PUBLICIDADE
Topo

Brasileiros pelo mundo: Casemiro vira artilheiro em jogo à la CR7 pelo Real

Casemiro, brasileiro da rodada - 20 de janeiro de 2020 - GABRIEL BOUYS / AFP
Casemiro, brasileiro da rodada - 20 de janeiro de 2020 Imagem: GABRIEL BOUYS / AFP

Do UOL, em São Paulo

20/01/2020 04h00

O nome brasileiro do final de semana de futebol pelo mundo joga na Espanha. Casemiro brilhou na vitória do Real Madrid contra o Sevilla por 2 a 1 sábado (18) com direito a dois gols marcados, carinho da torcida, abraço de Zidane e comparação a Cristiano Ronaldo.

Os jornais espanhóis colocaram Casemiro no patamar o antigo atacante do Real Madrid, o português Cristiano Ronaldo, dizendo que na partida ele "se disfarçou de CR7".

A rodada pelo mundo ainda teve uma improvável assistência do goleiro Alisson em Liverpool x Manchester United e os próprios companheiros de Casemiro no Real Madrid em destaque. Marcelo foi criticado pela atuação, enquanto Vinicius Júnior, que ainda tenta se firmar, foi bem.

Na Inglaterra, a rodada foi triste para Fernandinho, que fez gol contra, tirando a vitória do Manchester City sábado (18). Na França, Thiago Silva se destacou com uma assistência na vitória por 1 a 0 do PSG sobre o Loriente, pela Copa da França.

Casemiro (Real Madrid)

O brasileiro foi o nome do jogo contra o Sevilla marcando dois gols na partida. O atleta parecia até atacante de origem de tão à vontade que estava na área. O primeiro gol foi construído com ótimo passe de calcanhar de Jovic e terminou com Casemiro usando a força corporal para se impor e abrir o placar. Versátil, o brasileiro marcou de cabeça seu segundo gol e garantiu a vitória do Real Madrid.

No vestiário, Casemiro foi recebido com o carinho que merece e foi abraçado por todos os atletas. Até Zidane foi ao encontro do volante brasileiro para um abraço carinhoso.

Outro destaque foi para Vinícius Júnior. O jogador que tem tido dificuldades para se firmar no Real Madrid não marcou, mas se mostrou mais solto em campo contra o Sevilla e encarou por diversas vezes a defesa adversária com boas chances de gol. Recebeu aplausos no Santiago Bernabéu.

Marcelo (Real Madrid)

Marcelo - Juan Medina/Reuters - Juan Medina/Reuters
Imagem: Juan Medina/Reuters

Se por um lado Casemiro foi o nome do final de semana, a atuação de Marcelo na lateral esquerda do Real Madrid rendeu críticas. O jornal espanhol Mundo Deportivo chegou a publicar que o jogador estava disperso na partida e jogar em suas costas foi a principal chance do Sevilla no jogo.

Alisson (Liverpool)

O Liverpool fez mais uma grande partida e venceu o rival Manchester United por 2 a 0 ontem. Roberto Firmino fez ótimo jogo, apesar de não marcar, mas o brasileiro que roubou a cena, nos acréscimos, foi Alisson. O goleiro deu uma assistência perfeita para o gol de Salah no final do jogo.

Alisson repôs a bola rapidamente com um lançamento longo e endereço certo: Salah. O goleiro brasileiro deu o passe perfeito ao atacante, que balançou as redes. O passe empolgou tanto que Alisson atravessou o campo inteiro para dar um abraço especial no companheiro de equipe.

"A minha visão estava encoberta, eu só vi o Salah correr e a bola saiu perfeita. Ele finalizou muito bem e o mérito está na equipe para gente conseguir os três pontos. A sensação de dar assistência é boa, mas a maior felicidade é terminar com vitória e continuamos a corrida pelo título. Fui comemorar porque o jogo estava acabando. Eu gosto de me manter concentrado, mas o 2 a 0 finalizou a partida, logo depois o árbitro apitou o final", comentou Alisson à ESPN após a partida.

Thiago Silva (PSG)

O zagueiro foi um dos destaques da vitória magra do Paris Saint-Germain ontem sobre o Lorient, pela Copa da França. Com Neymar no banco, o defensor brasileiro se encarregou de dar a assistência do gol da vitória por 1 a 0, a dez minutos do fim. Avançado, o camisa 2 alçou a bola na cabeça de Sarabia, que desviou e abriu o placar. O gol salvador levou o PSG às quartas de final da competição nacional.

Fernandinho (Manchester City)

Fernandinho - Jason Cairnduff/Reuters - Jason Cairnduff/Reuters
Imagem: Jason Cairnduff/Reuters

O jogo era festivo para o Manchester City, afinal, foi aniversário de 49 anos de Pep Guardiola. Mas o que se viu em campo foi diferente. A equipe acabou empatando com o Crystal Palace no Campeonato Inglês graças a uma infelicidade de Fernandinho, que fez gol contra e determinou o 2 a 2.

O City havia saído atrás no placar, mas virou com dois gols de Sergio Agüero, aos 45 minutos do segundo tempo, em jogada rápida do adversário, o brasileiro acabou se posicionando no lugar errado e na hora errada e acabou empurrando a bola adversária para o fundo do próprio gol após cruzamento rasteiro.

Gabriel Martinelli (Arsenal)

Martinelli - Peter Nicholls/Reuters - Peter Nicholls/Reuters
Imagem: Peter Nicholls/Reuters

O brasileiro de 18 anos voltou a ser destaque pelo Arsenal no final de semana. O atacante revelado pelo Ituano deixou sua marca no empate em 1 a 1 contra o Sheffield United, mas o time não jogou bem e acabou saindo de campo com apenas um ponto.

No gol brasileiro, Gabriel Martinelli se posicionou muito bem na área para completar a jogada com categoria para o gol. O jogador ainda quase marcou em outras oportunidades.

Lucas Paquetá (Milan)

Paquetá - MArco Luzzani/Getty Images - MArco Luzzani/Getty Images
Imagem: MArco Luzzani/Getty Images

Lucas Paquetá não foi aproveitado e esquentou o banco de reservas do Milan mais uma vez ontem (19) na vitória da equipe contra a Udinese por 3 a 2. Na partida que marcou a volta de Ibrahimovic aos campos italianos. Paquetá viu tudo de fora. O inferno astral continua para o brasileiro, que amargou o terceiro jogo do Milan sem ser lembrado pelo técnico Pioli.

Futebol