PUBLICIDADE
Topo

Olimpíadas

Jornal: Por covid, Japão acredita que Olimpíada em 2021 deve ser cancelada

Teste das medidas de segurança dos organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 - REUTERS/Issei Kato
Teste das medidas de segurança dos organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 Imagem: REUTERS/Issei Kato

Colaboração para o UOL, em São Paulo

21/01/2021 21h28

O Japão busca uma forma de cancelar os Jogos Olímpicos de Tóquio deste ano. Pelo menos é que garantiu nesta quinta-feira (21) o jornal inglês The Times. De acordo com a publicação, o governo japonês concluiu que há inviabilidade da realização do evento em meio à pandemia do coronavírus.

"Ninguém quer ser o primeiro a dizer isso, mas o consenso é que é muito difícil. Pessoalmente, não acho que isso vá acontecer", disse uma fonte anônima ao jornal.

Apesar disso, o país quer manter a possibilidade de sediar os Jogos futuramente. A intenção dos japoneses é receber o evento em 2032.

A informação vai na direção contrária das declarações de Thomas Bach, presidente do COI. Em entrevista ao jornal Kyodo News, ele garantiu a realização do evento em julho.

"Nós temos, neste momento, nenhuma razão para acreditar que os Jogos Olímpicos de Tóquio não começarão no dia 23 de julho no Estádio Olímpico de Tóquio. Isto é porque não há plano B e porque estamos totalmente comprometidos em fazer estes Jogos seguros e bem-sucedidos", declarou.

Nas últimas semanas, aumentaram os números de casos de covid-19 no mundo. Diversos países asiáticos vêm enfrentando restrições por conta do avanço da doença.

Após o adiamento no ano passado, a Olimpíada de Tóquio está prevista para ser realizada entre 23 de julho e 8 de agosto.

Olimpíadas