PUBLICIDADE
Topo

Thiago Braz volta a treinar em CT após relaxamento de quarentena na Itália

Thiago Braz treina na Itália - Divulgação/CBAt
Thiago Braz treina na Itália Imagem: Divulgação/CBAt
Demétrio Vecchioli

Demétrio Vecchioli, jornalista nascido em São Roque (SP), é graduado e pós-graduado pela Faculdade Cásper Líbero. Começou na Rádio Gazeta, foi repórter na Agência Estado e no Estadão. Dedicado à cobertura de esportes olímpicos, escreveu para o UOL, para a revista Istoé 2016, foi colunista da Rádio Estadão e, antes do Olhar Olímpico, manteve o blog Olimpílulas. Neste espaço, olha para os protagonistas e os palcos do esporte olímpico. No Olhar Olímpico têm destaque tanto os grandes atletas quanto as grandes histórias. O olhar também está sobre os agentes públicos e os dirigentes esportivos, fiscalizados com lupa. Se você tem críticas, elogios e principalmente sugestões de pautas, escreva para demetrio.prado@gmail.com

21/05/2020 13h01

O campeão olímpico Thiago Braz voltou à rotina usual de treinamentos na Itália, onde faria a reta final de preparação para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Depois do relaxamento das regras de quarentena naquele país europeu, o brasileiro retornou às atividades no Centro Olímpico de Treinamento de Formia, ao sul de Roma. Durante a crise, ele foi demitido pelo Pinheiros.

O CT, que é voltado principalmente para o salto com vara, foi fechado no dia 14 de março, por determinação das autoridades locais. Nos dias anteriores, com as restrições de circulação, Thiago e outros atletas chegaram a morar no CT para poderem treinar. O Comitê Olímpico do Brasil (COB), que banca os treinamentos de Thiago na Itália, chegou a oferecer a ele a oportunidade de voltar ao Brasil, o que o saltador recusou.

Permaneceu em Formia, fazendo treinos adaptados no quintal. "Retornar aos treinos foi um sonho. Não só para mim, mas para outros atletas. Quando entrei e tive a oportunidade de saltar, foi uma alegria enorme. Só se reconhece o bom quando se passa pelo ruim. Vocês não têm ideia quanto fiquei feliz por voltar aos treinamentos no Coni, ainda com todas as prevenções e restrições", disse.

Durante a maior parte da carreira, Thiago treinou e morou em Formia, onde o treinador ucraniano Vitaly Petrov tem seu centro de treinamento. No fim de 2018, porém, o saltador decidiu voltar a morar no Brasil, em São Paulo, para ficar perto da família, especialmente dos avós, que o criaram. O planejamento era que ele voltasse a Formia na reta final da preparação olímpica, permanecendo lá durante o primeiro semestre de 2020.

Thiago pretende continuar na Itália, mesmo sem que exista um calendário confirmado de competições. "Precisamos correr atrás do tempo perdido, com improvisações. Tudo ainda é muito incerto, devido à pandemia, então fica difícil falar sobre o retorno aos meetings", afirmou.

Olhar Olímpico