Topo

Radar


É dia de rock! Confira games para ouvir e jogar

Reprodução
Imagem: Reprodução

Daniel Esdras

Do GameHall

13/07/2019 04h00

Por trás de um grande jogo sempre existe uma boa trilha sonora, e não faltam exemplos disso, desde RPGs tradicionais até jogos musicais com guitarrinhas de plástico.

Neste 13 de julho, dia mundial do rock, vamos homenagear jogos que souberam se inspirar no gênero, seja para contar uma história ou simplesmente montar aquela playlist inesquecível.

Brutal Legend

Reprodução
Imagem: Reprodução

Com o astro Jack Black como protagonista, "Brutal Legend" foi uma joia escondida da última geração. O jogo misturou não só diversos gêneros na jogabilidade, com partes de ação e partes de estratégia em tempo real, como também diversos gêneros do rock, indo do Hard Rock ao Heavy Metal.

A trilha do jogo contou com Ozzy Osbourne, Anthrax e Anvil, só para citar alguns dos pesos pesados. A história também é rica para os fãs do gênero, cheia de referências e bons momentos.

Tony Hawk's/Skate

Reprodução
Imagem: Reprodução

Tanto a franquia Tony Hawk quanto a lendária Skate levam a sério o trabalho com as trilhas sonoras. Para muitos jogadores, essa foi a porta de entrada para as bandas de New Metal que faziam a cabeça dos roqueiros nos anos 2000, com bandas como Korn, Linkin Park e Limp Bizkit.

O Punk também foi bem representado com Bad Religion, Dead Kennedys, Ramones e diversos outros nomes de peso da cena.

Doom

Reprodução
Imagem: Reprodução

O renascimento de Doom em 2016 acertou em todos os sentidos, desde a jogabilidade frenética e repleta de variáveis até a trilha sonora, que parece ter realmente saído das portas do inferno.

O compositor australiano Mick Gordon usou guitarras pesadas de sete cordas em conjunto com sintetizadores com sons surpreendentes para criar uma das trilhas mais elogiadas de 2016, rendendo até um prêmio no The Game Awards.

Aproveite para revisitar o game, já que "Doom Eternal" chega ainda em 2019.

Burnout

Reprodução
Imagem: Reprodução

Tentar segurar a adrenalina enquanto explode tudo pelo caminho na série Burnout é perda de tempo. Você vai ser chacoalhado tanto pela velocidade alucinante dos carros quanto pela trilha sonora, que é puro Rock'n Roll.

De nomes clássicos do Punk como Ramones, até bandas mais modernas do Metalcore como Atreyu, a trilha sonora dos jogos da franquia é sempre repleta de energia e batidas rápidas.

Guitar Hero/Rock Band

Reprodução
Imagem: Reprodução

Quem não sente falta de "Rock Band" e "Guitar Hero"? A ideia de transformar o jogador em rockstar, liberando novos palcos e músicas para tocar sozinho ou com os amigos em uma banda, era genial.

Questões de royalties e a saturação do mercado acabaram minando a viabilidade desses dois jogos: o último "Guitar Hero" foi lançado em 2015, e "Rock Band" teve até uma versão em realidade virtual em 2017, além de ainda receber novas músicas via DLC.

Mas se você ainda tem as guitarras e baterias por aí, nada melhor que relembrar os bons momentos em um dia como hoje.

Need for Speed

Reprodução
Imagem: Reprodução

"Need For Speed" tem uma longa história de boas trilhas sonoras, desde a época dos capítulos "Underground", de 2003 e 2004, até os games mais recentes.

A franquia, porém, acabou perdendo a força na geração atual. Personalizar os seus carros para corridas de rua e acelerar em cidades em rachas durante a noite saiu de moda, mas pelo menos a trilha sonora ainda é de arrepiar.

No geral, o foco dos games mais recentes é nas bandas mais modernas, como My Chemical Romance e Bullet for My Vallentine, com um ou outro nome da época do New Metal, como Mudvayne. Se essa é a sua vibe, escolha seu carro, aumente o volume e pise fundo com "Need For Speed" hoje.

Heavy Metal Machines

Reprodução
Imagem: Reprodução

Os brasileiros da Hoplon tiveram a brilhante ideia de misturar "Rock'n Roll Racing", MOBA e muito peso na trilha sonora. "Heavy Metal Machines" é um jogo ideal para o dia de hoje, com riffs pesados e muitos solos virtuosos de guitarra na trilha sonora.

Em português, o jogo ainda conta com a narração do Detonator, da banda Massacration.

Rock'n Roll Racing

Reprodução
Imagem: Reprodução

Quando a Blizzard desenvolveu "Rock'n Roll Racing" o mundo era outro. O estúdio ainda se chamava "Silicon and Synapse" e nem sonhava com o tamanho que alcançou com gigantes como "Warcraft" e "Overwatch".

Lançado em 1993, "Rock'n Roll Racing" foi um dos favoritos dos jogadores de Super Nintendo naquela década. A trilha sonora contava com Paranoid, do Black Sabbath, Born to be Wild, do Steppenwolf, e outras faixas pesadas. Uma boa escolha para matar a saudade dos dos gamers retrô.

Call of Duty Black Ops 2

Reprodução
Imagem: Reprodução

"Call of Duty" tem uma série de faixas e temas voltados para o rock e o heavy metal, mas nenhum dos seus títulos superou "Black Ops 2", que colocou um easter egg no final com a banda Avenged Sevenfold tocando Carry On, a música tema de um dos modos do jogo, com os vilões do título fazendo participações.

A parceria com a banda é de longa data, já que o vocalista M. Shadows é um jogador hardcore de COD. A banda já criou outras músicas para o modo zombies, e o vocalista se tornou um personagem jogável no mais recente "Black Ops 4". Se você é fã dos rapazes de Huntington Beach, esse pode ser o seu jogo para hoje.

Radar