Images/iStock

O geminiano ama ler sobre qualquer assunto. Costuma acumular muitas obras, que ficam infinitamente à espera de sua atenção. Livros mais dinâmicos, com histórias que incitam a curiosidade, são finalizados em pouco tempo. Quase sempre, Gêmeos começa mais de um título por vez.

  • "Crônica de uma morte anunciada", de Gabriel García Márquez: Gabo é mestre em contar boas histórias. Neste livro, dinamismo é o que não falta quando se acompanha o dia de um personagem que já tem a sua morte anunciada desde o início da leitura.
  • "Ensaio sobre a cegueira", de José Saramago: livro um pouco mais denso, mas com uma narrativa muito bem construída, que envolve o leitor. É ótimo para equilibrar a leitura simultânea com a obra de Gabo.

Câncer

O leitor de Câncer é um tanto lento — e, às vezes, até meio preguiçoso. Autoajuda, histórias de família ou maternidade, assim como comédias românticas, são temas que o agradam bastante.

  • "Eterno marido", de Fiódor Dostoiévski: é um romance curto, mas que mostra bem a genialidade do autor russo em construir bons personagens. Narra a história de um viúvo que vai atrás do amante da ex-mulher. A história tem boas pitadas de humor.
  • "Travessuras da menina má", de Mario Vargas Llosa: nessa obra, é possível acompanhar uma relação cheia de paixão, mas repleta de encontros e desencontros entre os protagonistas.

Leão

Histórias de realeza, biografias de pessoas bem-sucedidas são os temas que mais atraem Leão, principalmente se retratarem o luxo e o sucesso. Os livros podem ser longos, pois sua capacidade de se envolver é enorme.

  • "Catarina, a grande - retrato de uma mulher", de Robert K. Massie: biografia de uma das mais poderosas personalidades femininas da história. Catarina governou o Império Russo por 34 anos e teve uma vida repleta de luxo, intrigas e guerras.
  • "O conde de Monte Cristo", de Alexandre Dumas: um dos romances mais consagrados da literatura mundial. Apresenta retrato magnífico da França do século XIX, repleta de personagens buscando enriquecer e escalar a pirâmide social.

Virgem

Quem é de Virgem sente necessidade de entender melhor os assuntos que o interessam. Aprecia os manuais, os livros de ordem prática, de estudos específicos e os que citam listas.

  • "Listas extraordinárias", de Shaun Usher: com um minucioso trabalho, o autor selecionou 125 listas organizadas por grandes personalidades, como Albert Einstein e Pablo Picasso. É um livro repleto de informações interessantes e construído de forma que todo virginiano vai adorar.
  • "Memórias da Segunda Guerra Mundial", de Winston Churchill: para quem gosta de história, não há como não se interessar pela obra escrita por um dos maiores políticos e líderes do mundo, abordando os principais acontecimentos da guerra.

Libra

O libriano é bastante orgulhoso por sua vasta cultura, alimentada com livros dos mais variados temas. O nativo de Libra é eclético e gosta de tudo um pouco, mas livros sobre arte ou moda fazem o seu coração bater mais forte.

  • "Kafka à beira-mar", de Haruki Murakami: uma das grandes apostas para o Prêmio Nobel de Literatura, as obras de Murakami são mundialmente conhecidas. Aqui, a mistura entre realidade e ficção é feita de forma surpreendente e inclui diversas referências culturais.
  • "A história da arte", de Ernst Gombrich: publicado em 1950, é um dos livros mais conhecidos sobre o assunto. Repleto de imagens sobre obras icônicas, o autor dá uma aula acessível e extremamente interessante para quem quer entender mais sobre as expressões artísticas ao longo do tempo.

Escorpião

Escorpião aprecia muito uma boa leitura e pode dispensar grande tempo à prática. Gosta de ir fundo nas coisas, o que não seria diferente com os livros. Ocultismo e mistério o atraem bastante, mas também tende a curtir dramas e tramas psicológicas.

