PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Nova temporada da Champions já tem W.O. por Covid e gols brasileiros

Jogadores do Ludogorets, da Bulgária, comemoram gol na fase preliminar da Champions - Divulgação
Jogadores do Ludogorets, da Bulgária, comemoram gol na fase preliminar da Champions Imagem: Divulgação
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

25/08/2020 04h20

Dois dias depois de o Bayern de Munique derrotar o Paris Saint-Germain e conquistar pela sexta vez o título da Liga dos Campeões da Europa, a principal competição interclubes do planeta já terá bola rolando novamente.

Entre hoje (25) e amanhã, serão disputadas 12 partidas válidas pela segunda rodada da fase preliminar da temporada 2020/2021 do torneio. E algumas equipes tradicionais, como Estrela Vermelha - campeão continental de 1991 -, Besiktas, Dínamo de Zagreb e Celtic irão a campo.

Eles estão entre os 53 clubes que, por meio de uma sequência de mata-matas que teve início lá no dia 8 de agosto, disputam as últimas seis vagas na fase de grupos da Champions, aquela que reúne os times mais poderosos e os principais craques da competição.

Até o momento, já foram jogadas 18 partidas dessas etapas preliminares. Países como Suécia, Geórgia, Finlândia, Gales e Islândia viram seus campeões nacionais serem derrotados e ficaram sem representação.

Dois jogos foram cancelados por causa de infecções por Covid-19. O Drita, do Kosovo, perdeu por W.O. para o Linfield, da Irlanda do Norte, porque dois dos seus jogadores testaram positivo para coronavírus e o elenco inteiro do time precisou ser posto em quarentena para atender o protocolo da Suíça, país que receberia o confronto.

Algo semelhante aconteceu no encontro entre KÍ, das Ilhas Faroe, e Slovan Bratislava, da Eslováquia, que seria disputado na semana passada. Todo o elenco da equipe eslovaca foi posto em quarentena depois que um integrante da sua delegação teve o coronavírus diagnosticado nos exames pré-jogo.

Para não ser eliminado da Champions sem nem ir a campo, o Slovan Bratislava enviou às Ilhas Faroe um grupo de jogadores de suas categorias de base. Mas esse segundo elenco também registrou um caso positivo de Covid-19 e teve que seguir para o isolamento.

No sábado, a Uefa anunciou que não há mais datas para a realização da partida. Com isso, os eslovacos serão eliminados, e o KÍ passará para a próxima fase dessa espécie de "eliminatórias" do torneio continental.

Nas 18 partidas jogadas até o momento, foram marcados 57 gols (média de 3,16 por partida). Desses, apenas dois foram anotados por jogadores brasileiros.

O meia Cauly, que fez carreira no futebol alemão, fez um dos gols da vitória por 3 a 1 do Ludogorets, da Bulgária, sobre o Buducnost Podgorica, de Montenegro. Já o atacante Thiago, que defendeu as cores do Coritiba e atuou em times pequenos do Rio de Janeiro, resolveu o 1 a 0 do Omonia, do Chipre, sobre o Ararat, da Armênia.

Devido à pandemia, o calendário da Champions 2020/2021 foi atrasado em pouco mais de um mês. A fase de grupos, que normalmente começa na primeira quinzena de setembro, só terá seu pontapé inicial no dia 20 de outubro.

Se não acontecer nenhuma nova alteração no cronograma, o sucessor do Bayern de Munique no posto de melhor time da Europa será conhecido em 29 de maio do próximo ano. A decisão será jogada no estádio Olímpico Atatürk, em Istambul (Turquia), que originalmente seria o palco da final da recém-encerrada temporada da competição.

A 2ª rodada da fase preliminar da Champions

Hoje
Tirana (ALB) x Estrela Vermelha (SER)
PAOK (GRE) x Besiktas (TUR)

Amanhã
Cluj (ROM) x Dínamo Zagreb (CRO)
Celtic (ESC) x Ferencváros (HUN)
Süduva (LIT) x Maccabi Tel Aviv (ISR)
Legia Varsóvia (POL) x Omonia (CHP)
Celje (ESL) x Molde (NOR)
Ludogorets (BUL) x Midtjylland (DIN)
Dínamo Brest (BLR) x Sarajevo (BOS)
Qarabag (AZE) x Sheriff Tiraspol (MOL)
AZ Alkmaar (HOL) x Viktoria Pilsen (TCH)
Lokomotiva (CRO) x Rapid Viena (AUT)