Topo

Rio de Janeiro


"Estou orando por elas", diz Ludmilla sobre vítimas de acidente na Tijuca

Ludmilla desfila pela Unidos da Tijuca no segundo dia de desfiles do Grupo Especial do Carnaval do Rio de Janeiro - Manuela Scarpa/Brazil News
Ludmilla desfila pela Unidos da Tijuca no segundo dia de desfiles do Grupo Especial do Carnaval do Rio de Janeiro Imagem: Manuela Scarpa/Brazil News

Giselle de Almeida

Do UOL, no Rio

28/02/2017 05h42

Ludmilla, que se apresentou no camarote N1 logo após entrar na Sapucaí pela Unidos da Tijuca, comentou que só no final do desfile soube do acidente com um carro alegórico, que deixou vários feridos.

"Soube no final, lamento muito o que aconteceu, espero que as pessoas se recuperem logo. Até porque a Tijuca fez um desfile muito bonito. Estou orando por elas. Fiquei bem triste quando soube que tinha duas pessoas em estado grave", afirmou a cantora.

Sobre o desfile em si, a funkeira contou que estava "em êxtase até agora". Ser rainha de bateria, no entanto, ainda não é uma ambição. "Não tenho esses planos por enquanto", disse.

Ludmilla se surpreendeu ao ser informada que Anitta foi alvo de críticas de apropriação cultural por ter usado tranças afro. "Fizeram isso? É racismo ao contrário, né? Lógico que não tem restrição, cada um faz o que quer. Se tem dinheiro e tempo, faz a tranca", afirmou.