PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Cabeçada interrompe luta e Esquiva avança para disputar título mundial

Esquiva Falcão - Scott Taetsch/Getty Images
Esquiva Falcão Imagem: Scott Taetsch/Getty Images

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

21/11/2021 01h36

Co-main event da noitada de boxe realizada neste sábado (20) no 'Hotel Cassino Mandalay Bay', na cidade de Las Vegas (EUA), Esquiva Falcão vs Patrice Volny protagonizou movimentados assaltos antes de surpreender os presentes com um final inesperado - que, no entanto, premiou a maior agressividade do atleta brasileiro.

Melhor no início do combate, Esquiva cumpriu com sua promessa de pressionar o rival contra as cordas e atacar da média e da curta distância. Desta forma, o rival canadense, dono de larga envergadura, encontrava dificuldades para se defender das sequências de cruzados e golpes tanto na linha de cintura quanto no rosto.

No quarto e quinto assalto, porém, Volny aumentou o ritmo e equilibrou as ações, até que, no final do sexto dos 12 rounds previstos, ao se defender de uma combinação aplicada por Esquiva, colidiu sua cabeça em cheio com o supercílio do atleta brasileiro.

Imediatamente, um enorme corte se abriu acima do olho esquerdo do medalhista de prata nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, que passou a gritar de dor devido ao forte impacto. Na sequência, mesmo com os minutos cedidos pelos médicos do evento, Esquiva não afirmou não ter condições de prosseguir no confronto e, por isso, viu o regulamento ser consultado.

Uma vez que seis rounds tivessem sido disputados e pudessem ser pontuados, a luta seria julgada pelos árbitros - após, claro, o árbitro analisar que não houve a intenção de Patrice Volny em aplicar ao golpe ilegal. Assim sendo, dois dos três árbitros laterais apontaram a vitória de Esquiva, enquanto que o terceiro viu superioridade do candense, todos por vantagem mínima.

O resultado, apesar de anticlímax, garantiu a Esquiva Falcão a chance de disputar o cinturão mundial da IBF (Federação Internacional de Boxe), que hoje se encontra em poder do renomado Gennadiy Gennadyevich Golovkin. Aos 31 anos, o pugilista brasileiro acumula um cartel invicto com 29 triunfos, sendo 20 deles por nocaute. Esta foi a primeira derrota de Patrice Volny.

MMA