PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Meio campo da Seleção de Tite tem nível muito baixo

Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

14/05/2021 11h49

Eu não sou saudosista, a não ser quando se fala da turma de 40: Chico Buarque, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Aldir Blanc e o Príncipe Paulinho da Viola, Elis Regina, Gak Costa, Maria Betânia...

Aí, até me permito dizer: "no meu tempo é que era bom".

No futebol, não. Faço de tudo para não ser traído pela memória afetiva dos três títulos mundiais vencidos em 12 anos (58/70).

Hoje, porém, me bateu o banzo ao ver os convocados de Tite para o meio campo do Brasil.

Casemiro, Douglas Luis, Fabinho, Fred, Everton Ribeiro, Lucas Paquetá.

Ah, meu Santo Gerson de Oliveira Nunes.

Ah, Valdir Pereira, o Príncipe Etíope.

Onde está você, Roberto Rivelino?

Ronaldinho Gaúcho, me proteja.

Kaká, que saudades!

Rivaldo, Rivaldo...

Mas não vamos falar apenas de craques..

E você, Renato, que fez 99 gols pelo São Paulo, que brilhou no Guarani, que nunca se firmou na seleção e que recebeu o infame e injusto apelido de Pé Murcho? O que sente vendo Lucas Paquetá na lista?

Ah, e Fred? Seja amado por alguém como Tite ama o Fred. Convocou em 2018 sem poder usar e agora, estão juntos novamente.

A definição do Skank nos lembra de um tempo feliz que não volta mais.

"O meio-campo é lugar dos craques
Que vão levando o time todo pro ataque".

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon