PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Rafael Reis


Quem é o brasileiro que brilha com zebra e luta por artilharia na Espanha?

Matheus Aiás, destaque do Mirandés, semifinalista da Copa do Rei da Espanha - Divulgação
Matheus Aiás, destaque do Mirandés, semifinalista da Copa do Rei da Espanha Imagem: Divulgação
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

12/02/2020 04h00

Até dois meses atrás, Matheus Aiás era apenas mais um dos incontáveis jogadores brasileiros de futebol espalhados por times pequenos de divisões inferiores da Europa, que tocam a carreira com muita dignidade, mas sem a menor perspectiva de alcançar o estrelato.

Mas cinco jogos bastaram para transformar o atacante brasileiro de 23 anos na nova sensação do país onde atuam estrelas do porte de Lionel Messi, Luis Suárez, Karim Benzema, Eden Hazard e João Félix.

Aiás é o protagonista do conto de fadas do futebol espanhol na atual temporada: a presença do nanico CD Mirandés, clube de uma cidade de apenas 35 mil habitantes e que disputa a segunda divisão, entre os quatro semifinalistas da Copa do Rei.

O camisa 9, que é o vice-artilheiro da competição (com cinco gols, dois a menos que o sueco Alexander Isak, da Real Sociedad), ajudou a equipe a despachar três times da elite pelo caminho. Foram duas bolas nas redes contra o Sevilla, uma ante o Celta e mais uma no confronto com o Villarreal.

Ele também é a principal esperança do Mirandés para surpreender de novo e sair vencedor do mata-mata contra a Real Sociedad, a partir de amanhã —a outra vaga na final sairá do encontro entre Athletic Bilbao e Granada, ambos da primeira divisão.

Natural de Palmares Paulista, município da região de Catanduva, no interior do estado de São Paulo, Aiás nem chegou a atuar profissionalmente no Brasil.

Revelado nas categorias de base da Ponte Preta, o atacante trocou Campinas pela Espanha quando ainda tinha 17 anos e rodou bastante por equipes de pouca expressão do país de Barcelona e Real Madrid.

O brasileiro atuou nas equipes B do Granada e no Valencia e vestiu as camisas do Fuenlabrada e do Lorca. Na temporada passada, sua primeira pelo Mirandés, marcou 11 vezes na campanha do acesso à segunda divisão.

Curiosamente, Aiás não vinha bem nesta temporada antes do início da Copa do Rei, em dezembro. Ele só tem dois gols em 16 jogos do campeonato nacional em 2019/20. Nas últimas rodadas, com a prioridade dada ao torneio disputado em mata-mata, tem ficado no banco.

Desde 2017, o artilheiro é contratado do Watford, da primeira divisão inglesa, e vem sendo emprestado para outras equipes. A chance de ser aproveitado na Premier League era praticamente nula. Agora, com o sucesso na Copa do Rei, esse cenário pode mudar radicalmente.

Além de Aiás, outro brasileiro faz parte do elenco do Mirandés: o também atacante Marcos André, que jogou no Guaratinguetá e está emprestado pelo Valladolid. Na campanha histórica, no entanto, ele tem sido reserva.

Rafael Reis