PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Com Willian José, Betis supera grandes na Espanha e luta por Champions

O Betis, de Willian José, ocupa a terceira colocação no Campeonato Espanhol - Getty Images
O Betis, de Willian José, ocupa a terceira colocação no Campeonato Espanhol Imagem: Getty Images
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

20/01/2022 04h00

Dezesseis anos atrás, o Betis disputou pela primeira e última vez a Liga dos Campeões da Europa. Em uma chave que tinha Liverpool, Chelsea e Anderlecht, só conseguiu vencer duas partidas e foi eliminado na fase de grupos.

Só que essa história pode ganhar um novo capítulo na próxima temporada.

Com mais da metade do Campeonato Espanhol já disputada, o time alviverde tem tido um lugar cativo na zona de classificação para a Champions. Terceiro colocado, está atrás apenas de Real Madrid e Sevilla.

Atlético de Madri, Barcelona e Villarreal, clubes acostumados a fazer campanhas de destaque no cenário continental, estão atrás da equipe que tem o brasileiro Willian José como vice-artilheiro.

Escalado como titular na maioria dos jogos pelo técnico chileno Manuel Pellegrini, o ex-centroavante de São Paulo, Santos e Grêmio já marcou seis vezes nesta edição da La Liga. Dentro do elenco do Betis, apenas o ponta esquerda Juanmi (12 gols) balançou mais as redes.

Emprestado pela Real Sociedad ao Betis depois de um semestre decepcionante pelo Wolverhampton (fez só um golzinho), Willian José sente-se mais do que em casa no futebol espanhol.

Esta é a sétima temporada do atacante na terra do "tiki-taka". O camisa 12, que também já vestiu as camisas de Real Madrid (onde jogou mais pelo Castilla), Zaragoza e Las Palmas, é o nono maior artilheiro brasileiro da história da primeira divisão nacional.

Com 67 gols marcados na La Liga, Willian José está a um de igualar Neymar e a três de alcançar Ronaldinho Gaúcho. Quem lidera o ranking é Ronaldo Fenômeno, autor de 117 tentos por Barcelona e Real Madrid.

O bom momento do Betis e sua possível volta à Liga dos Campeões são reflexo do pesado investimento que a diretoria alviverde tem feito nas últimas temporadas para tentar colocar o clube em condições de brigar com o Sevilla pelo posto de quarta força espanhola.

Willian José conta com vários companheiros de clube que são conhecidos do grande público e já vestiram camisas de times do primeiro escalão europeu.

O principal deles é o meia-atacante Nabil Fekir, campeão da Copa do Mundo-2018 com a seleção francesa. Também defendem a equipe o goleiro chileno Claudio Bravo (ex-Barcelona e Manchester City), o lateral direito Héctor Bellerín (ex-Arsenal), o zagueiro Marc Bartra (ex-Barcelona e Borussia Dortmund) e o meia Sergio Canales (ex-Real Madrid)

Com 37 pontos conquistados até o momento, o Betis está 12 pontos atrás do Real Madrid, líder da liga espanhola. A vantagem para a Real Sociedad, quinta colocada e primeira equipe fora da zona de classificação para a Champions, é de quatro pontos, só que os bascos têm um jogo a menos.

O próximo compromisso do time de Willian José é a partida contra o Espanyol (11º), amanhã, em Barcelona. Os "verdiblancos" também estão vivos na Liga Europa e irão enfrentar o Zenit São Petersburgo, no próximo mês, pela primeira rodada dos mata-matas decisivos.

Artilheiros brasileiros no Campeonato Espanhol

1 - Ronaldo: 117 gols
2 - Waldo: 115 gols
3 - Rivaldo: 107 gols
4 - Bebeto: 86 gols
5 - Evaristo de Macedo: 82 gols
6 - Luís Fabiano: 72 gols
7 - Ronadinho Gaúcho: 70 gols
8 - Neymar: 68 gols
9 - Willian José: 67 gols
10 - Baltazar: 66 gols