PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Rafael Reis


De Che Guevara a personal trainer: como tem sido a quarentena de Messi?

Messi tem curtido a quarentena ao lado dos filhos, na mansão da família na Catalunha - Reprodução
Messi tem curtido a quarentena ao lado dos filhos, na mansão da família na Catalunha Imagem: Reprodução
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

05/05/2020 04h20

Lionel Messi disputou no dia 7 de março sua última partida oficial antes da paralisação das competições futebolísticas em virtude da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Com um gol do craque argentino, o Barcelona derrotou a Real Sociedad por 1 a 0, pela 27ª rodada do Campeonato Espanhol, e foi para a quarentena na liderança da competição, com dois pontos de vantagem para o Real Madrid (58 a 56).

Mas o que será que o hexacampeão do prêmio da Fifa de melhor jogador do mundo (2009, 2010, 2011, 2012, 2015 e 2019) tem feito nesses últimos dois meses em que não pode jogar futebol profissionalmente?

O "Blog do Rafael Reis" vasculhou as redes sociais de Messi e também tudo o que foi publicado sobre ele desde o início da quarentena para responder essa pergunta.

EM CASA MESMO

Ao contrário de muitos jogadores sul-americanos que atuam na Europa e aproveitaram a pausa dos campeonatos para retornarem a seus países de origem, Messi optou por ficar na casa onde passa a maior parte dos seus dias mesmo. Ele, sua esposa (Antonella Roccuzzo) e os três filhos do casal (Thiago, Mateo e Ciro) não saíram da Espanha e estão confinados na mansão da família em Castelldefels, cidade que fica a 25 km de Barcelona. E, pelo menos até o momento, não há notícias de que ele tenha furado o isolamento social com festas ou viagens.

DOAÇÕES

Ainda no início da crise da covid-19 na Europa, o astro argentino doou 1 milhão de euros (pouco mais de R$ 6 milhões) para o combate à doença. O valor da doação foi dividido igualmente entre dois hospitais: metade foi destinada a um centro médico de Rosario, cidade onde nasceu, e a outra metade foi para o tratamento de doentes em Barcelona, onde ele vive desde os 13 anos.

ÍDOLO? NÃO, FÃ

Messi - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

As publicações de Messi durante a quarentena serviram para os seguidores do camisa 10 descobrirem o quanto ele é fã de Muhammad Ali, um dos maiores nomes da história do esporte mundial. A academia da mansão do craque do Barcelona, cenário de vários dos seus posts nos últimos meses, tem uma parede que é praticamente um santuário destinado ao ex-pugilista norte-americano. São várias e várias fotos do ex-campeão mundial dos pesos pesados em diferentes momentos de sua carreira.

PAIZÃO E PERSONAL TRAINER

Boa parte dos posts feitos por Messi nos últimos meses tem algum dos seus filhos como protagonistas. O astro não tem vergonha nenhuma de expor suas "corujices" a quem o acompanha pelas redes sociais. E um dos vídeos que mais fizeram sucesso nesse período de isolamento mostra o caçula da família, Ciro, de apenas dois anos, fazendo abdominais sob supervisão do papai, que faz a contagem da série e incentiva o garoto a treinar duro.

REDUÇÃO DE SALÁRIO

Messi Che Guevara - Reprodução/L'Equipe - Reprodução/L'Equipe
Messi virou "Che Guevara" na cala da L'Equipe
Imagem: Reprodução/L'Equipe

Ainda no fim de março, coube ao capitão do Barcelona a missão de anunciar, via redes sociais, que ele e todos os seus companheiros de time decidiram abrir mão de 70% dos seus salários enquanto a crise provocada pelo coronavírus perdurar. O gesto do craque, que certamente está ajudando bastante as finanças do Barça, fez com que o jornal francês "L'Équipe" o comparasse ao ex-guerrilheiro argentino Che Guevara estampasse em sua capa uma imagem fundida dos dois ícones.

Rafael Reis