PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

7 jogadores para seu time buscar por empréstimo na Europa em janeiro

Éverton Cebolinha tem sido reserva do Benfica e pode aquecer o mercado da bola - NurPhoto/NurPhoto via Getty Images
Éverton Cebolinha tem sido reserva do Benfica e pode aquecer o mercado da bola Imagem: NurPhoto/NurPhoto via Getty Images
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

27/10/2021 04h20

Andreas Pereira, destaque do Flamengo neste segundo semestre, ainda possui contrato com o Manchester United. Guilherme Arana e Gustavo Gómez, hoje intocáveis no Atlético-MG e no Palmeiras, respectivamente, também desembarcaram em seus clubes atuais primeiro por empréstimo depois de deixarem a desejar na Europa.

Boa parte dos reforços de peso contratados pelos maiores times brasileiros nos últimos anos seguem esse roteiro: são jogadores que não deram muito certo no Velho Continente e que retornam ao país com contratos curtos para recuperar a confiança e mostrar que ainda sabem jogar bola.

Por isso, o "Blog do Rafael Reis" elenca abaixo sete atletas da nação pentacampeã mundial que estão mandando mal no cenário europeu e que podem ser repatriados por empréstimo na janela de transferências de janeiro.

Quer algum deles no seu time de coração?

ÉVERTON CEBOLINHA
Meia-atacante
25 anos
Benfica (POR)

Quando deixou o Grêmio para jogar no Benfica, Cebolinha era considerado um dos jogadores mais talentosos do futebol brasileiro e tinha vaga cativa na seleção. Um ano e dois meses depois da transferência, o meia-atacante virou apenas um reserva aproveitado por Jorge Jesus apenas nos minutos finais das partidas do líder do Campeonato Português. Para piorar, o esquema tático do Benfica, que aboliu o uso de pontas, meio que impede que Éverton receba mais possibilidades e jogue com frequência como titular. Retornar ao Brasil, ainda que por empréstimo, pode ser a melhor oportunidade para o cearense recuperar seu futebol e, como ainda tem moral com Tite, conseguir novamente se destacar para jogar a Copa do Mundo-2022.

ARTHUR
Meia
25 anos
Juventus (ITA)

24.01.2021 - Arthur durante partida do Juventus contra o Bologna - DeFodi Images via Getty Images - DeFodi Images via Getty Images
Imagem: DeFodi Images via Getty Images

Outra cria do Grêmio, o meia também pode ter na volta ao Brasil a melhor chance para reconquistar um lugar na seleção e ir para o Qatar no fim do próximo ano. Tratado no passado como um jogador de classe diferenciada, Arthur vem emendando uma temporada catastrófica atrás da outra. Além de jogar mal, o camisa 5 teve problemas físicos e também questões disciplinares mal resolvidas no Barcelona e também na Juventus, seu clube atual. Caro demais para o mercado nacional, o meia só será repatriado caso a equipe italiana aceite continuar pagando uma parte bem expressiva do seu salário. Mas como Arthur é "queimado" com a torcida e não conta com muita confiança interna em Turim, essa não é uma possibilidade a ser descartada.

RAFINHA
Meia-atacante
28 anos
Paris Saint-Germain (FRA)

PSG tentou contratar Thiago antes de fechar com irmão Rafinha, diz Mazinho - Aurelien Meunier/Getty Images - Aurelien Meunier/Getty Images
Imagem: Aurelien Meunier/Getty Images

O irmão de Thiago Alcântara é outro que já não está bem na Europa há algum tempo. Depois de passagens frustrantes por Barcelona e Inter de Milão, o meia-atacante foi contratado pelo Paris Saint-Germain no começo da temporada passada... E quase ninguém entendeu o porquê. Rafinha tem um papel tão pequeno na capital francesa que nem foi inscrito na fase de grupos desta edição Liga dos Campeões. Ainda que não tenha muitas pretensões de jogar na seleção, o meia-atacante poderia assumir um papel de protagonismo e até se tornar ídolo de alguma torcida aqui no futebol brasileiro. Por isso, vale a pena pensar em vir jogar em sua terra-natal pela primeira vez na carreira.

