PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

7 estrangeiros desempregados para seu time contratar antes do fim da janela

O Feyenoord foi o último clube de Lucas Pratto, que está livre no mercado da bola - Getty Images
O Feyenoord foi o último clube de Lucas Pratto, que está livre no mercado da bola Imagem: Getty Images
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

26/08/2021 04h00

Você acha que seu time de coração ainda precisa de novos jogadores para ser competitivo nesta reta final de temporada brasileira? É bom então meter o pé no acelerador para descolar reforços até o começo da próxima semana.

Afinal, a janela de transferências de jogadores que estão no exterior (aqueles que têm mais possibilidade de fazer diferença) para clubes brasileiros termina na segunda-feira, dia 30 de agosto.

Pensando nisso, o "Blog do Rafael Reis" apresenta abaixo sete opções de atletas sul-americanos que estão sem contrato e totalmente disponíveis para desembarcar rapidamente no Brasil.

LUCAS PRATTO
Atacante
33 anos
Argentino

Um dos estrangeiros que mais fizeram sucesso no futebol brasileiro na década passada, o centroavante argentino marcou época no Atlético-MG, passou pelo São Paulo e até foi cotado para defender a seleção canarinho. Depois de deixar o país, Pratto jogou durante três anos no River Plate e, em janeiro, cruzou o Atlântico para defender o Feyenoord. Só que o argentino deixou a desejar na Holanda: disputou só oito partidas e não fez nenhum golzinho. Por isso, não teve seu contrato renovado. De volta à América do Sul, o centroavante deve assinar com algum clube poderoso do nosso continente. Segundo diferentes veículos da imprensa argentina, o favorito é o Vélez Sarsfield.

MARTÍN CÁCERES
Zagueiro
34 anos
Uruguaio

Martin Caceres, da seleção do Uruguai, é marcado por Roman Zobnin e Alexey Miranchuk, da Rússia - Maddie Meyer/Getty Images - Maddie Meyer/Getty Images
Imagem: Maddie Meyer/Getty Images

O polivalente defensor, que disputou três edições de Copa do Mundo e está na Europa há 14 anos, é um velho desejo dos clubes brasileiros. No passado, Flamengo, Botafogo e Internacional já cogitaram sua contratação. Atualmente, é o Santos quem tem sido apontado como seu possível destino. Depois de enfrentar muitos problemas físicos, Cáceres recuperou a boa forma e disputou 61 partidas na soma das duas últimas temporadas pela Fiorentina. Mesmo assim, acabou sendo liberado pelo time italiano. Quem sabe o momento de jogar no Brasil não tenha finalmente chegado para o uruguaio?

SERGIO ROMERO
Goleiro
34 anos
Argentino

 O goleiro argentino Sergio Romero atualmente está entre os reservas do Manchester United - Catherine Ivill/Pool via REUTERS - Catherine Ivill/Pool via REUTERS
Imagem: Catherine Ivill/Pool via REUTERS

Goleiro com experiência de duas Copas do Mundo (e direito à participação na final do Brasil-2014), o argentino passou seis temporadas um tanto quanto esquecido no banco do Manchester United e não disputa uma partida oficial desde agosto de 2020. Mesmo com um longo período de inatividade, Romero não deve ter dificuldades para descolar uma vaguinha de reserva em um time de médio porte da Europa. Agora, se quiser voltar a experimentar uma rotina de partidas consecutivas, o melhor caminho é mesmo retornar para o futebol sul-americano. Mesmo instável, Romero pode ser uma boa opção para clubes brasileiros que precisam tornar o elenco mais experiente.

JOSÉ IZQUIERDO
Meia-atacante
29 anos
Colombiano

Hiroki Sakai, do Japão, divide com Jose Izquierdo, da Colômbia, na Copa do Mundo - Jason Cairnduff/Reuters - Jason Cairnduff/Reuters
Imagem: Jason Cairnduff/Reuters

Não é todo dia que os clubes brasileiros têm a oportunidade de entrar na briga por um jogador acostumado a disputar a Premier League inglesa. Pois Izquierdo disputou 48 partidas do campeonato nacional mais badalado do planeta desde 2017 pelo Brighton. Como perdeu espaço nas últimas temporadas, o habilidoso ponta colombiano acabou deixando o clube em junho, quando seu contrato chegou ao fim. O meia-atacante até está na mira de algumas equipes europeias, como Brugge (BEL) e Panathinaikos (GRE), mas seus ganhos não ficam fora da realidade dos clubes mais poderosos do Brasil. Ou seja, Izquierdo é um alvo possível.

PABLO GALDAMES
Volante
24 anos
Chileno

Pablo Galdames (Vélez) - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Um dos poucos bons nomes da nova geração chilena, o meio-campista passou as últimas três temporadas no Vélez Sarsfield e disputou no meio do ano a Copa América. É até difícil entender como um jogador de tão bom nível técnico e ainda bastante jovem acabou ficando sem contrato e livre para negociar o seu próprio destino. Volante moderno, de boa técnica, que aprecia o passe, gosta de se lançar ao ataque e se arrisca nas cobranças de falta, Galdames cairia bem no elenco de qualquer clube brasileiro. No exterior, ele tem propostas da Itália (Salernitana) e da Turquia (Galatasaray).

MATEO MUSACCHIO
Zagueiro
30 anos
Argentino

Musacchio, zagueiro do Milan - Marco Bertorello/AFP - Marco Bertorello/AFP
Imagem: Marco Bertorello/AFP

Apesar de só ter disputado seis partidas pela seleção principal da Argentina, o zagueiro está mais do que acostumado a atuar no primeiro escalão da Europa. Musacchio jogou durante sete temporadas no Villarreal, passou quatro anos no Milan e vestiu a camisa da Lazio nos últimos 12 meses. Bom com a bola no pé e ainda relativamente jovem para um jogador da sua posição, ainda tem bastante lenha para queimar no futebol sul-americano. E uma proposta de um clube de ponta de tabela daqui com certeza seria melhor do que jogar no Rayo Vallecano ou na Salernitana, times europeus com quem tem conversado desde que ficou desempregado.

GASTÓN RAMÍREZ
Meia-atacante
30 anos
Uruguai

Gastón Ramírez, meia-atacante da Sampdoria, em jogo contra a Lazio - Divulgação/Sampdoria - Divulgação/Sampdoria
Imagem: Divulgação/Sampdoria

Flamengo, Grêmio, Corinthians, Santos... Vários foram os clubes brasileiros especulados nos últimos meses como destino desse meia-atacante uruguaio que está desde 2010 na Europa. Ao longo dessas últimas 11 temporadas, Ramírez passou por clubes de Itália (Bologna e Sampdoria) e Inglaterra (Southampton, Hull City e Middlesbrough). A longa estadia no exterior também lhe rendeu 43 partidas pela seleção e a convocação para a Copa do Mundo-2014. Apesar de originalmente ser um camisa 10, daqueles que gostam de se posicionar atrás dos atacantes, o jogador também pode atuar pelos lados do campo, ainda que não tenha tanta velocidade para desempenhar esse papel.