PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Gravidez gemelar de Fabiula Nascimento: o que caracteriza tipo de gestação?

Fabiula Nascimento está grávida de gêmeos; ela e companheiro, o ator Emilio Dantas, anunciaram chegada dos filhos pelo Instagram - Reprodução/Instagram
Fabiula Nascimento está grávida de gêmeos; ela e companheiro, o ator Emilio Dantas, anunciaram chegada dos filhos pelo Instagram Imagem: Reprodução/Instagram

Nathália Geraldo

De Universa

08/08/2021 16h09

Os atores Fabiula Nascimento e Emilio Dantas anunciaram neste domingo (8) que estão à espera de gêmeos, com uma foto da atriz mostrando a barriga de grávida, no Instagram.

Na legenda da publicação, Emilio, que apagou todo o conteúdo da rede social e deixou só a imagem da companheira em destaque, comentou que a descoberta da gestação gemelar (ou seja, de gêmeos) foi feita pelo casal em uma sessão de ultrassom. "Amor imenso. Dividiu. 'Gemelou', como disse a Andréia na ultra", escreveu.

O ator também já confirmou que são dois meninos, Roque e Raul. Mas, já é possível saber se serão idênticos? E como acontece a fecundação dentro do corpo da mulher para que o óvulo seja dividido e dê origem a dois bebês? A médica ginecologista e obstetra Larissa Flosi tira dúvidas a seguir.

Gravidez de gêmeos: por que acontece?

A divisão a que Emilio Dantas se referiu, explica a ginecologista Larissa Flosi, é uma das formas com que é possível se desenvolver a gravidez de gêmeos.

"Uma gestação gemelar pode ter dois bebês formados depois de um óvulo ter sido fecundado por um espermatozoide, mas que se divide em dois, ou formados por dois zigotos, que são dois óvulos que foram fecundados por dois espermatozoides", explica. No primeiro caso, os bebês nascerão com o mesmo sexo e compartilham os mesmos genes e características físicas. São os chamados gêmeos univitelinos.

Detalhe: de acordo com a médica, isso não significa que eles serão o "clone" um do outro. Ou seja, Roque e Raul podem até nascer bem semelhantes, mas não geneticamente idênticos. "Dependendo do dia que essa divisão ocorreu, podem ser de gêmeos idênticos ou não. Quando é entre o primeiro e terceiro dia após fecundação, serão não idênticos."

Bivitelinas são, por sua vez, as crianças que se formaram a partir de dois óvulos distintos, se desenvolvendo em diferentes placentas. É uma gravidez dizigótica e os bebês nascem com características não idênticas. "Para serem idênticos, precisariam ter a mesma carga genética, ou seja, ser de um óvulo", esclarece a médica.

Quando é possível ver que a gestação é de gêmeos?

É por meio do acompanhamento por ultrassonografia que os parceiros conseguem ver mais detalhes da gravidez. Já é possível saber se há um ou dois bebês a caminho com seis ou sete semanas de gestação, explica a médica. "Para descobrir qual é o tipo de gestação gemelar, é preciso aguardar até a ultrassom entre 10 e 14 semanas."

Reprodução assistida e idade da mulher aumentam chance de serem gêmeos

Para quem recorre às técnicas de reprodução assistida (como a fertilização in vitro), a possibilidade de engravidar de gêmeos está sempre rondando. É mito ou fato que a gravidez por esses meios tem mais probabilidade de ser gemelar? "Realmente, há maior risco", pontua Larissa. "Tanto porque na fertilização são transferidos eventualmente dois embriões e, se eles se desenvolverem, será gemelar, quanto porque mesmo quando há um, há mais chances de ele se dividir e dar origem a uma gestação múltipla."

Outro fator que interfere na gestação é a idade da mulher. Estudo norte-americano da Brown School of Public Health chegou à conclusão de que mulheres brancas acima de 35 anos que engravidam naturalmente têm três vezes mais chances de ter gêmeos bivitelinos (ou fraternos) e não-idênticos. Entre negras, as chances são aumentadas em quatro vezes. Fabiula Nascimento tem 42 anos.

Mães e filhos