PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Os piores: 7 jogadores brasileiros que saem em baixa desta temporada

Pela primeira vez na carreira, Neymar fechou uma edição da Champions sem marcar - Christian Hartmann/Reuters
Pela primeira vez na carreira, Neymar fechou uma edição da Champions sem marcar Imagem: Christian Hartmann/Reuters
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

19/05/2022 04h00

A temporada 2021/22 do futebol europeu está contando os dias para seu desfecho. Neste fim de semana, será disputada a última rodada dos principais campeonatos nacionais do continente.

E, no próximo, será vez da decisão da Liga dos Campeões. Por isso, chegou a hora de se analisar tudo que rolou de importante nos gramados mais badalados do planeta ao longo dos últimos nove meses.

O "Blog do Rafael Reis" apresenta abaixo sete jogadores brasileiros que certamente não olharão com carinho para as competições que rolaram nos últimos 12 meses. Afinal, eles ficaram devendo ao longo do ano e fecham a temporada em baixa no cenário internacional da bola.

NEYMAR
Meia-atacante
30 anos
Paris Saint-Germain (FRA)
27 jogos
12 gols
8 assistências

A temporada que está para terminar foi simplesmente a pior de Neymar desde que ele desembarcou na Europa. Pela primeira vez na carreira, o craque brasileiro passou uma Champions inteira sem fazer um golzinho. Sofrendo novamente com sucessivas lesões, que o tiraram de mais de 20 compromissos da equipe parisiense, o camisa 10 prejudicou bastante a intenção do PSG de transformar o trio de ataque formado por ele, Kylian Mbappé e Lionel Messi em uma sensação mundial. Como Neymar ficou muito tempo fora de ação, a trinca ofensiva simplesmente não conseguiu encontrar o entrosamento necessário para virar a máquina que os parisienses esperavam. Só mesmo no finalzinho da temporada, quando o clube já estava eliminado da Champions, o brasileiro voltou a mostrar um pouco do seu futebol. Mas não dá nem para dizer que a recuperação do título francês foi um prêmio de consolação para quem sonhava tão alto.

ROBERTO FIRMINO
Atacante
30 anos
Liverpool (ING)
33 jogos
11 gols
4 assistências

Roberto Firmino, do Liverpool, em jogo contra o Southampton pelo Campeonato Inglês - Mike Hewitt/Getty Images - Mike Hewitt/Getty Images
Imagem: Mike Hewitt/Getty Images

Chega a ser crueldade falar que um jogador que pode fechar a temporada com quatro títulos (Liga dos Campeões, Campeonato Inglês, Copa da Inglaterra e Copa da Liga) está devendo. Mas o fato é que Firmino é cada menos responsável pelo sucesso que o Liverpool continua fazendo. Peça-chave do sistema ofensivo de Jürgen Klopp até dois anos atrás, o brasileiro tornou-se uma espécie de segundo reserva do setor depois da chegada do colombiano Luis Díaz e da consolidação de Diogo Jota. O camisa 9 ainda tem uma média de gols bem razoável (uma bola na rede a cada três partidas). Mas tê-lo ou não em campo já não faz mais muita diferença para os "Reds". E, com isso, Firmino tem também se distanciado cada vez mais de uma convocação para a Copa do Mundo.

DAVID NERES
Atacante
25 anos
Shakhtar Donetsk (UCR)
22 jogos
4 gols
2 assistências

David Neres é o jogador brasileiro mais caro desta janela de transferências - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Até pouco tempo atrás, o nome do ex-jogador do São Paulo aparecia na lista de possíveis reforços de Manchester United, Bayern de Munique e outros gigantes do primeiro escalão do futebol mundial. Só que a ida de Anthony para o Ajax prejudicou demais David Neres. Sem repetir suas melhores atuações na Holanda, o ponta perdeu o duelo com o compatriota pela titularidade e acabou sendo negociado na janela de janeiro com o Shakhtar Donetsk. Antes mesmo da estreia do brasileiro no novo clube, a guerra na Ucrânia paralisou o futebol por lá. Ao contrário de outros atletas do Shakhtar, o atacante não tentou descolar uma outra equipe para terminar a temporada. David Neres preferiu esperar o fim de 2021/22 para definir seu próximo destino, que deve ser o Benfica.

