PUBLICIDADE
Topo

Fluminense

No Fluminense, técnico Abel Braga terá jogadores que eram desejo antigo

Felipe Melo vestirá a camisa 52 em alusão ao título que o Fluminense considera como Mundial - Mailson Santana / Fluminense
Felipe Melo vestirá a camisa 52 em alusão ao título que o Fluminense considera como Mundial Imagem: Mailson Santana / Fluminense

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

18/12/2021 04h00

Técnico do Fluminense para a temporada 2022, Abel Braga terá, nas Laranjeiras, a oportunidade de trabalhar com alguns jogadores que eram desejo antigo do treinador, mas que ainda não havia conseguido comandar. São os casos do volante Felipe Melo e do atacante Willian Bigode.

Felipe Melo, que estava no Palmeiras, foi anunciado na última semana, sendo o primeiro reforço oficializado pelo Tricolor para o ano que vem. Já Willian Bigode, que também estava no Verdão, está acertado e depende apenas dos exames médicos para assinar.

O treinador tentou trabalhar com o volante em duas oportunidades anteriores. A primeira, foi quando colocou o nome à mesa para a diretoria do Flamengo, quando retornou à Gávea para a temporada de 2019. A movimentação nos bastidores foi revelada por ele em entrevista ao "ge", meses após a saída do Rubro-Negro. Já neste ano, tentou levar Felipe Melo ao Lugano, da Suiça, segundo o site "Goal", mas a negociação também não foi à frente.

"Quando tive a primeira conversa com o Bap [Luiz Eduardo Baptista, então vice-presidente de Relações Externas e membro do 'conselhinho' do futebol], falei que conseguiria mudar a cara do Flamengo com dois jogadores: Felipe Melo e Dedé. Depois, o Dedé ficou sem possibilidade, por causa da vinda do Arrascaeta, e o Felipe não tinha como sair do Palmeiras", disse, na ocasião.

No caso de Willian Bigode, Abel disse, em entrevista à Rádio Grenal, que já tinha vontade de trabalhar com o atacante "há muito tempo", em "vários clubes", mas as tratativas nunca se concretizaram de forma positiva.

Willian Bigode celebra após fazer o terceiro gol do Palmeiras no clássico contra o Santos, no Allianz Parque, pelo Brasileirão 2021 - Marcello Zambrana/Marcello Zambrana/AGIF - Marcello Zambrana/Marcello Zambrana/AGIF
Imagem: Marcello Zambrana/Marcello Zambrana/AGIF

"Willian parece que já está acertado. Eu queria esse jogador já há muito tempo, para falar a verdade (risos)... Para vários clubes, e nunca consegui. Tem dois jogadores, no Brasil, que eu queria ter, trabalhar imensamente há alguns anos, que é o Willian, e o outro é o Gilberto, atacante do Bahia", disse, ontem (17).

O atacante Gilberto também está no radar do clube das Laranjeiras. Em busca de um centroavante, a diretoria procurou o jogador, mas as negociações não chegaram a atingir novos patamares. Para o setor, a cúpula aguarda uma resposta do argentino Germán Cano, que deixou o Vasco recentemente, e de Ricardo Goulart, livre no mercado desde que deixou o Guangzhou Evergrande, da China.

Abel também apresentou os nomes de Patrick, do Internacional, e Rodinei, lateral-direito do Flamengo. No caso do primeiro, a negociação não promete ser fácil por dois motivos: o Colorado espera ter uma compensação "à altura" e a posição não é prioridade nas Laranjeiras. O ala, por sua vez, atravessa cenário diferente, mas não menos complicado, depende de conversas entre as diretorias.

Fluminense