PUBLICIDADE

Topo

Elba Ramalho relembra momentos marcantes com Luiz Gonzaga, o Rei do Baião

Mais Brasil com Zeca
1 | 22
Siga o UOL Nossa no

De Nossa

20/06/2021 11h04

Dos incontáveis encontros musicais à sala de parto. A cantora paraibana Elba Ramalho teve parte da sua vida e trajetória musical atravessada por ninguém menos que o compositor Luiz Gonzaga (1912-1989).

Ela contou no programa Brasil com Zeca um dos episódios mais marcantes ao lado do Rei do Baião. O parto do seu primeiro filho, o cantor, compositor, instrumentista e produtor musical Luã, que nasceu em 1987, foi sob a luz dos olhos do mestre pernambucano.

"Grávida, fui fazer um show com o maior barrigão, inaugurando uma casa de forró pernambucana com Luiz Gonzaga e Jorge de Altinho, que também estava explodindo na época. Cantamos, era 24 de junho, e no outro dia, o telefone tocou. 'Acorda Elba, quero comer feijão verde na casa da sua irmã', era Gonzaga. Fomos chamar Dominguinhos, e na casa da minha irmã em Campina Grande, com a mesa pronta, o forró no som, a cerveja no gelo e eu dançando, eram 17h e pouco da tarde quando a minha bolsa estourou. De repente, estava Gonzaga segurando a cabeça do meu filho e cantando uns versos de ninar", narra Elba na conversa com Zeca Camargo.

De fã a companheira de palco: Luiz Gonzaga e Elba - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
De fã a companheira de palco: Luiz Gonzaga e Elba
Imagem: Reprodução/Instagram

E já que o assunto são os encantos do Nordeste e a Paraíba de Elba, em especial, São João, comida junina e forró também entraram no bate-papo do programa. Na noite de 23 de junho, ela vai fazer uma live com a participação de Juliette, vencedora do "BBB 21", em seu canal no Youtube.

"O Nordeste agora está na moda, de novo", diz Elba, que se divide entre os festejos em Caruaru, em Pernambuco ("Eu sempre abro lá"), e Campina Grande, na Paraíba, onde ela canta na virada de 23 para 24, dia do santo popular: "Tradicionalmente, quando dá meia-noite, eu canto 'Olha pro céu'."

Elba Ramalho em show em Campina Grande, na Paraíba - Reprodução - Reprodução
Elba Ramalho em show em Campina Grande, na Paraíba: lembranças pré-pandemia
Imagem: Reprodução

Saudosa de canjica e milho verde e fã de manteiga da terra e queijo de manteiga, Elba Ramalho resume (e lacra) em poucas palavras os grandes amores do seu estado. "Zé Ramalho e Chico César; João Pessoa, uma das cidade mais lindas do mundo, mas Campina Grande tem sua beleza serrana e história mais rica; e a força da mulher paraibana: 'muié macho, sim sinhô'".

Da infância ao último São João presencial, em 2019

Elba Ramalho nasceu e foi criada em Conceição, na Paraíba, até os 12 anos, quando se mudou com a família para Campina Grande onde passou boa parte da vida escolar. As férias eram no sertão, regadas a festas juninas ao redor da igreja — no caso, a padroeira Nossa Senhora da Conceição.

Cresci com este imaginário, o 'Luar do Sertão' que Luiz Gonzaga escreveu tão bem, as serestas, o violão, as cadeiras na calçada"

Elba Ramalho em show em homenagem a Luiz Gonzaga, em São Paulo - Fabio Braga/Folha Imagem - Fabio Braga/Folha Imagem
Elba Ramalho em show em homenagem a Luiz Gonzaga, em São Paulo
Imagem: Fabio Braga/Folha Imagem

Já cantora de sucesso, ela se tornou a estrela das festas de São João, e a última versão presencial foi em 2019, quando, presumindo um longo e tenebroso período de jejum pela frente, decidiu gravar um DVD, convidando amigos.

"Isto tudo vem de Luiz Gonzaga, que visitava minha casa no Rio. Muito antes disso, eu via show dele de caminhão. Ele saía com a sanfona e o trio pelo Sertão cantando. Quando não estava lá, tinha a vitrola velha do meu pai tocando 'A fogueira tá queimando / Olha pro céu meu amor'"

As belezas de sua terra

Provocada a elaborar um tour pela sua Paraíba, Elba sugere paisagens como Vale do Piancó, Pedra do Ingá e as praias de João Pessoa. "Tem que provar carne de sol e feijão verde também", completa.

Carne de sol: prato essencial em uma visita à Paraíba - Marcelo Resende/UOL - Marcelo Resende/UOL
Carne de sol: prato essencial em uma visita à Paraíba
Imagem: Marcelo Resende/UOL

Parceira musical da nata da MPB, a sua grande inspiração foi Maria Bethânia ("queria poder cantar mais com ela") e o autor favorito, Chico Buarque. "Adoro cantar 'Folhetim'", revela a intérprete, que encerra a conversa com Zeca Camargo com um spoiler sobre o futuro: "Espero poder viajar para outro planeta. Se é que existe algum mais bonito que esse."

Anota aí

Brasil com Zeca vai ao ar toda sexta-feira, às 19 horas, no Canal UOL e no YouTube de Nossa, onde você também pode maratonar todos os episódios. Também confira conteúdos extra nas redes sociais de Nossa: Instagram, Twitter, e Facebook.

Um universo de conteúdo para assistir do seu jeito.

O Conto de Aia
Flack
Acende a Luz
De Férias com o Ex - Brasil
Schitts Creek
The Office
Patrulha Canina
Inimigos da HP