PUBLICIDADE
Topo

Olimpíadas

É 'improvável' realização dos Jogos de Tóquio, diz membro de Londres-2012

Centro Aquático dos Jogos Olímpicos de Tóquio - Divulgação
Centro Aquático dos Jogos Olímpicos de Tóquio Imagem: Divulgação

Londres, Inglaterra

20/01/2021 09h03

A celebração dos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021 parece "improvável", considerando-se que a pandemia de coronavírus continua paralisando grande parte do mundo - afirmou na terça-feira (19) Keith Mills, vice-presidente do comitê organizador dos Jogos de Londres 2012.

Mills acredita que, em decorrência da crise sanitária mundial, os organizadores japoneses podem considerar cancelar o evento.

Até o momento, porém, o Comitê Olímpico Internacional (COI) e o Comitê Olímpico Japonês continuam determinados a organizar os Jogos em julho-agosto deste ano.

Previsto para 2020, o evento foi adiado para 2021, devido à pandemia.

"Pessoalmente, de onde me encontro, vendo a epidemia no mundo, na América do Sul, na América do Norte, na África, na Europa, me parece improvável", disse Mills à rede BBC.

E, "se eu estivesse no lugar dos organizadores, faria planos para uma anulação, e tenho certeza que eles fazem", acrescentou.

O estado de emergência foi declarado em Tóquio e em outras regiões do Japão diante do ressurgimento do número de casos, e o apoio da opinião pública para a organização dos Jogos diminuiu, segundo as pesquisas.

Já o presidente da World Athletics, a federação internacional de atletismo, Sebastian Coe, acredita que os Jogos devem acontecer.

"Não acho que devam ser cancelados", afirmou, em entrevista à Sky News.

"Acho que os Jogos vão acontecer, mas serão diferentes", acrescentou.

Olimpíadas