Atlântico vence Cascavel em jogo de 17 gols e sai na frente na semi da LNF

O Atlântico venceu o Cascavel por 10 a 7, nesta segunda-feira (27), no Paraná, no primeiro jogo da semifinal da Liga Nacional de Futsal.

Gessé, Jhony, Selbach, Carlão, Zequinha, Vitinho e Thales fizeram os gols dos donos da casa. William Bolt (2), Richard, Jean Gaúcho, Chape (3), Suelton e Neguinho (2) marcaram para os visitantes.

A partida de volta será no dia 4, em Erechim. O Cascavel precisa vencer no tempo normal e na prorrogação para se classificar. Qualquer outro resultado dá a vaga aos gaúchos.

Quem passar enfrentará o vencedor do duelo entre Magnus e Joinville. O Tricolor venceu o primeiro jogo, por 4 a 3, dentro de casa.


Primeiro tempo maluco

A etapa inicial da partida foi uma loucura total. Em 20 minutos de jogo, foram 12 gols marcados. Além disso, os dois times perderam inúmeras chances.

O tempo foi cheio de idas e vindas. Gessé inaugurou o placar para o Cascavel logo no primeiro minuto. Depois, porém, o Atlântico abriu 3 a 1 rapidamente, com dois gols de William Bolt e um de Jean Gaúcho.

O Cascavel conseguiu empatar com Jhony e Selbach. Mas a partir daí o Atlântico deu show e deslanchou no placar, com gols de Richard, Chape e Neguinho, duas vezes.

Carlão e Zequinha ainda descontaram, entretanto o Galo de Erechim foi para o intervalo vencendo por impressionantes 7 a 5.

Continua após a publicidade

Domínio do Atlântico na etapa final

No segundo tempo, o Atlântico soube controlar a vantagem e se manter à frente durante os 20 minutos. O Cascavel chegou a diminuir a vantagem para um gol, mas o Galo voltou a abrir no marcador.

Vitinho e Thales balançaram as redes para os donos da casa, mas não foi suficiente. O Atlântico foi mais efetivo e marcou com Chape, duas vezes, e Suelton, para garantir a vitória histórica.


Ataque imparável, visitante indomável

Com os dez gols marcados em Cascavel, o Atlântico chegou a incríveis 136 gols na LNF, em 28 jogos. É um dos ataques mais produtivos da história da LNF.

O resultado também evidenciou outra grande qualidade do Galo: a de melhor visitante de toda a competição. Até agora são 11 vitórias, um empate e duas derrotas jogando fora de casa.

Continua após a publicidade

Artilharia pesada

Richard chegou aos 28 gols, enquanto William Bolt agora tem 24. Os dois jogadores do Atlântico lideram a artilharia da LNF.

Quem encostou na briga foram dois companheiros do Galo. Chape marcou três vezes e agora tem 19. Neguinho, que fez dois, está com 18.

Expulsão e confusão

O Cascavel perdeu seu artilheiro, Carlão, durante a partida. Ele foi expulso por ter xingado um dos árbitros. O jogador saiu de quadra reclamando muito e teve de ser contido.

O cartão vermelho gerou revolta nos torcedores. Eles passaram a xingar muito a arbitragem, que parou a partida por mais de cinco minutos alegando falta de segurança.

Continua após a publicidade

FICHA TÉCNICA
CASCAVEL 7 X 10 ATLÂNTICO

CASCAVEL: Fernando, Carlão, Gustavinho, Gessé e Micuim. Reservas: Selbach, Rabisco, Thales, Zequinha, Di Fanti, Claudinho, Ernandes, Jhony e Vitinho. Técnico: Lucas Chioro
CARTÃO VERMELHO: Carlão
GOLS: Gessé, Jhony, Selbach, Carlão, Zequinha, Vitinho e Thales.

ATLÂNTICO: João Paulo, Neguinho, William Bolt, Richard e Kauê. Reservas: Erick, PL, Grillo, Caixa, Rick, Jean Gaúcho, Chape, Suelton e Alê Falcon. Técnico: Paulinho Sananduva.
GOLS: William Bolt (2), Richard, Jean Gaúcho, Chape (3), Suelton e Neguinho (2)

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes