PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Abel Braga é demitido de time da Suíça no dia de aniversário de 69 anos

Treinador, que estava no Lugano desde o fim de junho, teve seu contrato rescindido nesta madrugada - Lucas Mercon/Fluminense FC
Treinador, que estava no Lugano desde o fim de junho, teve seu contrato rescindido nesta madrugada Imagem: Lucas Mercon/Fluminense FC

Do UOL, em São Paulo

01/09/2021 08h29Atualizada em 01/09/2021 11h04

Abel Braga recebeu um presente indigesto no dia de seu aniversário de 69 anos. Isso porque o treinador foi demitido do Lugano, time suíço que disputa a 1ª divisão nacional, nesta madrugada.

Em nota, a equipe afirmou que, "após análise atenta da situação", optou pela saída do brasileiro com "efeitos imediatos". Os auxiliares Ricardo Colbachin e Leomir de Souza também tiveram seus contratos rescindidos, e o trio está livre no mercado da bola.

A passagem de Abel e sua comissão pelo Lugano durou cerca de dois meses. Eles foram anunciados em junho para iniciarem a temporada comandando a equipe.

No Campeonato Suíço, o começo de campanha do time é irregular: foram duas vitórias e duas derrotas até o momento - no último jogo, o Lugano foi derrotado pelo Sion por 3 a 2, com direito a gol no último minuto que desempatou a partida.

"O clube gostaria de agradecer a Abel, Ricardo e Leomir, cujo trabalho sempre foi muito profissional, pelo excelente trabalho realizado e pelo grande empenho. Ao mesmo tempo, e até ao anúncio do novo treinador, Mattia Croci Torti irá assegurar a gestão da primeira equipe interinamente", informou o Lugano em seu site.

Em nota enviada por sua assessoria de imprensa, Abel Braga disse que estava feliz com o trabalho que vinha sendo feito no clube. No entanto, um novo dono assumiu o time suíço e fez diversas mudanças no planejamento, o que desagradou o treinador brasileiro.

Confira a nota na íntegra:

"Justamente no dia em que completa 69 anos, Abel Braga acertou seu desligamento do Lugano. Desde que foi apresentado, no dia 30 de junho, o clube suíço mudou de dono três vezes. O atual mandatário optou por diversas alterações no departamento de futebol, entre elas a saída de alguns jogadores, o que desagradou Abel, que tinha contrato de um ano com opção de renovar por mais um.

"O projeto que me foi apresentado quando cheguei era muito bom, a cidade e o ambiente no clube são fantásticos, estava feliz com o trabalho, o time estava bem, evoluindo. Só que um novo dono assumiu e tudo mudou. Nosso grupo já era reduzido e jogadores importantes foram afastados. Até entendo a postura, mas não concordo. Certamente, inviabilizaria muito o que vinha sendo realizado. Fica aqui o meu agradecimento às pessoas que confiaram em mim e ao grupo de jogadores. Apesar da decepção de não poder levar adiante o que planejamos, só levarei as coisas boas daqui", disse Abel.

Abel voltava a comandar um clube europeu 20 anos depois, quando, em 2001, dirigiu o Olympique de Marseille, da França. Pelo Lugano, ele disputou apenas cinco partidas. Pelo Campeonato Suíço, foram duas vitórias e duas derrotas, deixando a equipe na sexta colocação, além de aplicar uma goleada de 7 a 1 pela Copa da Suíça. Deixam o clube com Abel os auxiliares Leomir de Souza e Ricardo Colbachin".

Futebol