  • "Ciranda de pedra", de Lygia Fagundes Telles: é um livro impactante e repleto de dramas. Nele, os conflitos familiares são acompanhados a partir de uma criança. A autora trata a condição do ser humano de forma bastante sensível.
  • "Ensaio sobre a cegueira", de José Saramago: o livro, que também funciona para os geminianos, é uma verdadeira trama psicológica e não há quem não se incomode com o cenário em que todos os seres humanos ficam cegos de uma hora para outra.

Sagitário

Na astrologia, Sagitário representa a literatura, por isso o nativo sabe citar grandes autores e reconhecer as obras mais valiosas. Gosta de ler sobre culturas diferentes e mergulha fundo em qualquer assunto que desperte seu interesse.

  • "As alegrias da maternidade", de Buchi Emecheta: com ele, o leitor consegue se colocar no lugar do outro, compreender e respeitar as diferenças. É convidado a enxergar as dificuldades de uma mãe, negra e pobre, que nasceu em uma tribo africana cheia de tradições e é enviada para morar em Abuja, capital da Nigéria. O choque de cultura é impressionante, assim como o sofrimento que reveste os dias da protagonista.
  • "Augustus", de John Williams: nessa obra, o autor norte-americano transporta o leitor para a fundação do Império Romano, mostrando a vida do imperador Augusto. É um romance que mescla pesquisa histórica extensa com intrigas políticas, sociais e familiares.

Capricórnio

O nativo de Capricórnio costuma se orgulhar da biblioteca particular, em que reúne obras antigas e raras. Gosta de livros grandes, que pode levar alguns meses ou anos para terminar. Política, evolução da sociedade e guerras são temas que lhe atraem.

  • "Guerra e paz", de Liev Tolstói: nas mais de 1.500 páginas, Tolstói narra a marcha das tropas napoleônicas do início do século XIX por meio da perspectiva de famílias aristocráticas russas.
  • "Sapiens - uma breve história da humanidade", de Yuval Harari: é um best-seller recente e uma aula interessante e rica sobre a evolução das sociedades e a condição do ser humano. É leitura necessária para se compreender o mundo.

Aquário

A mente do aquariano é capaz de absorver muitas informações ao mesmo tempo - lechatnoir/iStock
A mente do aquariano é capaz de absorver muitas informações ao mesmo tempo
Imagem: lechatnoir/iStock

Quem nasce sob influência da casa de Aquário consegue ler vários livros ao mesmo tempo, sem perder a conexão com nenhum deles. A sua mente é capaz de absorver muitas informações de uma só vez. Gosta de ficção científica e inteligência artificial.

  • "1984", de George Orwell: considerado um dos mais consagrados romances distópicos, em que se narra um futuro em que a sociedade não deu muito certo, é obra sempre atual e que impacta o leitor. Não há como ler sobre as condições da sociedade reproduzida por Orwell sem tentar traçar paralelos com os dias atuais.
  • "O conto da aia", de Margaret Atwood: outro romance distópico que aborda questões extremamente relevantes da sociedade. O livro apresenta um cenário em que as mulheres são as principais vítimas. A objetificação feminina é escancarada — cada uma deve cumprir sua função, cerceadas para demonstrar qualquer forma de resistência à ordem imposta.

Peixes

Uma das grandes paixões do pisciano é a literatura. Para ele, nada melhor do que poder viajar na imaginação com a ajuda de um bom livro. Os temas favoritos de Peixes variam muito, mas romance, espiritualidade e arte estão no topo da lista.

  • "Sidarta", de Hermann Hesse: é um romance sobre o ser humano, com uma forte temática de espiritualidade. O livro é curto, mas gigante no seu conteúdo.
  • "A insustentável leveza do ser", de Milan Kundera: com camadas filosóficas, Kundera construiu uma obra sensível, que envolve o leitor. São histórias de encontros e desencontros entre quatro personagens e que tem como pano de fundo a conflituosa invasão russa em Praga, durante a década de 60.

Alto Astral