Topo

Convocações e maratona desafiam um Flamengo que sonha com duas taças

Técnico Jorge Jesus cumprimenta Arrascaeta após gol contra o Cruzeiro; Jogador vai servir a seleção do Uruguai - Fernando Moreno/AGIF
Técnico Jorge Jesus cumprimenta Arrascaeta após gol contra o Cruzeiro; Jogador vai servir a seleção do Uruguai Imagem: Fernando Moreno/AGIF

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

23/09/2019 04h00

Na ponta da tabela do Brasileiro e na semifinal da Libertadores, o Flamengo terá pela frente rivais que extrapolam as quatro linhas na briga pelas duas taças. Não bastassem as ausências de Gabigol, Arrascaeta e Rodrigo Caio, que podem desfalcar a equipe por até três rodadas, o elenco será submetido a uma maratona causada por um calendário que deixará pouco tempo para recuperação.

Nas últimas três semanas, o técnico Jorge Jesus teve apenas jogos nos fins de semana. Com esse refresco na agenda, conseguiu dosar descanso com carga de trabalho e o Fla bateu Avaí, Santos e Cruzeiro.

Após o triunfo diante dos mineiros, o "Mister" foi irônico ao comentar as baixas provocadas pelos amistosos da seleção brasileira contra Nigéria e Senegal, ambos em Cingapura. Habituado à cultura da Europa, o luso vai conhecer o lado perverso dos deslocamentos em série. Nesta semana, a equipe recebe Internacional e São Paulo no Maracanã. A partir do mês seguinte, nada menos que nove jogos em 28 dias.

"Não entendi muito bem. Tinham dito que ia apenas um por equipe. Na Argentina, o técnico teve o cuidado de não levar do Boca e River. Aqui é mais importante jogar com Senegal e Nigéria. Quem paga os jogadores são os clubes. Os clubes têm que tomar uma posição", disse o treinador, em referência à lista de Tite.

Esta sequência de outubro inclui os duelos decisivos ante o Grêmio, válidos pela competição continental, além de viagens mais desgastantes para partidas diante de Chapecoense, Fortaleza e Goiás, por exemplo.

Apesar das dificuldades impostas por adversários dentro e fora de campo, o Fla vive dias de alto astral. Com o triunfo em Belo Horizonte, a equipe chegou ao sétimo jogo com vitórias no Brasileiro, um recorde histórico no torneio nacional.

"Eu não sabia que o Flamengo teve um recorde de vitórias consecutivas. É bom. Verdade que ainda não atingimos o objetivo. Chegamos ao topo e temos que defender nossa posição", acrescentou o treinador.

Olho no Inter

Após a vitória na última rodada, as atenções estão voltadas para o Internacional, rival da próxima quarta-feira. Depois de um dia de folga, o elenco se reapresenta hoje (23) no Ninho do Urubu. O Colorado foi eliminado pelo Rubro-negro nas quartas de final da Libertadores.

Flamengo