PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Seleção dos mais caros do mundo vale R$ 6,1 bilhões e tem 2 brasileiros

Vinicius Júnior é estreante na seleção dos jogadores mais caros do mundo - Reprodução/Twitter
Vinicius Júnior é estreante na seleção dos jogadores mais caros do mundo Imagem: Reprodução/Twitter
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

21/01/2022 04h20

Nada de Lionel Messi, Cristiano Ronaldo ou Neymar. A seleção dos jogadores mais caros do futebol mundial na atualidade é uma prova viva de que o tempo passa até mesmo para os grandes craques.

O levantamento feito pelo "Transfermarkt", plataforma especializada na cobertura do Mercado da Bola internacional, apresenta uma equipe bem diferente da do estudo realizado no começo do ano passado.

Só seis jogadores que eram os mais valorizados de suas posições em janeiro de 2021 continuam ocupando esse posto agora: o lateral direito Trent Alexander-Arnold e o ponta direita Mohamed Salah (Liverpool), o lateral esquerdo Alphonso Davies e o volante Joshua Kimmich (Bayern de Munique), o atacante Kylian Mbappé (Paris Saint-Germain) e o meia Kevin de Bruyne (Manchester City).

De Bruyne, na verdade, agora só tem "meia vaga" nessa espécie de seleção do planeta. Afinal, seu preço estimado atual (90 milhões de euros, ou R$ 555,2 milhões) é exatamente o mesmo do português Bruno Fernandes, do Manchester United.

Assim como no ano passado, o Brasil continua tendo dois representantes na equipe dos atletas mais valorizados do Mercado da Bola. Só que eles não são os mesmos de 2021.

Vice-artilheiro do Campeonato Espanhol pelo Real Madrid, Vinícius Júnior se valorizou e agora custa 100 milhões de euros (R$ 616,9 milhões). Com isso, roubou a posição de ponta esquerda que pertencia a Neymar.

O outro nome do futebol pentacampeão mundial no time ideal é o zagueiro Marquinhos, capitão do Paris Saint-Germain, que está avaliado em 75 milhões de euros (R$ 463 milhões). O volante Casemiro, do Real Madrid, que estava na escalação de 2021 perdeu espaço para meias mais jovens, como Kimmich (Bayern) e Phil Foden (Manchester City).

Além do Brasil, Bélgica, Portugal e Inglaterra também emplacaram dois nomes cada na seleção. Itália, Canadá, Alemanha, Egito e França são os outros países representados (são 13 jogadores, não 11, devido a empates em duas posições).

Dentre os clubes, PSG e City são os mais presentes no time montado pelo "Transfermarkt", com três jogadores cada. Há ainda dois atletas de Real Madrid, Liverpool e Bayern, além de um do Manchester United.

A seleção de mais caros do mundo em 2021 está avaliada em 985 milhões de euros (R$ 6,1 bilhões). O preço é 13,6% menor do que o da equipe ideal do ano passado, uma prova de como os valores praticados pelo Mercado da Bola ainda continuam diminuindo por conta dos efeitos econômicos da pandemia da covid-19.

Já o time B dos jogadores mais caros do planeta contaria com mais um brasileiro, Neymar. Essa formação reserva teria ainda Donnarumma/Courtois; Achraf Hakimi (PSG), Raphaël Varane (Manchester United), Matthijs de Ligt (Juventus) e Andrew Robertson (Liverpool); Jude Bellingham (Borussia Dortmund) e Pedri (Barcelona); Federico Chiesa (Juventus) e Bruno Fernandes/De Bruyne; Erling Haaland (Borussia Dortmund).

Seleção dos mais caros do mundo (por posição)

G - Gianluigi Donnarumma (ITA, Paris Saint-Germain) ou Thibaut Courtois (BEL, Real Madrid) - 65 milhões de euros
LD - Trent Alexander-Arnold (ING, Liverpool) - 80 milhões de euros
Z - Rúben Dias (POR, Manchester City) - 75 milhões de euros
Z - Marquinhos (BRA, Paris Saint-Germain) - 75 milhões de euros
LE - Alphonso Davies (CAN, Bayern de Munique) - 70 milhões de euros
MC - Joshua Kimmich (ALE, Bayern de Munique) - 85 milhões de euros
MC - Phil Foden (ING, Manchester City) - 85 milhões de euros
MAD - Mohamed Salah (EGI, Liverpool) - 100 milhões de euros
MAC - Bruno Fernandes (POR, Manchester United) ou Kevin de Bruyne (BEL, Manchester City) - 90 milhões de euros
MAE - Vinícius Júnior (BRA, Real Madrid) - 100 milhões de euros
A - Kylian Mbappé (FRA, Paris Saint-Germain) - 160 milhões de euros

Fonte: Transfermarkt