Topo

Embalado, Botafogo recebe Inter para selar permanência na elite

Botafogo precisa de uma vitória para se livrar matematicamente do rebaixamento - Vitor Silva/Botafogo
Botafogo precisa de uma vitória para se livrar matematicamente do rebaixamento Imagem: Vitor Silva/Botafogo

Bernardo Gentile

Do UOL, no Rio de Janeiro

30/11/2019 04h00

A situação do Botafogo não era nada fácil. A torcida comprou a briga e o time se transformou em campo. O futebol ainda está longe de ser agradável, mas os resultados foram fundamentais para deixar o time na iminência de se garantir na elite. Após três vitórias nos últimos quatro jogos, o Alvinegro recebe o Internacional hoje (30), às 19h (horário de Brasília), no Nilton Santos, para eliminar qualquer possibilidade de rebaixamento.

É que em caso de vitória, o Botafogo chega aos 45 pontos, mesma pontuação máxima a ser alcançada pelo Cruzeiro, primeiro time na degola. Como os cariocas teriam 14 triunfos, não poderiam ser ultrapassados pelos mineiros que chegariam à décima vitória neste cenário.

A verdade é que o Botafogo pode se livrar de algumas maneiras do rebaixamento ainda nessa rodada, mesmo sem triunfar. Caso o Cruzeiro perca para o Vasco, na segunda (2), o Alvinegro estará livre. Em caso de empate em São Januário, o clube de General Severiano precisaria também de um empate com o Inter para escapar.

O momento do adversário, que está há três jogos sem vencer sugere que o Botafogo possa ter uma leve vantagem por atuar em casa e diante da sua torcida, que deve comparecer em grande número. João Paulo, no entanto, pede sabedoria ao grupo para não cair no que ele diz ser uma armadilha.

"Se olhar de maneira geral, a maioria dos clubes oscilou na temporada. Acho que Inter vive período de oscilação com troca de treinador. A gente não pode cair nessa armadilha, vai ser um jogo muito difícil e temos que estar preparados.", disse João Paulo.

Para a partida deste sábado, o Botafogo não poderá contar com Gabriel, que recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão automática. Carli, que foi barrado por Marcelo, assume novamente vaga no time titular.

Além do defensor, o Botafogo ainda está na dúvida sobre a utilização de João Paulo. O camisa 5 sofreu uma contusão no cotovelo direito após se chocar com jogador da Chapecoense. O lance foi feio, mas não houve nenhuma lesão ligamentar ou fratura. Ele pode até jogar, mas tem sofrido com dores no local.

O restante do time deverá ser o mesmo que venceu Corinthians e Chapecoense nas duas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. Marcinho e Gilson ainda não estão totalmente recuperados e devem seguir fora do time.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO X INTERNACIONAL

Data e hora: 30/11/2019, sábado, às 19h (horário de Brasília)
Local: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilla e Ivan Carlos Bohn (PR)
VAR: Wagner Reway (PB)

BOTAFOGO: Gatito Fernández; Fernando, Carli, Marcelo e Yuri; Cícero, João Paulo (Jean ou Bochecha) e Alex Santana; Rhuan, Igor Cássio e Diego Souza. Técnico: Alberto Valentim

INTERNACIONAL: Marcelo Lomba; Heitor, Rodrigo Moledo, Cuesta e Uendel; Lindoso, Edenilson, Nico López, Sarrafiore (Neilton) e Patrick; Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo

Botafogo