PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Ex-Atlético vira "melhor zagueiro da Itália" e entra na mira de gigantes

Bremer tem se destacado com a camisa do Torino no Campeonato Italiano - NurPhoto/NurPhoto via Getty Images
Bremer tem se destacado com a camisa do Torino no Campeonato Italiano Imagem: NurPhoto/NurPhoto via Getty Images
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

25/10/2021 04h00

A Itália é reconhecida no cenário internacional do futebol como a nação que produz os melhores zagueiros do mundo. Os dois titulares da sua seleção, Giorgio Chiellini e Leonardo Bonucci, estão entre os 30 indicados da Bola de Ouro. E, em um passado nem tão distante assim, houve Fabio Cannavaro, Alessandro Nesta, Paolo Maldini...

Mas o melhor defensor deste começo de temporada 2021/2022 do Campeonato Italiano não nasceu e nem aprendeu a marcar na Bota. Ele nasceu no interior da Bahia, passou pelas categorias de base do São Paulo e se profissionalizou no Atlético-MG.

De acordo com o site "WhoScored?", que transforma as estatísticas do que acontece dentro de campo em notas que avaliam o desempenho de cada jogador nas principais competições do futebol mundial, o brasileiro Bremer é o zagueiro número um do Calcio no momento.

Segundo a plataforma, o camisa 3 do Torino tem nota 7,36 nesta temporada, contra 7,30 do malinês Kalidou Koulibaly, do Napoli, que ocupa a segunda colocação dentre os jogadores da posição.

Os badalados zagueiros da Juventus estão bem distantes do desempenho de Bremer. Bonucci tem média 6,75. Chiellini, 6,67. E nem mesmo o holandês Matthis de Ligt, que tem feito uma temporada um pouco melhor que seus companheiros (6,82), consegue fazer frente ao baiano.

O zagueiro de 24 anos deixou o Brasil bem cedo. Ele estreou pelo time principal do Atlético-MG em junho de 2017 e foi negociado com o Torino um ano (e menos de 40 partidas) mais tarde.

Os 5,8 milhões de euros (R$ 38,2 milhões) investidos pela equipe italiana foram rapidamente justificados. Mesmo muito jovem, já recebeu suas primeiras oportunidades na temporada de estreia do Calcio. No segundo ano, assumiu a titularidade e não saiu mais do time.

Bremer chegou a ser cotado para defender a seleção olímpica, mas acabou ficando de fora da convocação para a disputa dos Jogos de Tóquio-2020. Mesmo assim, chegou a ser apontado como candidato a reforçar a zaga do Liverpool na última janela de transferências.

Com o sucesso do zagueiro brasileiro nesta temporada, o número de interessados em tirá-lo do Torino só tem aumentado. De acordo com o jornal "Daily Mail", os Reds continuam na briga para contratá-lo, mas agora têm companhia de Juventus, Inter de Milão e Milan.

Enquanto continua em seu primeiro (e, pelo menos até agora, único) clube na Europa, Bremer vem emendando uma boa atuação atrás da outra. Segundo o "WhoScored", ele é o jogador que mais recupera bolas no Italiano (5,1 por partida) e o terceiro que mais vence duelos pelo alto (4,1 a cada jogo disputado).

Depois de lutar contra o rebaixamento nas duas últimas temporadas, o Torino vem fazendo uma campanha bem mais tranquila em 2021/2022. A equipe grená ocupa a 11ª colocação do Calcio, com 11 pontos conquistados em nove rodadas, e já abriu cinco de vantagem para o grupo do descenso.

O próximo compromisso de Bremer e companhia está marcado para amanhã (26), contra o Milan, que tem disputado ponto a ponto com o Napoli a liderança da competição. A partida será disputada no San Siro, em Milão.