PUBLICIDADE
Topo

Olimpíadas

Olimpíada de Tóquio: premiê do Japão nega rumor de cancelamento do evento

Teste das medidas de segurança dos organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 - REUTERS/Issei Kato
Teste das medidas de segurança dos organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 Imagem: REUTERS/Issei Kato

Do UOL, em São Paulo

22/01/2021 08h13

Um dia depois de o jornal The Times cravar que o governo japonês estava buscando maneiras de cancelar a Olimpíada e sediar o evento em 2032, o próprio primeiro-ministro do país, Yoshihide Suga, desmentiu o rumor na manhã de hoje.

Em uma sessão da câmara, o premiê se mostrou confiante na realização dos Jogos em Tóquio para o fim de julho deste ano - em 2020, o evento foi adiado em função da pandemia de coronavírus.

"Estou determinado a hospedar os jogos com segurança em julho, em estreita cooperação com organizações nacionais e internacionais", afirmou ele, sem detalhar os planos do governo.

Além de Suga, o vice-secretário-chefe de gabinete, Manabu Sakai, também negou as informações do jornal britânico, explicando que nenhuma decisão do tipo foi tomada internamente.

"Não há verdade nisso. É claro que devemos levar em consideração a situação no exterior e decidir se avançamos com o evento, mas até lá o governo central fará o que for preciso", disse ele em entrevista coletiva.

Olimpíadas