PUBLICIDADE
Topo

MMA


Após decreto do governo do DF, Ultimate cancela media day do UFC Brasília

Charles do Bronx - Leandro Bernardes/Ag. Fight
Charles do Bronx Imagem: Leandro Bernardes/Ag. Fight

Carlos Antunes, em Brasília (DF)

Ag. Fight

12/03/2020 09h54

Após o decreto assinado pelo governador do Distrito Federal na noite de ontem - que proíbe eventos com mais de 100 pessoas que dependam de licença do governo pelos próximos cinco dias - colocar em dúvida a realização do UFC Brasília no próximo sábado (14), o Ultimate já teve a primeira mudança de planos em sua agenda na semana pré-show. Através de comunicado divulgado à imprensa, a organização anunciou que o media day, onde os lutadores escalados para o evento estariam disponíveis para entrevistas com a imprensa credenciada, foi cancelado.

Com mais de 74 casos suspeitos e dois já confirmados de indivíduos infectados pelo coronavírus, o Distrito Federal, através do decreto de seu governador - Ibaneis Rocha -, segue a onda de prevenção para tentar conter a pandemia mundial vista no resto do globo. Nesse cenário, o Ultimate ainda trabalha para encontrar uma solução para a realização do UFC Brasília. Uma possibilidade, para evitar o cancelamento do show, seria realizá-lo com os portões fechados para o público, mas nenhuma posição oficial sobre essa questão foi divulgada pela entidade até o momento, apenas o cancelamento do media day.

"Membros da imprensa, em consideração ao decreto do governo ontem, o Ultimate Media Day de hoje foi cancelado. Conteúdos dos atletas que irão lutar no evento de sábado serão captados e divididos com a imprensa credenciada antes do evento", anunciou o UFC, através de sua assessoria de imprensa.

O UFC Brasília terá, caso seja confirmado sua realização, como sua luta principal o duelo entre Charles 'Do Bronx' e Kevin Lee, em combate válido pelo peso-leve (70 kg). Outro destaque da noite seria o confronto entre Demian Maia e Gilbert 'Durinho', na divisão dos meio-médios (77 kg).

MMA