PUBLICIDADE
Topo

Pantanal

Tudo sobre a novela da Globo


Ator de Pantanal já defendeu cloroquina e criticou vacina

Fernanda Talarico

De Splash, em São Paulo

22/06/2022 04h00

Guito, 38, fez sua estreia na televisão ao interpretar o peão violeiro Tibério em "Pantanal". Par romântico de Muda (Bella Campos), o personagem caiu nas graças do público e se tornou um queridinho entre os fãs da novela.

Antes de se jogar na carreira de ator, Guito não era famoso e usava as redes sociais para dizer suas opiniões, coisas que hoje, com os holofotes voltados para ele, não tem mais o costume de fazer.

Em publicações feitas em sua conta no Twitter, o ator fez críticas à vacinação contra a covid-19 e defesa da hidroxicloroquina. As vacinas são seguras e eficazes para a diminuição dos riscos de casos graves da doença, enquanto o medicamento não tem eficácia comprovada para o tratamento da covid-19 e é contraindicado pela Conitec (Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde).

Procurado por Splash, Guito afirmou que são "tweets antigos" e que por isso não vai comentar o conteúdo das publicações. A TV Globo também foi procurada e não vai se manifestar.

As publicações de Guito com críticas às vacinas contra a covid-19 datam de menos de um ano. Entre julho e agosto de 2021, o ator escreveu respostas em inglês, questionando a eficácia da vacinação, em tweets feitos por cientistas.

Em um post, ele diz: "As vacinas não retardam a transmissão? E este é o verdadeiro problema com estas vacinas?. Na verdade, elas ajudam na transmissão", escreve o ator que ainda pede para que as pessoas sigam outro pesquisador, Geert Vanden Bossche, um cientista belga que assustou a internet ao dizer que vacinas contra a covid-19 trazem malefícios à humanidade.

Guito Vacinas - Reprodução - Reprodução
Guito falou sobre vacinas no Twitter
Imagem: Reprodução

Em outra publicação, também em inglês, Guito escreve que a vacinação é medida para "salvar a si mesmo" e faz mal ao coletivo, o que vai no sentido contrário ao afirmado pelas sociedades médicas. Segundo a SBIm (Sociedade Brasileira de Imunizações), a vacinação não deve ser tratada como uma questão individual porque as doenças só são erradicadas quando a maioria da população está imunizada. Segundo o órgão, a cobertura ideal para qualquer imunização é de 95% da população — exceto para o HPV, que é de 80%.

Em maio de 2020, nos primeiros meses da pandemia, Guito compartilhou um gráfico com dados que induziam à ideia equivocada de que o uso de hidroxicloroquina — remédio amplamente defendido pelo presidente Jair Bolsonaro — ajudaria no combate à covid-19. Segundo o ator, a opção era a "melhor que existe" contra a doença, mas não era usada por causa de "politicagem".

O médico Ricardo Heinzelmann, diretor da SBMFC (Sociedade Brasileira de Médicos de Família e Comunidade), entidade que moveu ação recente contra a recomendação da hidroxicloroquina, afirma que, além de não trazer benefícios, a medicação acarreta riscos aos pacientes. "Essas medicações, além de não produzirem nenhum benefício, geram malefícios para os pacientes. E por isso são contraindicadas", afirma.

Na mesma época, o ator, ainda nos primeiros meses da pandemia, fez uma série de tweets se dizendo contra quem minimizou o vírus da covid-19 e falando sobre medidas que deveriam ter sido tomadas, como estocar testes e máscaras.

Em entrevista recente à Splash, concedida no início da exibição de "Pantanal", Guito contou que a pandemia interrompeu o sonho de cantar pelo Brasil em sua Rural. "Ela me quebrou, pois tive que cancelar shows. Então, eu vivi literalmente enchendo a minha Rural de produtos, de queijo, e fui vendendo de porta a porta, de cidade em cidade."

Política

Além das opiniões sobre a covid-19, Guito usa o Twitter também para se expressar politicamente. Em 2020, o artista respondeu ao ex-ministro da Educação Abraham Weintraub para defender a sua ideia de liberdade individual. Na visão do ator, que dizia discordar "pela primeira vez" do economista, o mesmo critério que justificava o uso livre da hidroxicloroquina deveria ser aplicado às drogas, como maconha e cocaína.

"Quer usar cloroquina, use! Quer usar maconha, use!", escreveu o ator em resposta a Weintraub.

