PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

Seleção dos mais caros do mundo vale R$ 7,3 bilhões e tem 2 brasileiros

Desta vez, Neymar não é o único brasileiro na seleção dos mais caros do mundo - Daniel Apuy/Getty Images
Desta vez, Neymar não é o único brasileiro na seleção dos mais caros do mundo Imagem: Daniel Apuy/Getty Images
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

21/01/2021 09h40

Depois de dois anos como único representante brasileiro na seleção dos jogadores mais caros do futebol mundial, Neymar agora tem uma companhia nacional na lista elaborada anualmente pelo "Transfermarkt".

De acordo com a plataforma especializada na cobertura do "Mercado da Bola" internacional, o volante Casemiro, do Real Madrid, agora também tem um lugarzinho na equipe ideal do planeta na atualidade.

Na verdade, "meio lugar". Afinal, o jogador revelado nas categorias de base do São Paulo está avaliado em 70 milhões de euros (R$ 452 milhões), mesmo preço de outros dois jogadores de sua posição: o uruguaio Federico Valverde, também do Real, e o sérvio Sergej Milinkovic-Savic, da Lazio.

Empatados, os três dividem um posto de meia central na seleção dos jogadores mais valiosos do mundo. A outra vaga no setor é do alemão Joshua Kimmich, vencedor da Liga dos Campeões na temporada passada pelo Bayern de Munique, que custa 85 milhões de euros (R$ 549 milhões).

Já Neymar, o outro brasileiro da relação, não está empatado com ninguém. O camisa 10 do Paris Saint-Germain, vice da última Champions, é o meia-atacante pela esquerda mais caro da atualidade. Seu preço estimado é de 128 milhões de euros (R$ 826,6 milhões).

De acordo com o "Transfermarkt", o astro da seleção de Tite é também o segundo atleta mais valioso do planeta dentre todas as posições. Seu valor atual só é menor que o do francês Kylian Mbappé, seu companheiro de time, que vale 180 milhões de euros (R$ 1,1 bilhão).

A seleção de mais caros do mundo em 2021 está avaliada em 1,14 bilhão de euros (R$ 7,3 bilhões). O preço é 14% menor do que o da equipe ideal do ano passado, um claro efeito de como a pandemia da Covid-19 esfriou o Mercado da Bola e tornou mais baratos os jogadores de futebol.

Dos 12 atletas que estavam no time dos mais valiosos de 2020 (havia um empate na posição de meia-atacante pela esquerda), sete continuam na nova escalação: Jan Oblak (Atlético de Madrid), Trent Alexander-Arnold (Liverpool), Virgil van Dijk (Liverpool), Mohamed Salah (Liverpool), Kevin de Bruyne (Manchester City), Neymar e Mbappé.

Além do Brasil, apenas a Holanda, com Van Dijk e Matthis de Ligt (Juventus), tem mais de um nome nessa seleção global. Eslovênia, Inglaterra, Canadá, Alemanha, Uruguai, Sérvia, Egito, Bélgica e França estão representadas com um jogador cada.

Já dentre os clubes, ninguém tem mais atletas como o mais caro de sua posição que o Liverpool. Os ingleses contam com três titulares da equipe formada pelo Transfermarkt: o lateral-direito Alexander-Arnold, o zagueiro Van Dijk e o meia-atacante pela direita Salah.

Bayern, Real Madrid e PSG contam com dois atletas cada nessa formação. Atlético de Madrid, Juventus, Lazio e Manchester City também fazem parte da seleção.

Já o time B dos jogadores mais caros do planeta contaria com mais dois brasileiros, o goleiro Alisson, do Liverpool, e o zagueiro Marquinhos, do PSG. Essa formação reserva teria ainda Benjamin Pavard (Bayern), Raphaël Varane (Real Madrid), Andrew Robertson (Liverpool), dois jogadores do trio Casemiro/Valverde/Milinkovic-Savic, Jadon Sancho (Borussia Dortmund), João Félix (Atlético de Madrid), Sadio Mané (Liverpool) e Harry Kane (Tottenham).

Seleção dos mais caros do mundo (por posição)

G - Jan Oblak (ESL, Atlético de Madrid) - 90 milhões de euros
LD - Trent Alexander-Arnold (ING, Liverpool) - 110 milhões de euros
Z - Virgil van Dijk (HOL, Liverpool) - 80 milhões de euros
Z - Matthijs de Ligt (HOL, Juventus) - 75 milhões de euros
LE - Alphonso Davies (CAN, Bayern de Munique) - 80 milhões de euros
MC - Joshua Kimmich (ALE, Bayern de Munique) - 85 milhões de euros
MC - Casemiro (BRA, Real Madrid), Federico Valverde (URU, Real Madrid) ou Sergej Milinkovic-Savic (SER, Lazio) - 70 milhões de euros
MAD - Mohamed Salah (EGI, Liverpool) - 120 milhões de euros
MAC - Kevin de Bruyne (BEL, Manchester City) - 120 milhões de euros
MAE - Neymar (BRA, Paris Saint-Germain) - 128 milhões de euros
A - Kylian Mbappé (FRA, Paris Saint-Germain) - 180 milhões de euros

Fonte: Transfermarkt