LUCAS MOURA
Atacante
29 anos
Tottenham (ING)
44 jogos
6 gols
7 assistências

O brasileiro Lucas Moura recebe os cumprimentos do técnico Antonio Conte - TONY OBRIEN/REUTERS - TONY OBRIEN/REUTERS
Imagem: TONY OBRIEN/REUTERS

A contratação do técnico Antonio Conte fez um bem danado para o Tottenham, que escalou a tabela do Campeonato Inglês e chega à última rodada dependendo só das suas forças para se classificar para a Champions. Só que o treinador italiano não fez bem para todos os jogadores dos Spurs. O brasileiro Lucas Moura, que chegou a emendar nove jogos consecutivos como titular na primeira metade da temporada, tem sido cada vez menos frequente no 11 inicial da equipe londrina. Por conta da perda de importância na Inglaterra, o camisa 27 já começou a vislumbrar a possibilidade de retornar para o Brasil e jogar novamente no São Paulo, o clube onde deu seus primeiros chutes como profissional.

ARTHUR
Meia
25 anos
Juventus (ITA)
31 jogos
0 gol
1 assistência

Arthur, durante partida entre Juventus e Benevento - Filippo Alfero - Juventus FC/Juventus FC via Getty Images - Filippo Alfero - Juventus FC/Juventus FC via Getty Images
Imagem: Filippo Alfero - Juventus FC/Juventus FC via Getty Images

Quando despontou no Grêmio, Arthur chegou a ser tratado como uma espécie de versão brasileira de Xavi, lendário meio-campista do Barcelona que atualmente treina a equipe espanhola. Hoje, é remanescente da lista de decepções da temporada passada. O camisa 5 da Juventus está novamente na lista de quem flopou no futebol europeu porque não consegue embalar na equipe italiana e nem provar que pode se tornar o jogador que muitos imaginavam. Arthur não tem a confiança do técnico Massimiliano Allegri e muito menos da torcida bianconera, que gostaria de vê-lo longe de Turim. Nesta temporada, o meia chegou a emendar cinco rodadas consecutivas do Italiano sem sair por sequer um minuto do banco. Mesmo assim, Arthur ainda aparece esporadicamente nas convocações da seleção e pode pintar no Mundial deste ano.

REINIER
Meia-atacante
20 anos
Borussia Dortmund (ALE)
20 jogos
0 gol
0 assistência

Reinier ainda não completou nem 700 minutos de futebol pelo Dortmund - Ralf Treese/DeFodi Images via Getty Images - Ralf Treese/DeFodi Images via Getty Images
Imagem: Ralf Treese/DeFodi Images via Getty Images

Assim como Arthur, Reinier também estava na lista de quem deu errado na temporada passada e está repetindo a dose neste ano. Apesar de ter participado de 20 jogos do Borussia Dortmund em 2021/22, o ex-jogador do Flamengo só esteve em campo durante 402 minutos e disputou apenas uma partida completa (contra o Ingolstadt, pela Copa da Alemanha). Com o fim do empréstimo aos aurinegros, o brasileiro retornará para o Real Madrid, que tampouco pretende aproveitá-lo e deve emprestá-lo para uma outra equipe para tentar fazer com que ele desenvolva seu potencial, algo que não aconteceu em Dortmund. De acordo com o jornal espanhol "Marca", o próximo destino de Reinier deve ser o Valencia.

THIAGO GALHARDO
Atacante
32 anos
Celta (ESP)
33 jogos
2 gols
2 assistências

Atacante Thiago Galhardo com a camisa do Celta de Vigo - Quality Sport Images/Getty Images - Quality Sport Images/Getty Images
Imagem: Quality Sport Images/Getty Images

Raro exemplo de jogador brasileiro que chegou à Europa já com mais de 30 anos, o centroavante foi levado por empréstimo ao Celta a pedido de Eduardo Coudet, que já o conhecia do Internacional. Mas, apesar de Thiago Galhardo tem sido uma solicitação particular sua, o treinador argentino pouco o utilizou como titular na Espanha. O camisa 7 passou a maior parte da temporada sendo apenas uma opção para o segundo tempo. E, quando acionado, pouco mostrou para indicar que Coudet estava errado. Com só dois gols marcados ao longo de 2021/22 inteiro, o atacante deve se reapresentar ao Inter no dia 1º de julho, quando sua cessão ao time de Vigo chega ao fim.