PUBLICIDADE

Topo

Alto Astral

Amanhã tem eclipse lunar: faça ritual para blindar contra energia densa

Eclipses são muito importantes para a astrologia - Gisele Pimenta/Framephoto/Estadão Conteúdo
Eclipses são muito importantes para a astrologia Imagem: Gisele Pimenta/Framephoto/Estadão Conteúdo

Claudia Dias

Colaboração para Universa

25/05/2021 04h00

O primeiro dos quatro eclipses previstos para esse ano acontecerá amanhã. Desta vez, será um eclipse lunar total no signo de Sagitário, às 8h14. Por envolver a Lua, as energias são um pouco mais carregadas e, assim, pedem algum tipo de proteção, o que pode ser feito através de um ritual bem simples.

“Eclipses são muito importantes na astrologia e tanto o solar quando o lunar são eventos potentes, que podem trazem um grande crescimento pessoal”, aponta Sara Koimbra, astróloga, numeróloga e taróloga.

No fenômeno de amanhã, a Terra passará entre a Lua e o Sol. Resumidamente, o astro-rei vai projetar a sombra do nosso planeta sobre o satélite natural. Já no eclipse solar, a Lua (sempre em fase Nova) se move entre Terra e Sol, bloqueando total ou parcialmente o Sol.

Forças diferentes

“Para a astrologia, a escuridão associada a um eclipse solar traz uma sombra sobre nossas vidas. Astrologicamente, o Sol reflete nossa essência, a consciência e as qualidades que podemos manifestar junto ao caminho que devemos trilhar para nos expressarmos. Já a Lua fala do nosso lado emocional”, diferencia Sara.

Ela argumenta que o eclipse lunar nos dá um vislumbre do que o psiquiatra suíço Carl Jung chamou de "eu-sombra". “O que descobrimos sobre nós mesmos e os outros durante os eclipses lunares pode ser bem tenso, mas é totalmente válido porque nos traz a possibilidade de abraçar nossa verdade emocional”, argumenta.

Mesmo o eclipse lunar sendo um pouco menos intenso que o solar, é um momento que fala sobre abandonar o passado - velhos medos, hábitos, situações e sentimentos - para poder se sentir leve o suficiente e seguir em frente, ou seja, ele mexe com as emoções.

Para Sara, o primeiro passo para controlar sensações como medo, raiva e ciúme é admitir que elas existem. “Se estivermos dispostos a suspender o julgamento e aceitar o bom, junto com o mau, os eclipses lunares podem ser momentos potentes de autodescoberta”, avisa. Assim, o fenômeno de amanhã pode ser um empurrãozinho que falta para quem precisa agir em benefício do equilíbrio emocional.

A ação de Sagitário

De acordo com Sara, todos serão afetados pelo evento astrológico de amanhã - alguns mais, outros menos. “O eclipse lunar de Sagitário despertará nossas almas e nos oferecerá as respostas que buscamos há muito tempo a respeito de nossa fé, nossas crenças. Encontraremos as soluções que ansiamos e perceberemos que nunca podemos perder a esperança”, diz.

O evento ainda trará certo alívio, graças à conclusão de procedimentos acadêmicos, projetos editoriais, operações internacionais e outras situações do gênero. Mas também deve levantar questões sobre a evasão de responsabilidades, medo de compromisso, permanência na zona confortável e o uso do próprio potencial de expansão.

Magias só em dias de eclipse solar

Na opinião de Sara, o melhor momento para fazer magias em eclipses é quando o evento envolve o Sol. “É que o eclipse solar traz uma clareza de ideias, ilumina, faz a gente ser racional quanto aos nossos objetivos, as nossas intenções”, argumenta.

Ao contrário, o eclipse lunar traz à tona as emoções mais obscuras e, por isso, deve-se evitar qualquer ritual ou magia no dia em que acontece o fenômeno. “A lua fica entre o Sol e a Terra, então é um momento em que a gente pode tomar decisões erráticas por estar movida por pura emoção”, aponta.

Por isso, ela é taxativa em não recomendar magia nessa ocasião. “Tem que ser uma pessoa muito madura e certa das emoções. E há, ainda, grande probabilidade de se tomar uma decisão que vá se arrepender, porque a Lua também representa as fases, ou seja, tem hora que a gente quer, em outra, não quer”, ilustra.

Sara reforça que as energias em um eclipse lunar total são meio obscuras, já que a Lua é mais retraída, enquanto o Sol é mais expansivo. “Como ocultista, não gosto de praticar magia no dia eclipse lunar por causa dessas probabilidades”, diz.

Ritual para se proteger

Já que o eclipse lunar envolve energias mais densas, a astróloga Sara Koimbra indica fazer um ritual de proteção, que ajuda a se blindar e a equilibrar energicamente. Deve ser feito um dia antes do eclipse - no caso, hoje.

Para o ritual, serão necessários:

  • Caneta azul
  • Papel
  • Vela de intenção
  • Isqueiro ou fósforo
  • Panela ou prato de barro

“A tinta azul é a mais indicada pois ativa o chacra da garganta, permitindo que a pessoa expresse sua verdade, mas pode usar outra cor também”, esclarece a especialista. Em relação à vela, pode ser da cor de preferência.

Para o ritual:

  1. No seu espaço sagrado de meditação, acenda a vela.
  2. No papel, anote todas as palavras, sentimentos, emoções e/ou pensamentos não falados que deseja curar. Leia-os em voz alta.
  3. Com isqueiro ou fósforo, coloque fogo no papel e posicione-o na panela ou no prato para queimar com segurança. Enquanto isso, visualize o que foi escrito sendo levado pelo fogo até virar cinza. Outra alternativa é, em vez de queimar o papel, acender a vela e, enquanto isso, enterrar o papel em lugar tranquilo.
  4. Reserve um momento para agradecer antecipadamente pela cura a ser recebida. Apague a vela.
  5. Se queimou o papel, enterre as cinzas quando ele estiver completamente destruído.

“A ação de escrever, fisicamente, as emoções é útil para dar uma nova perspectiva. Isso permite que a pessoa pegue tudo o que está retendo e observe as próprias emoções, em vez de apenas senti-las, dando-lhe clareza e paz”, finaliza Sara Koimbra.

Alto Astral