Rafael Reis

Rafael Reis

Siga nas redes
Reportagem

Aos 40 anos, zagueiro do 7 a 1 lidera defesa que não sofre gol há 76 dias

Faz dois meses e meio que o veterano zagueiro brasileiro Dante diariamente coloca sua cabeça no travesseiro antes do dormir e, antes de pegar no sono, curte aquela prazerosa sensação de "dever cumprido".

Afinal, nos últimos 76 dias, o Nice, time do brasileiro, não sofreu sequer um golzinho. Dante defende o clube francês desde 2016 e é o capitão da equipe — antes, em 2014, ele foi titular da zaga brasileira na derrota por 7 a 1 para a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo.

A última vez que a defesa liderada pelo já quarentão zagueiro foi vazada foi no 87º minuto da vitória por 3 a 2 sobre o Paris Saint-Germain, lá no dia 15 de setembro. Desde então, os rubro-negros já disputaram mais oito partidas (todas pelo Campeonato Francês). E, em todas elas, deixaram o adversário com um festejado zero no placar.

Melhor defesa da Europa

Com apenas quatro gols levados em 13 jogos (mais de 1.200 minutos de futebol, já incluindo os acréscimos), o Nice tem, com sobras, a melhor defesa do primeiro escalão do futebol europeu nesta temporada.

A média de 0,31 tento sofrido por partida é de fazer inveja até mesmo para times muito mais poderosos do que a equipe comanda pelo jovem treinador italiano Francesco Farioli, de 34 anos.

Bayer Leverkusen (0,77 gol por jogo), PSV Eindhoven (0,77), Manchester City (1), PSG (1) e Bayern de Munique (1) são exemplos de times que vencem quase todos os confrontos que disputam em 2023/24, mas que têm números defensivos muito inferiores ao do Nice.

Parar para quê?

De todos os jogadores que já vestiram a camisa da seleção brasileira, Dante é o segundo mais velho ainda em atividade (perde por quatro meses para Felipe Melo, também de 40 anos, que acabou de ganhar a Libertadores pelo Fluminense).

Continua após a publicidade

O zagueiro já soma 260 partidas pelo Nice e está prestes a entrar no top dos jogadores que mais atuaram pelo clube em toda a história (o décimo colocado, Jean-Noël Huck, foi a campo 267 vezes).

Por conta da idade elevada, Dante tem renovado seu contrato anualmente com a equipe francesa. Ou seja, o vínculo atual vai até junho de 2024, quando a atual temporada chega ao fim.

Mas isso não significa necessariamente o zagueiro irá se aposentar daqui a sete meses. Essa é uma decisão que só será tomada mais adiante. O que já existe é um acordo entre o jogador e a diretoria para que ele seja incorporado à comissão técnica do Nice depois que pendurar as chuteiras.

Caça ao PSG

Graças especialmente ao seu sistema defensivo quase intransponível, o Nice se transformou na principal ameaça à continuidade do domínio do PSG nesta edição da Ligue 1 francesa.

A equipe de Dante ocupa a vice-liderança da competição, com 29 pontos, apenas um a menos que o todo poderoso do país. O terceiro colocado, Monaco, tem 24 pontos e já está um pouco distante da luta pela ponta.

Continua após a publicidade

O Nice pode assumir provisoriamente o topo da classificação no sábado, quando visita o Nantes. O PSG joga no dia seguinte, contra o Le Havre, também fora de casa.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes