PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Ser maior artilheiro da história do Alemão vira "meta final" de Lewandowski

Lewandowski está a 4 gols de igualar recorde histórico de Gerd Müller - AFP
Lewandowski está a 4 gols de igualar recorde histórico de Gerd Müller Imagem: AFP
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

27/04/2021 04h20

Com 11 gols de vantagem para os vice-líderes da Chuteira de Ouro e apenas mais um mês de campeonatos nacionais pela frente, Robert Lewandowski já sabe que está com uma mão e quatro dedos no troféu entregue ao artilheiro máximo da Europa na temporada.

Mas isso não significa que a missão do atual melhor jogador do planeta em 2020/21 já esteja encerrada.

Além de confirmar a conquista do título alemão com o Bayern de Munique, o centroavante polonês ainda tem um importante objetivo pessoal a atingir nas próximas semanas: tornar-se o maior artilheiro de uma única edição da Bundesliga.

O recorde atual pertence a Gerd Müller, astro do clube bávaro nas décadas de 1960 e 1970 e considerado até hoje como o maior atacante que por lá passou. Em 1971/72, ele meteu 40 bolas nas redes na primeira divisão alemã.

Com o gol marcado na derrota por 2 a 1 para o Mainz, sábado, Lewandowski soma agora 36 tentos nesta temporada do Alemão. Ele tem mais três jogos (Borussia Mönchengladbach, Freiburg e Augsburg) para pelo menos igualar a marca histórica.

Vale lembrar, no entanto, que a partida do último fim de semana foi a primeira do camisa 9 em um mês.

Devido a um estiramento no ligamento no joelho direito, ele perdeu as quatro rodadas anteriores da Bundesliga (assim como os confrontos contra o Paris Saint-Germain, que tiraram o Bayern da Liga dos Campeões da Europa). Ou seja, esse recorde já poderia ter sido pulverizado.

Na Chuteira de Ouro, onde a situação de Lewandowski é bem tranquila, a briga é pela segunda posição. André Silva (Eintracht Frankfurt), Cristiano Ronaldo (Juventus), Erling Haaland (Borussia Dortmund), Kylian Mbappé (PSG) e Lionel Messi (Barcelona) estão em situação de empate quíntuplo na vice-liderança. Cada um deles tem 50 pontos, 22 a menos que o provável campeão da temporada.

O Brasil não fatura a Chuteira de Ouro desde 2001/02, quando Jardel (Sporting) foi o goleador máximo da temporada europeia. O ex-centroavante do Grêmio também levantou o troféu em 1998/99. Além dele, apenas Ronaldo (1996/97) já colocou o país no lugar mais alto do pódio.

Nesta temporada, o brasileiro mais bem posicionado é João Pedro, ex-Santos e Atlético-MG, que joga pelo Cagliari, da Itália. Com 15 gols e 30 pontos, ele divide a 32ª colocação com outros oito jogadores, sendo que alguns deles são astros consagrados internacionalmente, como Zlatan Ibrahimovic (Milan), Lautaro Martínez (Inter de Milão) e Heung-min Son (Tottenham).

Principal nome do futebol pentacampeão na atualidade, Neymar não aparece nem entre os 200 primeiros colocados do prêmio. Com apenas seis gols no Campeonato Francês e sem marcar na competição há três meses, o camisa 10 do Paris Saint-Germain soma míseros 12 pontos na disputa.

O "Blog do Rafael Reis" publica a cada terça-feira uma nova parcial da corrida pelo posto de artilheiro máximo do Velho Continente.

Confira a classificação da Chuteira de Ouro

1 - Robert Lewandowski (POL, Bayern de Munique) - 72 pontos (36 gols)
2 - André Silva (POR, Eintracht Frankfurt) - 50 pontos (25 gols)
Cristiano Ronaldo (POR, Juventus) - 50 pontos (25 gols)
Erling Haaland (NOR, Borussia Dortmund) - 50 pontos (25 gols)
Kylian Mbappé (FRA, Paris Saint-Germain) - 50 pontos (25 gols)
Lionel Messi (ARG, Barcelona) - 50 pontos (25 gols)
7 - Paul Onuachu (NIG, Genk) - 43,5 pontos (29 gols)
8 - Harry Kane (ING, Tottenham) - 42 pontos (21 gols)
Karim Benzema (FRA, Real Madrid) - 42 pontos (21 gols)
Romelu Lukaku (BEL, Inter de Milão) - 42 pontos (21 gols)