PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mauro: Tiago Nunes quando foi contratado sabia das condições do Corinthians

Do UOL, em São Paulo

12/08/2020 04h00

O técnico Tiago Nunes se viu pressionado no Corinthians antes da parada do futebol devido à pandemia do novo coronavírus, mas na volta dos jogos conseguiu vencer jogos seguidos sem tomar gols para classificar a equipe à final do Campeonato Paulista, porém acabou perdendo nos pênaltis para o Palmeiras.

No podcast Posse de Bola #46, o jornalista Mauro Cezar Pereira critica a declaração de Nunes após a final do Estadual, quando o técnico destacou a invencibilidade na volta do futebol, e ressalta que o treinador não está conseguindo fazer o que motivou sua contratação, que seria mudar o modo de jogar do Alvinegro, deixando-o mais ofensivo.

"A declaração do Tiago Nunes depois do jogo é absurda: 'ficamos invictos'. Quer dizer, nessa fase pós-parada no futebol. E daí que ficou invicto? Jogou nada, o time não tem nada. Ele veio para São Paulo para treinar o Corinthians com uma missão que ele não está conseguindo executar. O time não joga nada, o Corinthians não tem nada, zero daquilo que se esperava", afirma Mauro Cezar.

O jornalista afirma que Nunes sabia das condições que encontraria no Corinthians quando foi contratado no ano passado, deixando o comando do Athletico-PR, e diz que seu time não foi derrotado no tempo normal devido à estratégia de jogo usada pelo Palmeiras.

"Aí vem aquele 'ah não, mas ele não tem um jogador de velocidade pelo lado'. Meu amigo, quando ele foi contratado, ele sabia qual era a situação financeira do Corinthians, qual era o elenco do Corinthians, qual o tamanho do clube, a pressão que é maior que a do Athletico-PR, obviamente. Então, tudo foi colocado para ele, é óbvio que sim", diz Mauro.

"Ele assumiu esse desafio em troca de quê? Uma oportunidade profissional, um salário melhor, perfeito, correto, mas ele tem que entregar e nada. Aí fala isso? 'Ah nós estamos invictos'. Legal, estão invictos. O que adianta estar invicto? E só não perdeu no tempo normal e de mais pela covardia da estratégia do Palmeiras, que é incompatível com o elenco do Palmeiras", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol