PUBLICIDADE

Topo

O poder dos alimentos

Seu prato torna sua vida mais saudável


O poder dos alimentos

Para aliviar a sensibilidade nos dentes, é melhor não consumir café e doces

Thamires Andrade

Do VivaBem, em São Paulo

05/01/2018 04h00

Você já sentiu uma pontada nos dentes ao tomar alguma bebida muito quente ou gelada? Se sim, é porque, provavelmente, já teve sensibilidade dentária. Os nossos dentes são compostos pelo esmalte (que é uma camada de proteção), a dentina e a polpa, que compõem a parte "viva" dos dentes onde há terminações nervosas.

Quando a dentina fica exposta, o mesmo acontece com os túbulos dentinários. Isso faz com que o líquido que passa por eles comece a se movimentar, gerando estímulos nervosos que resultam na sensibilidade.

Essa exposição da dentina e, por consequência dos túbulos, acontece por alguns motivos: trinca no esmalte do dente, retração na gengiva, acúmulo de placa bacteriana, bruxismo, apertamento dos dentes e dieta muito ácida.

A higienização regular e o uso de cremes dentais com ação antisensibilidade são recomendados nesses casos. No entanto, a pasta deixa as terminações nervosas menos sensíveis, ou seja, ela não age diretamente no problema que provocou a sensibilidade. É importante frisar que, se o problema persistir, é preciso buscar um dentista.

Abaixo, Carlos Eduardo Francci, professor do departamento de Biomateriais e Biologia Oral da FOUSP (Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo), lista os alimentos que ajudam a aliviar a sensibilidade nos dentes e quais são aqueles que podem desencadeá-las.

O que consumir

Vegetais crus - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images
Vegetais crus
Por não serem industrializados, esses alimentos têm menos conservantes ácidos e, por isso, o pH deles não traz prejuízos para os dentes. Eles também são fibrosos e essa características faz com que eles tenham menos açúcar na composição, o que também gera menos placa bacteriana. O acúmulo da placa deixa o pH da boca mais ácido, estimulando a movimentação dos fluídos e causando a sensibilidade.

Queijo, queijos, tipos de queijo - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images
Queijos
A gordura presente nos queijos cria uma "capa protetora" nos dentes, tornando mais difícil a fixação da placa bacteriana, que interfere no pH da boca e estimula a movimentação dos líquidos dos túbulos.

Doces diet - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images
Doces diet
Por não terem açúcar, esses doces são mais interessantes de serem consumidos, pois diminuem a chance de formar a placa bacteriana, que é alimentada justamente pelo açúcar. Além de estimular a movimentação dos líquidos nos túbulos, a placa também favorece a desmineralização dos dentes.

Melhor maneirar

Refrigerantes e sucos - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images
Refris e sucos de caixinha
O pH do refrigerante é muito ácido, assim como o dos sucos de caixinha, e isso faz com que aumente as chances da desmineralização dos dentes. Essa perda dos minerais primeiro atinge o esmalte e, posteriormente, a dentina, fazendo com que os túbulos fiquem expostos provocando, assim, a sensibilidade.

Sorvete - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images
Sorvete
Além de ser doce, o sorvete também tem uma temperatura mais baixa, o que pode provocar a sensibilidade. É que o qualquer movimentação de fluídos que acontece nos túbulos faz com que os nervos mandem para o cérebro uma mensagem de dor.

Brigadeiro, doces - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images
Doces
Alimentos ricos em açúcar contribuem para a formação da placa bacteriana, uma espécie de película que reveste os dentes e contém bactérias. O acúmulo da placa deixa o pH mais ácido, podendo provocar uma série de problemas, como a desmineralização, processo que expõe a dentina, provocando a sensibilidade.

Café - Getty Images - Getty Images
Imagem: Getty Images
Café
A bebida também pode desencadear a sensibilidade por ser muito quente. Tudo isso por conta das terminações nervosas que mandam mensagem para o cérebro, resultando em dor.

O poder dos alimentos