PUBLICIDADE
Topo

NBB divulga tabela do primeiro turno com jogos em apenas quatro cidades

Georginho é o grande nome do time de basquete do São Paulo no NBB - Divulgação/saopaulofc.net
Georginho é o grande nome do time de basquete do São Paulo no NBB Imagem: Divulgação/saopaulofc.net
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

08/10/2020 19h24

A temporada 2020/2021 do NBB terá 16 equipes de 12 cidades. Mas, ao menos no primeiro turno, todos os jogos vão acontecer em somente quatro delas: São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Mogi das Cruzes. A Liga Nacional de Basquete (LNB) divulgou hoje (8) a tabela dos 120 primeiros jogos, que vão se concentrar em sete ginásios, sendo quatro deles na capital paulista. Juntos, os ginásios do Mogi e do Paulistano vão receber 69 partidas.

Por conta da pandemia do coronavírus, a liga aperfeiçoou um modelo de tabela que já vinha sendo utilizado nas temporadas anteriores. Por exemplo, durante todo o campeonato passado, a Unifacisa (PB) e o Basquete Cearense (CE) viajavam juntos. Quando um estava em Franca, o outro estava em Bauru. Quando um pegava o Botafogo, o outro enfrentava o Flamengo. As demais duplas viajavam só uma vez para o Nordeste, passando por Campina Grande e Fortaleza.

Agora esse modelo será usado de forma radical. O Flamengo, por exemplo, primeiro faz três jogos no Maracanãzinho, no Rio. Depois, dois em Mogi, três no Morumbi e mais dois em Mogi. A equipe do Rio na sequência segue para três partidas em Brasília e volta ao Morumbi para seus últimos dois duelos do primeiro turno, o último deles contra o Corinthians.

O modelo permite à LNB implementar um melhor controle sanitário, com os times viajando menos e trocando menos de hotel, mas também economizar dinheiro. Serão menos deslocamentos e apenas para capitais (ou Mogi, na grande São Paulo), o que diminui o custo logístico. Também os custos de "match day" serão otimizados, com até quatro partidas no mesmo ginásio no mesmo dia. Isso vai acontecer, por exemplo, no dia 5 de dezembro, com quatro partidas no Morumbi.

O primeiro turno acaba dia 12 de janeiro, mas alguns times, como São Paulo e Flamengo, têm seus últimos jogos no final de dezembro. No segundo turno, que começa na sequência, ainda não está definido se cada clube jogará em sua casa. A decisão será tomada no futuro, de acordo com a evolução da pandemia.

A temporada 2020/2021 do basquete começou na semana passada, quando o Flamengo e outros quatro times amadores disputaram o Campeonato Carioca no Maracanãzinho, de segunda a domingo. O time rubro-negro sobrou para conquistar o título. O Paulista também começou na semana passada e tem a fase de classificação até o dia 25. O NBB começa em 10 de novembro.

+ Acompanhe o que mais importante acontece no esporte olímpico pelos perfis do Olhar Olímpico no Twitter e no Instagram. Segue lá! +