PUBLICIDADE
Topo

Carro sem volante ou pedais: GM busca aprovação para seu veículo autônomo

Cruise Origin - Divulgação
Cruise Origin Imagem: Divulgação

Do UOL

Em São Paulo (SP)

22/10/2020 11h15

Fabricante de veículos autônomos, a Cruise e sua acionista majoritária - a General Motors - declararam que estão indo atrás de aprovação legal para colocarem à disposição em cidades dos Estados Unidos modelos do Cruise Origin. O veículo é 100% autônomo e não tem volante e nem pedais.

Ao mesmo tempo, a GM disse que irá retirar um pedido feito em janeiro de 2018 para implantação de um número limitado de veículos autônomos baseados na plataforma Chevrolet Bolt. A Administração Nacional de Segurança de Tráfego Rodoviário (NHTSA) disse que "analisará a nova petição quando ela for recebida".

O anúncio vem depois que a Cruise recebeu uma licença do Departamento de Veículos Motorizados da Califórnia na semana passada para ser a primeira a testar carros sem passageiros nas ruas de São Francisco.

Revelado em janeiro, o Origin tem apenas dois assentos que ficam frente a frente e podem acomodar quaro passageiros. A produção do carro está marcada para iniciar no fim de 2021 ou no começo de 2022.

As regras de segurança de veículos dos EUA foram escritas há décadas, e presumem que sempre motoristas humanos estarão no controle de um veículo. A GM buscou em 2018 uma dispensa temporária de recursos como espelhos, luzes de advertência no painel e piscas projetados para um motorista humano. Esperando aprovação para implantar os veículos sem controles humanos até o final de 2019, a GM até hoje não conseguiu que a NHTSA mudasse a regulação.

No entanto, recentemente a instituição declarou tem considerado revisar as regras de segurança automotiva para remover "barreiras regulatórias desnecessárias para a introdução segura de sistemas de direção automatizados".