MARCELO
Zagueiro
34 anos
Lyon (FRA)

Marcelo, zagueiro do Lyon, disputa bola no alto com Lewandowski, do Bayern de Munique - Miguel A. Lopes / POOL / AFP - Miguel A. Lopes / POOL / AFP
Imagem: Miguel A. Lopes / POOL / AFP

O veterano formado no Santos e que já disputou mais de 20 partidas de Champions na vida tinha uma carreira consolidada no Lyon e era titular absoluto da equipe até o começo desta temporada. Mas, em agosto, o clube anunciou que rebaixaria o brasileiro para sua equipe B por conta de um "comportamento inapropriado" com um colega de vestiário. Desde então, Marcelo vem disputando jogos na quarta divisão francesa para manter a forma. A menos que haja um acordo para que seu contrato (válido até 2023) seja rescindido nos próximos meses, é bem provável que o zagueiro seja emprestado a algum clube na próxima janela de transferências. Nessas, o Brasil pode pintar como uma possibilidade.

EVANILSON
Atacante
22 anos
Porto (POR)

Evanilson, jogador do Porto, de Portugal - Jose Manuel Alvarez/Quality Sport Images/Getty Images - Jose Manuel Alvarez/Quality Sport Images/Getty Images
Imagem: Jose Manuel Alvarez/Quality Sport Images/Getty Images

A história é uma velha conhecida dos torcedores brasileiros: um garoto bom de bola se destaca no nosso futebol e rapidamente é vendido para um clube europeu. Chegando lá, amarga uma, duas ou até três temporadas no banco de reservas e retorna ao Brasil para ser o craque de algum time. Tirando a última parte, esse é o enredo momentâneo da carreira de Evanilson. O ex-atacante do Fluminense está no Porto desde 2020 e ainda não conseguiu espaço como titular. O camisa 30 até tem feito uns golzinhos, mas normalmente em competições menos expressivas, como a Taça de Portugal, quando o técnico Sérgio Conceição costuma levar a campo uma equipe alternativa.

WILLIAM
Lateral direito
26 anos
Wolfsburg (ALE)

William, ex-Internacional, é jogador do Wolfsburg, da Alemanha - Peter Steffen/picture alliance via Getty Images - Peter Steffen/picture alliance via Getty Images
Imagem: Peter Steffen/picture alliance via Getty Images

O medalhista de ouro dos Jogos Olímpicos do Rio-2016 foi rebaixado com o Schalke 04 à segunda divisão do Campeonato Alemão e, após o encerramento do empréstimo, retornou para o esquecimento no Wolfsburg. Na atual temporada, William não foi inscrito na Champions e nem relacionado para nenhuma partida da Bundesliga. Totalmente fora dos planos do Wolfsburg, tem tudo para mudar de clube na janela de janeiro. A única dúvida é se terá o contrato rescindido ou se será emprestado para outra agremiação até o fim do seu vínculo atual, que termina no meio do ano.

ROBSON BAMBU
Zagueiro
23 anos
Nice (FRA)

Robson Bambu (Nice) - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Campeão da Copa do Brasil de 2019 com o Athletico-PR, o brasileiro até chegou a ser titular do miolo de zaga do Nice em parte da temporada passada. Mas, desde março, Robson simplesmente parou de ter oportunidades. E, na atual temporada, o defensor só foi relacionado para o banco de reservas em duas partidas (nos outros compromissos, assistiu aos jogos das arquibancadas ou da sala de sua casa). Na última janela de transferências, o Flamengo chegou a cogitar seu empréstimo, mas o negócio não evoluiu. Na virada do ano, há uma boa possibilidade de outros clubes brasileiros também tentarem repatriá-lo.