Prefeitura de SP multa Luisa Sonza por show e a inscreve na dívida ativa

A prefeitura de São Paulo entrou na Justiça contra a cantora Luisa Sonza por ter feito um show na Avenida Paulista em dezembro de 2021.

De acordo com a Secretaria Municipal das Subprefeituras (SMSUB), por meio da Subprefeitura Sé, o evento contou com equipamentos de som, dançarinas e pedestais organizadores ao seu redor na via, fato que não foi autorizado.

"Por esta razão, a cantora foi multada em R$ 17.729,89, por não se enquadrar no Decreto 57.086/2016", disse a prefeitura a Splash.

A apresentação ocorreu em 21 de dezembro de 2021, para divulgar o disco "Doce 22". Sonza surpreendeu os pedestres que passeavam pela Avenida Paulista. A cantora se apresentou de graça, no meio da rua, com balé e tudo.

Por isso, a prefeitura inscreveu a empresa Luiza Sonza e Cia Ltda na dívida ativa municipal. Uma execução fiscal foi aberta na Justiça neste ano cobrando o pagamento, que, com juros, já supera os R$ 20 mil.

Splash não conseguiu contato com o staff de Luisa Sonza para comentar o processo e a inscrição na dívida ativa. O espaço segue aberto.

Em setembro, a artista voltou a se apresentar em São Paulo, desta vez no The Town, evento que ocorreu no Autódromo de Interlagos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes