PUBLICIDADE

Topo

Piangers, "guru" da paternidade, conta como "O Papai é Pop" vai virar filme

Mais Brasil com Zeca
1 | 25
Siga o UOL Nossa no

De Nossa, UOL

01/10/2021 11h00

Churrasco, chimarrão, mesa farta e tantas outras tradições. Para fechar com chave de ouro essa temporada, "Brasil com Zeca" faz uma viagem virtual ao Sul do país. Ele conversa com o "guru" Marcos Piangers, o papai mais famoso do Youtube, que sempre viraliza com seus vídeos pelos grupos de Whatsapp. E cozinha junto com o chef Marcos Livi, gaúcho natural de São Francisco de Paula (RS).

"Tenho orgulho da minha paternidade, de perceber que não sou menos homem do ponto de vista da análise social. Se eu separo uma parte do meu dia, ou a maior parte dele, para estar com minhas filhas, não sou menor", diz Piangers, que nasceu em Florianópolis, viveu por muito tempo em Porto Alegre e hoje mora em Curitiba.

Seu livro "Papai é pop" vai virar filme! Com Lázaro Ramos e Paolla Oliveira.

Tinha muito medo do que aconteceria, mas a turma entende de cinema, ainda mais pessoas ligadas a situações sensíveis."

Marcos Piangers, o "papai pop" com as filhas - Giselle Sauer - Giselle Sauer
Marcos Piangers, o "papai pop" com as filhas
Imagem: Giselle Sauer

Piangers viajou o Brasil todo entrevistando diferentes pais: pais solteiros, pais homossexuais, pais adotivos, pais que abandonaram seus filhos...

"Pensava que acharia país mais relapsos e insensíveis, daí chego no Sul e me deparei com pais chorando, que largaram tudo para cuidar dos filhos. Tem pais participativos em todas as regiões do Brasil. Temos muitas particularidades regionais, mas a paternidade é algo que nos une."

Nem tudo é churrasco, tchê

Para mostrar as delícias do Sul do país, o chef convidado é Marcos Livi, um pesquisador incansável, de alma inquieta, considerado o Embaixador dos Pampas. A receita? Um fantástico arroz caldoso com costela!'.

"Esta receita está muito pautada no aproveitamento, o gaúcho quando faz seu churrasco de fogo de chão faz arroz de carreteiro, de uma panela só. Nós fazemos arroz de costela caldoso, com a sobra da costela macia, saindo do osso. Além de aproveitamento, é uma forma de o gaúcho aproveitar tudo do assado", ressalta Livi, sugerindo: "deposite tudo o que sobra numa panela de ferro".

Sua paixão pela cozinha vem desde pequeno. Aos 17 anos foi bolsista na Escola Superior de Hotelaria Castelli. Já adulto, trabalhou muito nos bastidores da cozinha, em eventos e hotéis, antes de ir para o fogão. Em São Paulo, abriu bares, restaurantes e até hamburgueria e pizzaria.

Parece que tudo para o gaúcho é churrasco, mas no Rio Grande do Sul são mais de 30 etnias formando nosso povo. De pavlova ao charque, não tem fim a cozinha do Sul. É multiplural, a diversidade em prol de uma gastronomia única"

Para acompanhar, Leandro Santos, consultor etílico do "Brasil com Zeca" preparou um drinque. Clique abaixo e veja a receita:

Uma viagem que para por aqui, por enquanto. Como todo bom viajante, que quer sempre continuar descobrindo mais, o "Brasil com Zeca" também quer sempre mais!

"E quem sabe logo logo a gente não faz as malas novamente e parte para mais uma aventura cheia de sabor e papo bom?", finaliza Zeca, antes de dar o recado: acompanhe este e mais programas de Nossa no Youtube.