PUBLICIDADE
Topo

Seleção Brasileira

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Com Éverton Ribeiro e sem Gerson? Colunistas analisam convocação de Tite

Everton Ribeiro, do Flamengo, foi um dos convocados de Tite para os jogos das eliminatórias - Marcelo Cortes/ Flamengo
Everton Ribeiro, do Flamengo, foi um dos convocados de Tite para os jogos das eliminatórias Imagem: Marcelo Cortes/ Flamengo

Do UOL, em Santos (SP)

14/05/2021 14h07

Resumo da notícia

  • Colunistas do UOL Esporte analisam convocação do técnico Tite para as eliminatórias
  • André Rocha: "Destoando mesmo só a insistência com Everton, questionado no Fla"
  • Renato: "Tite e seus observadores vão aos estádios, mas não conseguem ver nada"
  • Juca Kfouri: "Surpresa zero na convocação do técnico Tite. Faltou o Gerson"
  • Bruno Andrade: "Convocação de Gerson há meses insiste em ser esquecida"
Classificação e Jogos

O técnico Tite divulgou na manhã de hoje (14) a lista de jogadores convocados para os dois próximos jogos da seleção brasileira nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, contra Equador e Paraguai. As presenças de Gabigol, Daniel Alves e Éverton Ribeiro são alguns dos destaques da relação.

Para você, quais foram as maiores surpresas da lista? E quais nomes faltaram nela? Fizemos essas perguntas aos colunistas do UOL Esporte, sendo que a grande maioria discordou da convocação de Éverton Ribeiro, meia do Flamengo. Veja o que eles disseram:

Volta de Daniel Alves é uma boa nova, principalmente como lateral construtor no 2-3-5 do Brasil quando ataca. O mesmo vale para Fred, que está bem no United e disputará a vaga com Douglas Luiz como o volante à esquerda que dá suporte ao lateral - Lodi ou Alex Sandro. Destoando mesmo só a insistência com Everton Ribeiro, questionado no próprio Flamengo. Inexplicável.
ANDRÉ ROCHA

Tite tem uma forma de trabalhar, critérios que ele e a comissão técnica entendem como a melhor forma de trabalhar o grupo. Equilibra sequência, grupo, momento técnico. Em função disso, a lista me parece coerente. Aí, até se entende Everton Ribeiro, já que o desempenho dele nos últimos meses não justificaria uma nova convocação.
ANDREI KAMPFF

Lucas Veríssimo, que já merecia ter sido chamado nos tempos de Santos, é a única novidade, sobretudo porque tinha a forte concorrência de Felipe, Diego Carlos e Rodrigo Caio. Faltou chamar Claudinho, que foi o grande nome da última edição do Brasileirão, e Raphinha, um dos melhores brasileiros hoje na Premier League. Isso, claro, sem falar de Gerson, cuja convocação há meses insiste em ser esquecida. Dani Alves, muito sinceramente, não pode ser visto como surpresa. Continua acima da média.
BRUNO ANDRADE

Surpresa zero na convocação do técnico Tite. Faltou o Gerson, do Flamengo.
JUCA KFOURI

Everton Ribeiro não deveria estar na lista, não está jogando bem no Flamengo há algum tempo. Lucas Veríssimo é uma boa surpresa, Fred, apesar de torcerem o nariz aqui no Brasil para ele, faz uma ótima temporada. Daniel Alves merece, mas mostra que o Brasil não conseguiu formar laterais-direitos. Tite tem uma base e, como todos os técnicos de seleção, aposta nela, o que considero um erro: seleção é momento. Você pode ter uma ideia de jogo, mas não pode se apegar a jogadores que estavam bem quando você começou a pensar nesse modo de jogar.
MARCEL RIZZO

O que me chamou a atenção foi a falta de brilho dos jogadores de meio-campo: Casemiro, Douglas Luiz, Everton Ribeiro, Fabinho, Fred, Lucas Paquetá. Everton está em má fase. E Paquetá é fraco. Gostei de Militão e Veríssimo. Considero correta a volta de Daniel Alves. Basta ver que seu substituto estava sendo Gabriel Menino.
MENON

Acho que vamos entender o sentido da vida antes de entendermos por que Gerson não é convocado. O que mais esse jogadoraço precisa fazer para merecer estar no grupo? Fica o questionamento.
MILLY LACOMBE

A surpresa positiva foi Gabigol, que inclusive deveria ser titular do escrete canarinho. No destaque negativo aponto outro flamenguista: Everton Ribeiro. Com todo o respeito ao meia que já viveu grande fase na Gávea, mas o momento dele não é bom. Sobre os que faltaram, seguirei citando rubro-negros: Gérson e Pedro.
MILTON NEVES

O único nome que me surpreendeu foi Daniel Alves. Tem jogado bem, mas tenho minhas dúvidas sobre se ele já está em nível de seleção novamente. A ausência de Gerson é discutível, mas não absurda porque a concorrência é forte.
PERRONE

A melhor novidade é o retorno de Fred, um dos jogadores mais regulares do Manchester United na temporada. Com relação aos pontos negativos, detecto três. O primeiro é que convocar Daniel Alves, apesar do ótimo momento no São Paulo, é um retrocesso. Além disso, considero Diego Carlos e Felipe à frente de Lucas Veríssimo na disputa pela quarta vaga de zagueiro. E não faz muito sentido insistir com Éverton Ribeiro e Éverton Cebolinha, que não andam muito bem em Flamengo e Benfica. Melhor teria sido testar Raphinha (Leeds United), o maior destaque brasileiro na melhor liga nacional do mundo em 2020/21.
RAFAEL REIS

Eu só queria entender a convocação do Éverton Ribeiro, que não joga bulhufas desde que voltou da seleção. Já o Gerson continuou fora. Pelo visto, Tite e seus observadores vão aos estádios, mas não conseguem ver nada... Em tempo: qual o sentido de convocar sete atacantes?
RENATO MAURÍCIO PRADO

Não gostei das convocações de Fred e Douglas Luiz. Acho que Bruno Guimarães e Gerson estão melhores no momento. Até Fernandinho vem merecendo mais. Mas pensando no projeto 2022, sua ausência é até compreensível.
RODOLFO RODRIGUES

Surpresa maior é a presença de Everton Ribeiro, que vem sendo questionado até mesmo pela sua titularidade no Flamengo. Mesmo entendendo a busca por continuidade e as ideias já assimiladas pelo jogador dentro do que Tite pede na Seleção, o desempenho dele nos últimos meses não justifica o chamado.
RODRIGO COUTINHO

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Seleção Brasileira