PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Só Neymar coloca Brasil no top 10 dos atacantes mais caros da história

Só Neymar coloca Brasil no ranking de atacantes mais caros da história do mercado da bola - Divulgação
Só Neymar coloca Brasil no ranking de atacantes mais caros da história do mercado da bola Imagem: Divulgação
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

16/09/2021 04h20

Os atacantes são os jogadores mais valorizados do futebol mundial. Afinal, são eles que normalmente fazem os gols, decidem a maioria das partidas e mais mobilizam a paixão de torcedores que gastam uma bela grana em função dos seus ídolos.

Não à toa, todos os dez homens de frente mais caros da história já protagonizaram, ao longo da carreira, pelo menos uma transferência que rompeu a barreira dos 100 milhões de euros (cerca de R$ 620 milhões).

Mas somente um deles conseguiu superar uma outra marca "redonda", a dos 200 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão): Neymar.

Só que o jogador de futebol mais caro de todos os tempos, que custou 222 milhões de euros (R$ 1,4 bilhão) ao Paris Saint-Germain, é também o único brasileiro no top 10 dos atacantes que protagonizaram as maiores transações já vistas.

O resto do pódio é ocupado por dois franceses: Kylian Mbappé, seu companheiro no PSG, que custou 180 milhões de euros (R$ 1,1 bilhão), e Ousmane Dembélé, que foi para o Barcelona como substituto de Neymar em um negócio de 135 milhões de euros (R$ 837 milhões).

Após o camisa 10 do PSG e da seleção de Tite, o atacante brasileiro mais caro da história é Hulk, hoje no Atlético-MG, que foi em 2017 para o Shanghai SIPG, da China em negócio que movimentou 55,8 milhões de euros (R$ 346 milhões). Essa é apenas a 35ª maior transação já registrada de um jogador da posição.

O top 10 dos pontas e centroavantes mais caros que o futebol já viu conta com duas transferências que acabaram de sair do forno, ou seja, que foram fechadas na última janela de transferências.

O inglês Jack Grealish se tornou a contratação mais cara da história da Premier League ao ir para o Manchester City por 117,5 milhões de euros (R$ 728,4 milhões). De quebra, assumiu a sexta posição no ranking. Já o belga Romelu Lukaku, reforço de 115 milhões de euros (R$ 713 milhões) do Chelsea, aparece em oitavo.

A França é o país mais representado da lista. Dos dez atacantes mais caros de todos os tempos, três fazem parte do elenco da seleção que conquistou o título da última Copa do Mundo: Mbappé, Dembélé e Antoine Griezmann.

O top 10 conta ainda com dois portugueses (Cristiano Ronaldo e João Félix) e dois belgas (Lukaku e Eden Hazard). Brasil, Inglaterra (Grealish) e Gales (Gareth Bale) têm um nome cada no ranking.

Sete clubes diferentes foram responsáveis pelas contratações desses dez atletas. PSG, Barcelona e Real Madrid protagonizaram duas transferências cada. Atlético de Madri, Manchester City, Chelsea e Juventus fizeram um negócio e também aparecem na lista.

Os 10 atacantes mais caros da história

1 - Neymar (BRA, Paris Saint-Germain, 2017) - 222 milhões de euros
2 - Kylian Mbappé (FRA, Paris Saint-Germain, 2018) - 180 milhões de euros
3 - Ousmane Dembélé (FRA, Barcelona, 2017) - 135 milhões de euros
4 - João Félix (POR, Atlético de Madri, 2019) - 127,2 milhões de euros
5 - Antoine Griezmann (FRA, Barcelona, 2019) - 120 milhões de euros
6 - Jack Grealish (ING, Manchester City, 2021) - 117,5 milhões de euros
7 - Cristiano Ronaldo (POR, Juventus, 2018) - 117 milhões de euros
8 - Eden Hazard (BEL, Real Madrid, 2019) - 115 milhões de euros
Romelu Lukaku (BEL, Chelsea, 2017) - 115 milhões de euros
10 - Gareth Bale (GAL, Real Madrid, 2013) - 101 milhões de euros

Fonte: Transfermarkt