PUBLICIDADE
Topo

HR-V de primeiro mundo? Desvendamos o novo SUV anti-Compass da Honda

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

03/05/2022 04h00

Fora de linha desde janeiro no Brasil, o Honda HR-V está perto de retornar: a segunda geração do SUV compacto estreia em agosto no País, mantendo a produção em Itirapina (SP) e trazendo motor 1.5 turbo ou aspirado embaixo do capô.

Da mesma forma que a primeira geração, a nova compartilha plataforma e mecânica com o City, modelo de entrada da Honda. Para surpresa geral, no mês passado a marca japonesa anunciou que também venderá aqui um HR-V bastante diferente, que virá importado em 2023 com a missão de concorrer com o Jeep Compass.

  • O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.
Novo HR-V desenvolvido para os EUA será vendido no Brasil e na Europa com nome difentente em 2023 - Divulgação - Divulgação
Novo HR-V desenvolvido para os EUA será vendido no Brasil e na Europa com nome difentente em 2023
Imagem: Divulgação

Trata-se do HR-V concebido para os Estados Unidos, maior e mais sofisticado do que o "nosso" e cuja construção se baseia no novo Civic. Será comercializado em solo brasileiro com outro nome, ainda mantido em segredo.

As vendas do HR-V "bombado" começam nos EUA no segundo semestre, quando a Honda divulgará todos os detalhes técnicos da novidade. Contudo, já sabemos bastante coisa a respeito, que você confere aqui.

Primeiramente, a variante norte-americana do utilitário esportivo será mais larga e comprida do que a global, além de trazer maior distância entre-eixos - no caso do Civic, que chega importado ainda neste ano, essa medida é de 2,73 m.

HR-V dos EUA ainda não teve medidas divulgadas; entre-eixos poderá ser de 2,73 m, como no novo Civic - Divulgação - Divulgação
HR-V dos EUA ainda não teve medidas divulgadas; entre-eixos poderá ser de 2,73 m, como no novo Civic
Imagem: Divulgação

Além disso, o "anti-compass" da Honda será equipado com o mesmo motor 2.0 aspirado do sedã, que no Civic rende 160 cv e 18,7 kgfm, mais câmbio do tipo CVT e tração dianteira ou integral. Essa informação "vazou" recentemente no site da Carb, a agência californiana de controle da qualidade do ar.

Espera-se que o SUV também seja oferecido com propulsor 1.5 turbinado, capaz de render cerca de 180 cv, e tenha versão híbrida.

Quanto ao comportamento dinâmico, o "super HR-V" terá suspensão traseira independente, um refinamento ante o modelo menor a ser fabricado aqui, que manterá o eixo de torção.

HR-V global, que será lançado em agosto com produção nacional, é menor e muito diferente do norte-americano - Divulgação - Divulgação
HR-V global, que será lançado em agosto com produção nacional, é menor e muito diferente do norte-americano
Imagem: Divulgação

Em relação ao design externo, a configuração pensada para os norte-americanos é bastante diferente, exibindo capô alongado e grade dianteira mais larga, ladeada por faróis iluminados por LEDs. As portas traseiras, por sua vez, contam com maçanetas convencionais e não embutidas, como no HR-V menor.

A gama de cores da carroceria, por sua vez, inclui as tonalidades vermelha, azul, cinza, prata, preta e branca.

Por dentro, pouco foi revelado até agora. A Honda divulgou fotos do porta-malas, indicando que o compartimento ficou maior, mas não informou a respectiva capacidade; aparentemente, o sistema de rebatimento de assentos Magic Seat não estará presente no HR-V grandão.

Uma das imagens oficiais exibe também parte do painel, revelando a central multimídia flutuante com Android Auto e Apple Car Play e também o console central, que continua vazado e traz revestimento de couro.

HR-V 'bombado' exibe parte do painel e porta-malas com banco traseiro rebatido; capacidade ainda é desconhecida - Divulgação - Divulgação
HR-V 'bombado' exibe parte do painel e porta-malas com banco traseiro rebatido; capacidade ainda é desconhecida
Imagem: Divulgação

Segundo a Honda, o cluster e o restante do painel irão seguir o mesmo conceito adotado pela 11ª geração do Civic, indicando que esses itens serão parecidos com aqueles observados no sedã.

A exemplo do novo Civic, o HR-V dos Estados Unidos será equipado de série com o pacote de segurança e assistência à condução Honda Sensing, que inclui controle de velocidade de cruzeiro adaptativo, frenagem automática de emergência e alerta de manutenção de faixa.

Aparentemente, novo HR-V para os EUA não tem o sistema Magic Seat de rebatimento dos bancos - Divulgação - Divulgação
Aparentemente, novo HR-V para os EUA não tem o sistema Magic Seat de rebatimento dos bancos
Imagem: Divulgação

Nos EUA, a expectativa é de que a novidade chegue um pouco mais cara do que o HR-V "antigo", semelhante ao vendido no Brasil até o início deste ano e que lá fora parte de US$ 21.870 (cerca de R$ 111 mil na conversão direta). Sua produção é em Celaya, no México, enquanto a nova geração poderá ser fabricada nos Estados Unidos, juntamente com o Civic.

E você, o que achou da novidade? Tem cacife para conquistar clientes das versões mais caras do Compass no Brasil?

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Siga o UOL Carros no