Em outra publicação, Guito responde à deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP). Ele a compara com a congressista americana Alexandria Ocasio-Cortez, dizendo que não era possível "ter diálogo" com a parlamentar. Na publicação, o ator ainda fala que "Meu sonho é o mesmo que o seu, mas entre vc e Bolsonaro, meu medo é só ter ele pra esse sonho acontecer".

Em junho de 2020, Guito fez críticas à ex-presidente Dilma Rousseff (PT) pela criação da Comissão Nacional da Verdade. Respondendo a uma publicação do ex-ministro Aldo Rebelo (PDT), o ator afirmou que a comissão buscava "apagar a verdade" em relação à ditadura militar para "criar uma ideia".

A Comissão Nacional da Verdade foi criada para esclarecer os crimes cometidos durante a ditadura e auxiliar na busca por desaparecidos. Após ser procurado por Splash para comentar o caso, o ator excluiu este tweet da sua conta.

Guito falou que Dilma criou Bolsonaro  - Reprodução - Reprodução
Guito falou que Dilma criou Bolsonaro
Imagem: Reprodução


Juma diz a José Lucas que ainda não é mulher de Jove

José Leôncio vai à capela rezar. Juma diz a José Lucas que ainda não é mulher de Jove. Jove cancela a compra de sal grosso que José Leôncio fez. Marcelo não concorda com a forma de Tenório tratar os negócios. Irma incentiva Gustavo a ir em busca de sua felicidade. Tenório discute com Marcelo. Zefa pede a Maria Bruaca para assistir à moda de viola na fazenda de José Leôncio, em troca de não contar a Tenório que Alcides dormiu com a patroa. Marcelo pede desculpas ao pai. José Leôncio repreende Jove. Guta decide deixar o Pantanal, e se surpreende ao ver Marcelo chegar com Tenório.

Juma diz a José Lucas que ainda não é mulher de Jove

José Leôncio vai à capela rezar. Juma diz a José Lucas que ainda não é mulher de Jove. Jove cancela a compra de sal grosso que José Leôncio fez. Marcelo não concorda com a forma de Tenório tratar os negócios. Irma incentiva Gustavo a ir em busca de sua felicidade. Tenório discute com Marcelo. Zefa pede a Maria Bruaca para assistir à moda de viola na fazenda de José Leôncio, em troca de não contar a Tenório que Alcides dormiu com a patroa. Marcelo pede desculpas ao pai. José Leôncio repreende Jove. Guta decide deixar o Pantanal, e se surpreende ao ver Marcelo chegar com Tenório.

Juma diz a José Lucas que ainda não é mulher de Jove

José Leôncio vai à capela rezar. Juma diz a José Lucas que ainda não é mulher de Jove. Jove cancela a compra de sal grosso que José Leôncio fez. Marcelo não concorda com a forma de Tenório tratar os negócios. Irma incentiva Gustavo a ir em busca de sua felicidade. Tenório discute com Marcelo. Zefa pede a Maria Bruaca para assistir à moda de viola na fazenda de José Leôncio, em troca de não contar a Tenório que Alcides dormiu com a patroa. Marcelo pede desculpas ao pai. José Leôncio repreende Jove. Guta decide deixar o Pantanal, e se surpreende ao ver Marcelo chegar com Tenório.

Juma diz a José Lucas que ainda não é mulher de Jove

José Leôncio vai à capela rezar. Juma diz a José Lucas que ainda não é mulher de Jove. Jove cancela a compra de sal grosso que José Leôncio fez. Marcelo não concorda com a forma de Tenório tratar os negócios. Irma incentiva Gustavo a ir em busca de sua felicidade. Tenório discute com Marcelo. Zefa pede a Maria Bruaca para assistir à moda de viola na fazenda de José Leôncio, em troca de não contar a Tenório que Alcides dormiu com a patroa. Marcelo pede desculpas ao pai. José Leôncio repreende Jove. Guta decide deixar o Pantanal, e se surpreende ao ver Marcelo chegar com Tenório.

Juma diz a José Lucas que ainda não é mulher de Jove

José Leôncio vai à capela rezar. Juma diz a José Lucas que ainda não é mulher de Jove. Jove cancela a compra de sal grosso que José Leôncio fez. Marcelo não concorda com a forma de Tenório tratar os negócios. Irma incentiva Gustavo a ir em busca de sua felicidade. Tenório discute com Marcelo. Zefa pede a Maria Bruaca para assistir à moda de viola na fazenda de José Leôncio, em troca de não contar a Tenório que Alcides dormiu com a patroa. Marcelo pede desculpas ao pai. José Leôncio repreende Jove. Guta decide deixar o Pantanal, e se surpreende ao ver Marcelo chegar com Tenório.